Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

Resistirá o líder no planalto de Chimoio?

 

 

 

A UNIÃO Desportiva do Songo, líder isolado do Moçambola, tem uma deslocação difícil ao planalto de Chimoio, onde defrontará domingo, a partir das 15:00 horas, o Textáfrica em jogo na 13ª jornada.

 

UD Songo tem sido a equipa mais regular da prova, motivo pelo qual comanda com 26 pontos, mais dois que o Ferroviário de Maputo. Porém, nos jogos fora tem perdido alguns pontos, caso da última ronda, na deslocação ao campo do Costa do Sol, onde empatou a dois golos. Por outro lado, o Textáfrica tem se mostrado consistente em casa, no planalto de Chimoio, o que faz com que os comandados de Chiquinho Conde tenham que se empregar a fundo para provarem o seu favoritismo dentro das quatro linhas, até porque os “fabris” precisam de ganhar para saírem da zona de despromoção. 

 

Antevê-se um desafio difícil para ambos, que têm objectivos distintos: UD Songo na luta pelo título e o Textáfrica pela manutenção.

 

À espreita de um deslize do conjunto da vila do Songo está o Ferroviário de Maputo, que recebe o AD Macuácua, último classificado. Por jogar em casa e por estar a um nível bem superior ao do estreante Macuácua, os “locomotivas” têm a tarefa mais facilitada.

 

A Liga Desportiva de Maputo, no terceiro lugar com 22 pontos, recebe amanhã, num dos jogos que abre a ronda, a UP Lichinga, numa partida em que é favorita e poderá aproveitar para se aproximar dos lugares da frente, enquanto a turma de Niassa precisa de pontuar para ficar o mais afastado possível da zona de despromoção.

 

O Costa do Sol, quarto classificado com 21 pontos, é entre as equipas que ocupam os lugares cimeiros o que tem a missão mais difícil, visto que se desloca ao campo do sétimo, o Clube do Chibuto, que aposta na conquista do título, e sabe que se vencer será importante para continuar a manter esse sonho. O certo é que os “canarinhos” também têm a consciência que não podem perder mais terreno em relação aos concorrentes directos.

 

O Maxaquene vai procurar regressar às vitórias em Quelimane, quando defrontar o 1º de Maio local. Os “tricolores”, no nono lugar, estão em decréscimo de rendimento e um outro desfecho que não seja uma vitória pode colocá-los muito próximo da linha de descida. Aliás, a turma de António Muchanga pode mesmo cair para a zona de despromoção, caso UP Lichinga, Desportivo de Nacala, ENH e 1º de Maio vençam.

 

Noutros jogos, a ENH joga no campo do Ferroviário de Nacala e o Desportivo de Nacala no reduto do Ferroviário de Nampula, enquanto o campeão Ferroviário da Beira, que tem estado muito abaixo das expectativas, mede forças com o Chingale.

 

Fonte:Jornal Noticias

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.