Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

Moçambique focado em vencer Seychelles

seychelles.gif

 

OS “Mambas” estão compenetrados a derrotar as Seychelles hoje e esperar por um desaire de Madagáscar diante das Ilhas Comores para transitarem aos quartos-de-final do Torneio COSAFA que decorre em Polokwane, África do Sul. Os dois desafios têm início marcado para a mesma hora, 17.30 horas.

 

À entrada da terceira e última jornada do Grupo “A”, o combinado moçambicano segue na segunda posição, com três pontos, menos um que Madagáscar. Seychelles e Comores somam respectivamente dois e um ponto.

 

O regulamento prevê que apenas o primeiro classificado do grupo permanece em competição, devendo enfrentar, domingo, a África do Sul, isenta da primeira fase por força do seu posicionamento no “ranking” da COSAFA.

 

A equipa técnica e os jogadores moçambicanos estão avisados que, por estas alturas, têm de fazer bem o seu trabalho e esperar por um deslize dos malgaxes, cenário possível, tendo em conta o empenho demonstrado pelas selecções integrantes do grupo. Basta recordar que quando se adivinhava um passeio de Madagáscar frente às Seychelles, nas quatro linhas o duelo foi intenso e terminou igualado a um golo.

 

Moçambique tem um histórico favorável nos confrontos com Seychelles no Torneio COSAFA. Em dois jogos obteve duas vitórias, marcou quatro golos e sofreu apenas um, enquanto para a qualificação ao CHAN os dois países já se encontraram por duas ocasiões (quatro jogos).

 

Na corrida para o CHAN-2014, os “Mambas” ganharam, em 2012, por 2-1 em Victória e golearam em Maputo por 4-0. Já para o CHAN-2016, Moçambique ganhou, em 2015, por 5-1 na Beira e 4-0 fora, havendo ainda a registar uma vitória por 2-1, num amigável.

 

Importa referir que as selecções eliminadas dos quartos-de-final terão ainda oportunidade de disputar mais jogos para o alinhamento da classificação final.

 

CUSTÓDIO MUGABE

 

Fonte:Jornal Noticias