Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

Rennes de Mexer está na final da Taça da França

RENNERS

 

O Rennes da França, equipa onde milita o defesa internacional moçambicano Mexer, é o primeiro finalista conhecido da Taça de futebol daquele país europeu, depois de ganhar, na terça-feira, por 3-2, a meia-final que disputou no terreno do favorito Olympique de Lyon.

Com Mexer no onze inicial e a fazer todo o jogo, o Rennes surpreendeu o mundo do futebol francês, ao vencer num terreno bastante difícil e complicado e em que não havia expectativas de vencer. O resultado acentua a crise no Lyon, actual terceiro no campeonato, mas com o treinador Bruno Genésio no centro das críticas e perto de ser despedido pelo presidente do clube, Jean-Michel Aulas.


O Lyon tinha como forte objetivo de época a Taça da França, que já não vence desde 2012, depois de falhar a Taça da Liga e estar mais longe do título francês.

Bertrand Traoré (47 minutos) e Moussa Dembele (75, de grande penalidade) marcaram para o Lyon, em cuja baliza esteve o português Anthony Lopes, enquanto que o Rennes foi o primeiro a chegar ao golo por M'Baye Niang (40), mas restabelecendo a igualdade por Benjamin André (55) e Ramy Bensebaini (81) a fazer o resultado final que dá presença do Rennes na final da Taça da França.


Para chegar às meias-finais da Taça, o Rennes havia eliminado o Orleans, numa eliminatória a uma mão, vencendo fora de portas por duas bolas sem resposta. Já o Lyon havia vencido em casa o Caen por três bolas a uma.

O adversário da final, marcada para 27 de Abril no Stade de France, será o vencedor do PSG-Nantes.


Na Taça da Liga da França, o Rennes terminou nos quartos-definal, eliminado pelo Mónaco de Leonardo Jardim, ao perder por duas bolas a uma, já no prolongamento, uma vez que o tempo regulamentar terminou com igualdade a uma bola.

No campeonato francês, o Rennes segue na nona posição, com 41 pontos, menos 30 que o PSG, líder e quase campeã nacional. Caso seja o PSG o adversário do Rennes, a turma do moçambicano Mexer garante um lugar nas competições europeias, nomeadamente na Liga Europa, independentemente de perder a final, uma vez que o PSG, vencendo a Taça da França, vai juntar ao campeonato, que dá acesso à Liga dos Campeões.

ASA Extingue futebol

A direcção do Atlético Sport Aviação (ASA) decidiu, em reunião de emergência, realizada sábado último, a extinção da modalidade de futebol da sua grelha de desportos no activo. Os altos custos com os atletas e as equipas técnicas estão na base da decisão tomada. Assim, ontem, a equipa sénior masculina realizou a sua última partida no Girabola Zap de 2019 diante do Clube Desportivo da Huíla (CDH). Os adeptos e amantes da equipa mais “velha” do Girabola ficam privados do desporto-rei.

Em declarações ao Jornal dos Desportos, o presidente do ASA, Adriano Agostinho, lembrou que após ter pedido a sensibilidade e o engajamento dos patrocinadores para a resolução das dificuldades financeiras que afectam o clube, com realce à equipa de futebol e de basquetebol, decidiu-se paralisar com o futebol.

Os jogadores têm razão de reclamarem os seus salários. Como trabalhadores é um direito que lhes assiste e a direcção deve satisfazer as suas pretensões, mas também está de mãos atadas por falta de dinheiro, que deve vir dos patrocinadores”, afirmou.Adriano Agostinho sustentou que “é difícil continuar a pedir sacrifício à equipa sem dinheiro. Por isso, decidimos extinguir o futebol com efeito imediato”.Amanhã, a direcção de Adriano Agostinho vai reunir com os atletas e os treinadores para os comunicar sobre a decisão tomada.

Técnico Fernando Fallé afasta primeiros atletas


O técnico da selecção sénior masculina de hóquei em patins de Angola, Fernando Fallé, afasta seis jogadores na sexta-feira, antes da viagem para o Porto, Portugal, dia 8, onde realiza um curto estágio tendo em vista a disputa da 66.ª edição do Torneio Internacional de Montreux, a decorrer de 17 a 21 do corrente, na Suíça.

A prova, para a qual o “cinco” angolano está inserido no grupo B, ao lado da anfitriã Espanha e Portugal, serve de antecâmara ao Campeonato do Mundo, a decorrer de 4 a 14 de Julho, na cidade de Barcelona, Espanha.

Nesta altura, a Federação Angolana de Patinagem (FAP) trabalha nos aspectos administrativos para que tudo corra a preceito, de acordo com o vice-presidente Pedro Azevedo “Chipita”. “Do ponto de vista administrativo, a FAP tudo está a fazer para a criação das condições necessárias de modo a permitir a deslocação ao Porto, onde vai cumprir um curto ciclo de trabalho, já com a integração dos jogadores que militam na Europa”, disse.
Francisco Veludo, Martin Payero, João Pinto, André Centeno e Humberto Mendes “Big” são os hoquistas que militam em campeonatos europeus.

O dirigente assume o desejo de Angola ir a Montreux equilibrar os jogos, embora reconheça ser difícil por tratarem-se das selecções mais cotadas a nível mundial. “É um torneio cheio de surpresas, muitas selecções vão aproveitar para fazer melhorias nos plantéis e, tal como nós, estarão todas em preparação para o campeonato de Barcelona”, argumentou o dirigente angolano.

A equipa angolana realiza seus trabalhos de preparação no Pavilhão Anexo II da Cidadela antes da viagem a Portugal, para o estágio pré-competitivo.

 

Fonte:Opais