Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

01.Fev.19

Só falta Desportivo de Nacala definir seu treinador para 2019

NACALA

 

Dos 15 clubes ora confirmados e que vão disputar o Moçambola , apenas o Desportivo de Naca continua a debater-se com a questão do treinador principal para a sua equipa.

São 15 os clubes confirmados, uma vez que nem o Desportivo, confirmado pelo Conselho de Disciplina da FMF, e nem o Macuácua, que venceu no campo o direito de participar no Moçambola, ainda não tem sua situação definida, até veredicto do Conselho Jurisdicional do organismo que gere o futebol nacional.

O Desportivo de Nacala, equipa que ano passado terminou na 10ª posição do Moçambola, começou a época com Danito Nhampossa no comando técnico, tendo este abandonado a colectividade, sendo chamado Zé Augusto para dar continuidade, treinador que também não terminou a época, ficando um interino que levou a equipa até ao 10º lugar final.

Os problemas financeiros que apoquentaram a equipa na época passada, que culminaram com uma pequena greve dos jogadores que reclamaram atraso salarial de dois meses, estiveram na origem das mudanças dos treinadores, aliado ao facto de ter adeptos e simpatizantes exigentes.

Aliás, Zé Augusto abandonou a colectividade depois que foi vítima de vandalismo protagonizado pelos adeptos dos “alvi-negros” da vila portuária, na província de Nampula.

Para já, o Desportivo de Nacala só arranca com os trabalhos para esta temporada esta sexta-feira, com a apresentação dos joagdores já assegurados, bem como com nova equipa técnica que ainda está a ser negociada, nomeadamente António Uamba, que garantiu a manutenção do Incomáti de Xinavane, após a saída de Carlos Manuel.

Aliás, António Uamba trabalha, neste momento com a Associação Desportiva de Macuácua, mas pode estar de saída de Gaza para Nampula, caso as negociações em vigor tenham um final feliz.

Fonte do Desportivo de Nacala não garantiu nenhuma contratação até ao momento, esperando que alguns jogadores que estiveram no Sporting de Nampula, equipa despromovida a segunda divisão, possam integrar a colectividade.

Mas sabe-se que os “alvi-negros” de Nacala perderam, do plantel do ano passado, até ao momento, quatro jogadores influentes e preponderantes, nomeadamente os defesas Comissário e Bony, que foram a União Desportiva de Songo, o médio criativo Quaresma e o avançado goleador Touré, que estão vinculados à ENH de Vilankulos.

Assim, as restantes equipas que estarão no Moçambola já tem seus treinadores definidos e já trabalham para a presente época, nomeadamente União Desportiva de Songo (Nacir Armando), Ferroviário de Maputo (Daúde Razaque), Costa do Sol (Horácio Gonçalves), Maxaquene (Antoninho Muchanga), Clube do Chibuto (Sebastião Sitoe), Ferroviário de Beira (Lucas Barrarijo), Ferroviário de Nampula (Antero Cambaco), ENH de Vilankulo (Alcides Chambal), Incomati de Xinavane (Artur Comboio), Textáfrica do Chimoio (Aleixo Fumo), Baía de Pemba (Minate Chabane), Têxtil do Púnguè (Akil Marcelino), Ferroviário de Nacala (Sérgio Faife Matsolo) e nesta semana Liga Desportiva de Maputo, que confirmou o regresso de Diamantino Miranda.

 

Fonte:Opais