Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

03.Jul.18

Moçambique afastado

kendal1

 

TRÊS jogos, três derrotas! Este é o saldo da prestação da Selecção Nacional de Basquetebol sénior masculina na segunda volta das eliminatórias de qualificação para o “Mundial”- China 2019, um percurso desastroso que fez ruir o sonho de continuar a pensar com o “bilhete” para a prestigiada competição.

 

A sentença dos basquetistas nacionais foi dada pelo Senegal, na terceira e última jornada do Grupo D, jogo em que perderam por 78-63.

 

Se na partida diante dos senegaleses já se previa um desfecho “cinzento” para a turma nacional, nos primeiros dois jogos, diante da Costa do Marfim (62-45) e da República Centro-Africana (72-63),esperava-se muito mais. Mas foi diante destas duas últimas selecções que o combinado nacional tropeçou na corrida para o “Mundial”, pois eram equipas do seu “campeonato” e tinha ganho a ambas na primeira volta, disputada em Fevereiro na capital do país.

 

Esta combinação de maus resultados levou a que os treinados de Inãk Garcia saíssem do segundo lugar, ou seja, do estatuto de equipa apurada para o quarto.

 

Sublinhe-se que para a Selecção Nacional seguir em frente precisava de vencer apenas um jogo, o que lhe garantia um dos três lugares.

 

No meio de situações negativas, acabou por sobressair o nome do estreante Kendal Manuel, ele que joga no Orgeon State Beavers dos Estados Unidos. É realmente um jogador de outro nível. Contra a Costa do Marfim e República Centro-Africana, já tinha exibido toda a sua categoria, mas foi contra o Senegal que “partiu a loiça”, apontando 32 pontos, ou seja, mais de metade dos convertidos pela selecção. O extremo foi mesmo o “cestinha”, superando Mamadou Lamine, melhor da Costa do Marfim, com 18 pontos.

 

O “filme” do jogo com o Senegal começa por ser marcado por dois períodos de baixo nível, tendo saído em desvantagem por 21-16 e 16-10, o que levou a que ao intervalo os senegaleses saíssem a vencer por 37-27. No terceiro, Moçambique venceu por 24-16, reduzindo assim a desvantagem para dois pontos (53-51). Mas no quarto, quando se pensava que o conjunto nacional fosse manter o ritmo, veio a desilusão. Teve a pior prestação e permitiu que o Senegal marcasse 25 pontos contra apenas 13.

 

Assim, seguem para a terceira e última fase de qualificação para o “Mundial” as selecções do Senegal, República Centro-Africana e Costa do Marfim.

 

 

Fonte:Jornal Noticias