Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

Moçambicanos estreiam-se vencendo Botswana e Congo

 

A SELECÇÃO Nacional Sénior Masculina de Ténis salvou a honra dos moçambicanos no Davis Cup (Grupo III de África), que se realizou recentemente no Cairo, Egipto, ao arrecadar duas vitórias que lhe projectaram para a sétima posição entre 10 países participantes num evento no qual participou pela primeira vez.

 

 

O combinado nacional, composto pelo quarteto Franco Mata, Ataíde Mussagy, Feliciano dos Santos e Jossefa Simão, redimiu-se frente ao Botswana (2-1) e República Democrática de Congo (2-0), depois de derrotas consecutivas frente ao Benin (1-2) e a Argélia (0-3) e também frente à Namíbia (0-3).

O torneio foi disputado a melhor de três partidas (duas de singulares e uma de pares). Diante do Botswana o vice-campeão nacional Jossefa Simão impôs-se diante de Lame Botshoma pelos parciais de 6/4, 3/6 e 6/1. Não aconteceu o mesmo com Franco Mata, curiosamente radicado nos Estados Unidos da América (EUA) e onde participa nalguns torneios. Mata caiu na segunda partida aos pés de Shingirai Muzondiwia por 7/5 e 6/4. Com o empate, a partida foi decidida em pares, tendo Franco Mata/Ataíde Mussagy superado a dupla Lame Botshoma/Thabiso Mabaka por 6/2 6/4.

 

 

 

Já frente ao Congo, a turma moçambicana venceu com as prestações de Franco Mata e Ataíde Mussagy. Mata superou Pognol Mandzou pelo duplo 6/0, enquanto Ataíde Mussagy vencia Anthony Elfgang, também pelo expressivo 6/0 e 6/2.

 

 

Entretanto, não foi necessário recorrer-se ao jogo de pares.

O torneio, que é uma das prestigiadas provas promovidas pela Federação Internacional de Ténis (ITF) e ao qual Moçambique foi projectado depois de eleito membro de pleno direito no congresso da organização realizado ano passado em Paris, na França, foi ganho pelo Zimbabwe.

 

 

Os finalistas, ou seja, os dois primeiros classificados do torneio transitam para o Grupo II África/Europa, enquanto os restantes permanecem no Grupo III de África. A Selecção Nacional ficou à frente do Botswana, Congo e Ruanda e regressa ao torneio em 2015.

 

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.