Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

Mexer quer levar Rennes aos “quartos” da Liga Europa

MEXER

 

O internacional moçambicano, Mexer, terá, amanhã, em Londres, a responsabilidade de estar no melhor momento para contrariar o favoritismo e o pendor ofensivo do Arsenal, no jogo da segunda mão dos oitavos-de-final da Liga Europa. A partida terá lugar quando forem 22h00 de Maputo e o Stade Rennais da França leva uma vantagem de 3-1 conseguida na primeira mão.

Portanto, equipa da casa, o Arsenal, chega a esta segunda mão com uma desvantagem de 2 golos, mas com a vantagem de ter marcado 1 golo fora. Esta é uma equipa afectada pelo factor casa, mais forte quando joga com o apoio dos seus adeptos, já que nos últimos 30 jogos regista 5 vitórias, 4 empates e 6 derrotas como visitante, com 22 golos marcados e 24 sofridos; contra 11 vitórias, 2 empates e 2 derrotas no seu estádio, com 31 golos marcados e 12 sofridos. A equipa chega a este encontro depois de uma vitória em casa com o Manchester United por 2 0 para o campeonato local. Para já, há que salientar que nos últimos 4 jogos que disputou em casa para a Liga Europa, o Arsenal ganhou 3 e empatou

Já o Rennes chega a esta partida com um bom rendimento quando joga fora do seu estádio, pois nos últimos 30 jogos regista 7 vitórias, 3 empates e 5 derrotas como visitante; contra 10 vitórias, 4 empates e 1 derrota no seu estádio. A vitória caseira diante do Caen por 3 - 1 para a Ligue 1 vai ser motivador para a equipa do moçambicano Mexer, que tal como na primeira mão espera-se que seja titular.

Depois de ter vencido há uma semana, os franceses procuram defender esta vantagem e garantir o acesso à próxima fase da Liga Europa. O emblema forasteiro costuma actuar num sistema tático em 4-2-3-1, privilegiando as transições rápidas, principalmente através das alas. Neste desenho, os três homens responsáveis por lançar o pânico na defensiva adversária são Niang, Sarr e Hunou.

 

Fonte:Opais