Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

26.Nov.15

AFINAL, QUEM É QUEM NO BOXE? Presidentes que são treinadores, massagistas, árbitros, tesoureiros…

Vaxko Zakarias
 NÃO é comum o título de um artigo ser uma pergunta, mas há casos em que as circunstâncias obrigam, como no boxe. Nesta modalidade, também conhecida por nobre arte, as associações provinciais funcionam de forma pouco clara. Antes de tudo é preciso realçar que todas ainda não estão legalizadas. Para já é preciso realçar que nenhuma das cinco associações provinciais que bem ou mal movimentam o boxe têm sedes, ou seja, instalações físicas, nas quais pessoas de boa (...)
24.Nov.15

WATCH ANTÓNIO, MATCHEDJE, (54KG): Esforcei-me bastante para ganhar

Vaxko Zakarias
 “NÃO foi fácil vencer na final, tive que me esforçar muito. Aliás, ganhar um Campeonato Nacional nunca foi fácil, pois primeiro tens que ser campeão da cidade de Maputo, para quem é da capital. No Campeonato da Cidade há bons pugilistas e superá-los já é obra. Chega-se ao “Nacional”, a concorrência já é maior, mas felizmente consegui.  O adversário que enfrentei nesta final (Vuzane Máquina) é novo, mas muito forte e evoluído tecnicamente, por isso digo que tem (...)
24.Nov.15

BIG-BEN E O DESNÍVEL COMPETITIVO: Vamos criar intercâmbios para rodagem dos atletas

Vaxko Zakarias
 NO final do “Nacional” de Xai-Xai, o presidente da Federação Moçambicana de Boxe, Bigi-Ben, prometeu criar intercâmbios competitivos entre a cidade de Maputo e as províncias para conferir maior rodagem aos atletas de fora da capital do país, que estão muitos furos abaixo. O desnível competitivo ficou uma vez mais a nu em Xai-Xai onde os atletas da capital, em mais de 90 por cento dos combates não precisaram do terceiro assalto para ganharem, ou seja, muitos deles terminaram (...)
24.Nov.15

VALDO ANTÓNIO, ESTRELA VERMELHA (64KG): Missão cumprida!

Vaxko Zakarias
 “PARA mim, a missão foi cumprida. Consegui lograr o objectivo que havia traçado para este ano, revalidar o título nacional. Aliás, não me restava mais nada senão ganhar este campeonato depois de ter perdido a oportunidade de participar nos Jogos Africanos de Brazzaville.  Em relação ao combate (com Paulo Jorge, Ferroviário), penso que foi renhido e esperava que isso acontecesse. Tive imensas dificuldades, pois ele tem muita força, tendo o superado com recurso a minha (...)
24.Nov.15

JOSÉ AZARIAS, MATCHEDJE (60KG): Vitória de superação

Vaxko Zakarias
 “ESTOU feliz pelo título de campeão que consegui. Trabalhei muito para isso. Foi preciso esforço redobrado para me sagrar campeão, depois de ter ficado quatro meses sem treinar, por razões da agenda. Para mim, esta foi uma vitória de superação, num combate muito forte e intenso.  Encontrei um veterano experiente no ringue. Daqui em diante a minha meta é conseguir a qualificação para os Jogos Olímpicos do próximo ano. Penso que com o trabalho isso é possível”, disse (...)
24.Nov.15

AUGUSTO MATHULE, ESTRELA VERMELHA (69KG): Triunfo com sabor especial

Vaxko Zakarias
 “GANHAR este título é uma honra para mim e para o meu clube, pois surge como resultado de um trabalho aturado e que levou muitos dias. Tive uma boa luta na final, e felizmente consegui ganhar por K.O. O meu próximo passo é lutar por uma vaga nos Jogos Olímpicos de 2016.  Em relação ao campeonato em si, penso que desportivamente falando foi bom, mas há outras questões que não correram bem, caso da logística”, vincou Augusto Mathule.  Fonte:Jornal Noticias
24.Nov.15

CARLOS ANTÓNIO, ESTRELA VERMELHA (49KG): Estou satisfeito pelo título

Vaxko Zakarias
“GANHEI um combate difícil na final, por isso fico bastante feliz com este título. Só ganhei porque treinei muito e entrei na luta em bom estado de forma. Mas, mesmo assim, tive que dar o meu máximo para ganhar. Para mim este foi o primeiro de vários títulos nacionais que pretendo conquistar”, vincou Carlos António. NÃO OBSTANTE O TÍTULO: Sinóia está revoltado!  POR incrível que pode parecer, o treinador do Estrela Vermelha, equipa que se sagrou bicampeã nacional em (...)
24.Nov.15

Campeões não disfarçam a alegria

Vaxko Zakarias
 OS atletas que se sagraram campeões nas respectivas categorias no “Nacional” de boxe que teve lugar no último fim-de-semana na cidade de Xai-Xai, província de Gaza, não conseguiam disfarçar a felicidade e o alívio que sentiam depois da façanha, numa prova que segundo eles foi desportivamente renhida e difícil. No geral, a competição foi ganha por Estrela Vermelha, salientando-se a não presença do Ferroviário no pódio, muitos anos depois. É que o segundo e terceiro (...)