Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

Rady Gramane e Arsénio Ngovu eleitos atletas do ano 2018

GALA DESPORTO 2019.jpg

 

A Gala do Desporto para nomeação dos melhores atletas de 2018 foi agraciada pela presença do presidente da República, Filipe Nyusi, que foi convidado a presentear, com diplomas de honra, os atletas do ano, nomeadamente Elisabeth Guambe, na categoria de adaptados, Rady Gramane, de boxe, nos femininos, e Arsénio Ngovu, de voleibol, na classe de masculinos.

Filipe Nyusi quis marcar presença na Gala do Desporto, mesmo porque queria homenagear, ele mesmo, os atletas que mais se destacaram no ano passado, em várias modalidades desportivas além-fronteiras. O presidente da República destacou o facto do país ter conquistado muitas medalhas em provas internacionais, nomeadamente 145 medalhas, sendo 56 de ouro, 37 de prata e 52 de bronze. Medalhas que dignificaram o país e elevaram bem alto a bandeira nacional em vários palcos das modalidades desportivas.

Mas os maiores destaques foram mesmo para as modalidades colectivas, nomeadamente o basquetebol feminino, com a selecção de sub-18 e o Ferroviário de Maputo, que conquistaram a prata no africano e na Taça dos Clubes Campeões africanos, ambas provas que tiveram lugar em Maputo, o voleibol, em ambos os sexos, principalmente na categoria de sub-21 e sub-18, para além da Vela e Canoagem, na categoria Optimist.

Mas em termos individuais o país conseguiu várias medalhas em modalidades das artes marciais e boxe. Estes méritos não foram esquecidos pelo presidente da República, que enalteceu os feitos e desejou que mais conquistas possam ser alcançadas neste ano e nos próximos, para engrandecer o bom nome do país.

Surpresas nas premiações
No que às premiações diz respeito, as grandes surpresas foram, sem dúvidas para os nomeados para os atletas do ano. Rady Gramane, em femininos, e Arsénio Ngovu, em masculinos, sucederam a Leia Dongue e Mussa Tualbudine, que foram os vencedores de 2017, enquanto Elisabeth Guambe foi distinguida na categoria de desporto adaptado. Os atletas agradeceram o reconhecimento e prometeram continuar a trabalhar para representar condignamente o país, em provas internacionais.

Mas se parou por ai! Houve espaço para reconhecimento dos parceiros do desporto nacional, aqueles que sempre deram o seu apoio para o desenvolvimento do desporto, para além das federações que mais se destacaram pelo seu empenho ao longo do ano passado. Estes receberam diplomas de honra. Muitos outros receberam diplomas de mérito, com destaque para os campeões nacionais, os que se dedicam a massificação e formação, os que tiveram uma carreira exemplar ao longo dos tempos, as famílias que dedicaram tempo ao desporto e as instituições que foram reconhecidas como bons gestores de infraestruturas.

Nas outras distinções, destaque ainda para Leocádia Manhiça, voleibolista, que angariou maior número de votos na categoria de Atleta Mais Popular. A jornalista da Televisão de Moçambique, Cristina Cristiano, venceu a categoria de Jornalista do Ano, ficando o Treinador do Ano para Leonel Manhique, que conquistou o título nacional com o Ferroviário de Maputo, em femininos, e a medalha de prata com a selecção feminina de sub-18. Arsenio Marrengula ficou o Árbitro do Ano e Ana Paula Sinaportar, em femininos, e Geny Catamo, em masculinos, foram os Atletas Revelação do ano passado. A equipa feminina do ano foi para a selecção de basquetebol de sub-18 e a masculina para a selecção de voleibol de praia de sub-19.

A Gala de Desporto contou com presença de várias figuras ligadas ao desporto nacionals, para além de membros do governo, diplomatas e foi ainda agraciada com apresentação de salto a corda, karate e actuação musical.

Premiações da Gala do Desporto

DIPLOMAS DE HONRA - PARCEIROS
Millennium Bim
BCI
HCB
ZAP
Engen

DIPLOMAS DE HONRA - FEDERAÇÕES
Voleibol
Boxe
Vela e Canoagem
Karate

DIPLOMAS DE MÉRITO

CAMPEÕES NACIONAIS
Denise Paruque – Vela Optimist
Selecção de Vela – Optimist
Selecção de Volei de Praia – Sub-19
Fer. Maputo – Basket feminino

MASSIFICAÇÃO E FORMAÇÃO
Locomotiva Esperança
Associação Black Bulls
Fut-Escola de Gaza

PRÉMIO CARREIRA
Camilo Antão
Brás dos Santos
Marcelino Macome
António Marques
Roberto da Silva
Ângelo Gerónimo
António Xavier
Fabião Silva
Mahomed Galibo
Orlando Conde

PRÉMIO FAMILIA NO DESPORTO
Pimentel
Conde
Nhavene

GESTÃO DE INFRAESTRUTURAS
Mahafil
FC Chidenguele
Conselho Autárquico da Beira

PARA AGENTES DESPORTIVOS
Jornalista do Ano – Cristina Cristiano (TVM)
Treinador do Ano -  Leonel Manhique (basket)
Árbitro do ano – Arsénio Marrengula (futebol)
Atleta Revelação Feminino – Ana Paula Sinaportar (Voleibol)
Atleta Revelação Masculino – Geny Catamo (futebol)

Atleta Popular - Leocádia Manhiça

Equipa do ano feminino – Selecção de basket sub-18
Equipa do ano masculino – Selecção de voleibol sub-19

Atleta do Ano adaptado – Elisabeth Guambe
Atleta do Ano feminino – Rady Gramane (Boxe)
Atleta do Ano masculino – Arsénio Ngovu (Voleibol)