Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

Nasir Salé regressa à Selecção?

NAZIR_gif-in.gif

 

O TÉCNICO Nasir Salé, actualmente no comando do InterClube de Luanda, poderá regressar à Seleção Nacional de Basquetebol Sénior Feminino para comandar a equipa durante os Jogos Africanos e no Afrobasket, eventos que terão lugar em Setembro nos Camarões e em Brazzaville, na República do Congo, respectivamente.

 

A informação foi revelada semana passada pelo presidente da Federação Moçambicana de Basquetebol (FMB), Francisco Mabjaia, que avançou que os contactos com o técnico, que levou à Selecção Nacional ao segundo lugar no Afrobasket de Maputo em 2013, estão numa fase adiantada.

 

Mabjaia disse que neste momento a FMB aguarda a anuência do InterClube para dispensar o técnico, o que poderá acontecer em Junho próximo, sendo que a preparação do combinando nacional deverá iniciar em Julho, depois do Campeonato Nacional.

 

Para estes dois eventos optámos por Nasir Salé, pois pensámos que é a pessoa mais indicada neste momento para dirigir a Selecção. É um técnico experiente e que já demonstrou as suas qualidades. Conhece grande parte das potenciais selecionáveis, o que é uma vantagem”, realçou Mabjaia.

 

O presidente da FMB disse ainda que o objectivo nestas duas competições é conquistar o primeiro lugar.

 

É um desafio para nós, mas não temos outra saída. Uma selecção que participou no último Mundial, e com o desempenho que teve, deve elevar a fasquia. Penso que estamos em condições de ficar em primeiro lugar. Sabemos que o Afrobasket dá acesso ao Mundial do próximo ano, enquanto os Jogos Africanos qualificam o primeiro lugar para os Jogos Olímpicos de 2016”, destacou.

 

Nos Jogos Africanos Moçambique estará num grupo onde perfilam as selecções da Nigéria, Camarões, Mali, Costa do Marfim e Argélia, portanto, muito difícil.

 

Já no Afrobasket o nosso país irá defrontar, na fase de grupos, a Costa do Marfim, Gabão, Uganda e Mali, este último um “osso duro” de roer.

 

A preparação da equipa para estes dois eventos será feita dentro e fora do país. Internamente a Selecção Nacional irá participar do torneio alusivo aos 40 anos da independência de 25 a 29 de Junho, no qual tomarão parte as suas congéneres do Zimbabwe, África do Sul e uma outra selecção por confirmar.

 

No estrangeiro a preparação será feita em Portugal, China e República Checa.

 

Fonte:Jornal Noticias

Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.