Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

Moçambique dirige Comité Africano

 

MOÇAMBIQUE vai dirigir o Comité Africano da modalidade nos próximos quatro anos. O anúncio foi feito durante o Congresso da Patinagem realizado em Cotonou, Benin (decorreu de 2 a 5 de Dezembro), sendo que irá ser responsável pelas áreas de hóquei em patins e corrida de patins em linha.

 

O presidente da Federação Moçambicana de Patinagem (FMP), Nicolau Manjate, que esteve na capital beninense, em representação da modalidade no país, diz ter aceite o convite que foi formulado à federação moçambicana com enorme satisfação, por entender estar aberta mais uma “porta” para a modalidade progredir no país. “Ao termos o nosso país, em particular a federação de patinagem, a assumir um cargo tão importante em África, passamos claramente a ter mais voz activa nos grandes congressos internacionais. Passamos a ter mais hipóteses de ir buscar apoios de forma a fomentar a patinagem no país. Se o ano de 2016 foi bom, acreditamos que com esta nomeação o 2017 será ainda melhor”, afirmou, acrescentando que após este congresso, África ficou mais unida em prol do desenvolvimento da patinagem.

 

O dirigente máximo da patinagem no país acrescentou que a missão que o país passou a ter é nobre e que conta com o apoio da família da modalidade para desenvolver o hóquei e a corrida de patins em linha, não só no país, mas também a nível do Continente Africano. “Fomentar o desenvolvimento do hóquei em patins e corrida de patins em linha no Continente Africano. Esta é a missão que nos incumbiram. Passamos a ter uma responsabilidade ainda maior na patinagem. Temos a missão de levar o hóquei, sobretudo o hóquei em patins, para os países africanos. Notei que existem muitos países a praticarem outros estilos da patinagem, como por exemplo as corridas de patins e patinagem artística e é preciso elevarmos esse número de quatro nações a praticarem hóquei”, frisou. Sublinhe-se que apenas Moçambique, Angola, África do Sul e Egipto praticam hóquei em patins no Continente Africano.

 

Participaram no Congresso países como Moçambique, Angola, África do Sul, Benin, Camarões, Congo, Egipto, Gabão, Gana, Quénia, Guiné-Conacry, Costa do Marfim, Libéria, Nigéria, Senegal, Sudão, Tanzania e Uganda.

 

 

Fonte:Jornal Noticias