Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

Mambas... É ganhar ou ganhar

Mambas (1)

 

Lá na costa Atlântica, precisamente em Bissau, pode-se abrir uma página dourada no futebol moçambicano. Como, e porque o futebol tem três resultados possíveis: empate, derrota e vitória, também se pode traçar um caminho amargo no continente. Ou seja, prolongar o jejum de ausências nas fases finais do Campeonato Africano das Nações, já lá vão nove anos sem que marquemos presença. Porque não mostrámos competência para desfilar na fina-flor do futebol africano.

Aos Mambas, que amanhã são obrigados a vencer os “djurtus”, cabe a responsabilidade de fazerem com que os moçambicanos esbocem um sorriso num momento em que o país transpira uma profunda tristeza com a passagem do ciclone IDAI.

Por isso, a palavra de ordem é a vitória. Vitória que não só coloca os Mambas numa fase final de um campeonato africano das nações nove anos depois, mas também prestigiaria o futebol moçambicano. 

Em Bissau, há que manter a posse de bola, explorar contra-ataques e situações de bola parada para contrariar o adversário.

Num terreno adverso e com enorme pressão, o elevado nível de concentração no ataque e defesa e índices competitivos altos serão também determinantes para um resultado favorável. É preciso que os Mambas sejam solidários e imponham o seu ritmo de jogo perante um adversário que precisa apenas de um empate para se qualificar ao CAN.

E, a jogar perante o seu público, entrará bastante motivado. Mas motivação também exista no seio dos atletas da selecção nacional de futebol.

A Bissau, o seleccionador nacional de futebol, Abel Xavier, leva 25 jogadores mas na ficha do jogo somente irá inscrever 23. 

A Ida de mais dois jogadores tem a ver com precauções em caso de lesões. Geraldo, médio do Amora, preocupa até porque na última sessão de treinos dos Mambas apresentou algumas queixas.

Os Mambas irão cumprir, esta sexta-feira, o treino de reconhecimento Estádio 24 de Setembro, palco do jogo com a Guiné-Bissau sábado.  “É um treino em que queremos perceber as características do campo, a sua relva, ambiente e o clima. Optamos por um período muito curto em termos de adaptação”, explicou Abel Xavier.

O jogo Guiné-Bissau vs Moçambique será dirigido por um trio misto, sendo que o árbitro principal é o tunisino Sadok Selmi, enquanto o líbio Attiia Amsad e o também tunisino Aymen Ismail são o primeiro e segundo assistentes, respectivamente.

 

 

Fonte:Opais