Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

MÁRIO COLUNA (1935-2014): Nação despede-se de um ídolo

AS cerimónias oficiais do funeral do falecido futebolista Mário Coluna, que terá honras de Estado, iniciam esta manhã no Salão Nobre do Conselho Municipal de Maputo, com a presença de várias figuras do panorama desportivo, social e político nacional e internacional, com destaque para a presença do Chefe do Estado, Armando Guebuza, membros do Executivo e diplomatas acreditados no país, para além de representantes de clubes e outros organismos estrangeiros.

 

A despedida a Mário Coluna começa às 8.30 horas, num velório em que se prestarão, por via de discursos e assinatura do livro de condolências, as últimas homenagens ao homem que foi atleta de eleição e de categoria mundial, técnico e dirigente desportivo. Segundo o programa anunciado ontem pelo Vice-Ministro da Juventude e Desportos, Carlos Sousa, a urna contendo os restos mortais de Coluna partirá do local para o Cemitério de Lhanguene, a sua última morada. O cortejo fúnebre percorrerá sucessivamente as avenidas Karl Marx, 24 de Julho, da OUA e de Moçambique, até ao cemitério.

 

O funeral está previsto para as 13.00 horas. Por se tratar de um funeral com honras de Estado, a cerimónia será protocolada pelas unidades das Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM) e Guarda de Honra.

 

O vice-ministro apelou, em nome do Governo, a todos os automobilistas para que respeitem o tráfego nas avenidas por onde passará o cortejo fúnebre, mesmo ciente dos problemas de trânsito existentes na capital do país.

 

Na quarta-feira o Conselho de Ministros decidiu que a partir da 00.00 hora de hoje, sexta-feira, o país observe um dia de luto nacional e que a Bandeira do nosso país seja içada à meia haste em memória de Mário Esteves Coluna, que faleceu terça-feira em Maputo vítima de paragem cardíaca aos 78 anos.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.