Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

05.Jul.18

Kendal Manuel: há “gajos” bons na quadra

kedinho

 

Exibições fenomenais a superarem um improviso de quebrar o joelho. Uma, aliás, excepção num enredo com final dramático. Aos 20 anos, Kendal “Kedinho” Allen Manuel revelou-se mau na quadra. Mostrou, os números provam- no, que é um jogador com qualidade acima da média. Faltou sair com a aura de glória.

 

No primeiro contacto com a selecção nacional em provas oficiais, o extremo do Oregon State Beavers dos EUA, maravilhou em Dakar, Senegal, na segunda janela das eliminatórias para o Mundial de Basquetebol, prova a decorrer em 2019, no oriente: China.

 

Em três jogos, contabilizou 65 pontos, perfazendo, desta forma, uma média de 21.7 pontos/jogo, mesma marca que Jordan Nwora da Nigéria.

 

O “2” da selecção nacional superou Robison Udoch, “shooting guard” do  Uganda que terminou com 18.3 pontos, e Ikechu Somtochukwu,  “power forward”  da Nigéria, com 17.8 pontos/jogo.

 

Sexta-feira última, com 14 pontos, Manuel foi melhor cestinha da selecção nacional na derrota diante da Costa do Marfim, por 62-45.  

 

Em 23:19 minutos na quadra, o craque obteve 50 % de aproveitamento dos lançamentos de campo com 5/10.

 

Dois em dois lançamentos livres (100 %) e 2/5 tiros exteriores (60 %) são outros dados de Kendal Manuel.

 

24 horas depois, ou seja, no sábado, nova exibição assinalável. Inspiradíssimo, Manuel contabilizou 19 pontos em 39: 03 minutos na quadra.

 

O “shooting guard” concretizou seis em 17 lançamentos de campo (35.3 porcento), 4 em 4 lançamentos livres (100 porcento) e 3 em cinco lançamentos de dois pontos (60 %).

 

Kendal Manuel contabilizou ainda quatro ressaltos, igual número de “turnovers” e duas assistências.

 

Contra o Senegal, domingo, Kendal Allen Manuel fez estragos na quadra mas não evitou a derrota de Moçambique por 72-63.

 

No Marius Ndyeye, fez 32 pontos em 37:12 minutos em campo, concretizando nove em 20 lançamentos de campo (45%), nove em nove lançamentos livres (100 %) e cinco em nove tiros exteriores (55.6 %).

 

Um dado a ter em conta: Kendal Manuel não falhou nenhum lançamento livre: 17 concretizados em 17 tentados.

 

Em termos de lançamentos de campo, Kedinho obteve uma média de 42. 6 % e 38.5 % nos tiros exteriores. No que as assistências diz respeito, o seu registo foi de 1.7 por jogo e 4 ressaltos/jogo. Faltou sair com a aura de glória de Dakar, Senegal.

 

Kendal Manuel nasceu a 13 de Setembro de 1997. Filho de Paulo “Potolas” Manuel e Kody Hert.

 

Kedinho, como é carinhosamente tratado, escolheu o Estado do Oregon porque “parecia casa, família, atmosfera de companheiros de equipa e treinadores, e o apoio da comunidade ”, escreve o sítio do Oregon. A maior emoção até hoje é“ ganhar o campeonato estadual”.

 

Fonte:Opais