Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

Morreu José Ferreira Garrincha o primeiro árbitro-FIFA do país

 

Morreu, na noite de sábado, José Ferreira Garrincha, vítima de doença, na sua residência, na Cidade de Maputo. O primeiro árbitro-FIFA de Moçambique começou a sentir-se mal Há três meses, mas a operação a que foi submetido não foi bem sucedida, dado o avançado estado da enfermidade.

 

Eram 23.40 horas de sábado, quando o Presidente da Comissão Nacional de Árbitros de Futebol (CNAF)), José Ferreira, conhecido nos meandros futebolísticos por Garrincha, perdeu a vida.

 

Há três meses, o estado de saúde de Garrincha começou a degradar-se, de acordo com seu filho, Júlio Ferreira, e dirigiu-se a uma unidade hospitalar, da Cidade de Maputo. Fetos os exames médicos, detectou-se a existência de um tumor no esófago, que implicava uma intervenção cirúrgica.

 

Foram feitas diligências para a realização da operação, mas, quando chegou a vez da cirurgia, apurou-se que o tumor se havia alastrado para vários órgãos e por isso impossível de prosseguir com o tratamento. Perante esta dura realidade, o antigo árbitro-FIFA viu o seu estado de saúde degradar-se de forma acentuar-se, em razão de não ter tido forças suficientes para fazer face à notícia. É que a alternativa, segundo o relatório médico, seria a submissão a sessões de quimioterapia, mas o estado débil do seu organismo não dava garantias de resistência a este tratamento.

 

Não podendo prosseguir com o tratamento, mesmo depois de se ter aberto e fechado o local da operação, Garrincha teve alta e voltou para casa, tendo lhe sido colocada uma sonda para poder alimentar. Mesmo assim, o seu estado de saúde não mais melhorou e acabou perdendo a vida quando era 23.40 horas da noite de sábado, dia 04 de Junho de 2016 corrente.

 

Garrincha, nascido a 24 de Março de 1941, em Portugal, veio a Moçambique ainda jovem, em cumprimento do serviço militar, tendo continuado a praticar futebol nos quartéis por onde andou e, curiosamente, onde começou a sua carreira como árbitro de futebol. Terminada a missão, Garrincha não mais voltou a Portugal, identificado que estava com a vida e cultura moçambicanas.

 

Da geração de Freitas Branco, Gil Milando, Arnaldo Salvado (pai), já falecidos, José Ferreira teve o mérito de ter sido o primeiro árbitro da República se Moçambique a ostentar as insígnias da FIFA, que lhe conferiam a categoria de árbitro internacional.

 

Os restos mortais de Garrincha, que morre aos 75 anos, deixando viúva, dois filhos e nove netos, vão amanhã a tarde a enterrar no cemitério de Lhanguene, numa cerimónia a ser antecedida de uma missa de corpo presente na capela do Hospital Central de Maputo.

 

 

Fonte:Desafio

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.