Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

João Chissano assume favoritismo

O SELECCIONADOR nacional, João Chissano, assume o favoritismo frente ao Sudão do Sul na pré-eliminatória de acesso ao CAN-2015 que terá lugar em Marrocos.

 

O timoneiro dos “Mambas” antevê, porém, imensas dificuldades, sobretudo na partida da segunda “mão” que terá lugar em casa do adversário.

A primeira “mão” terá lugar entre os dias 17 e 18 de Maio, em Maputo, e para Chissano, antes que seja tarde, Moçambique deverá resolver a eliminatória nessa partida, pois no Sudão do Sul a vida não será nada fácil.

 

Calhou-nos uma equipa que é do segundo plano, teoricamente. Digo teoricamente porque sabemos como o Sudão do Sul joga. Temos de assumir que somos favoritos e devemos passar a eliminatória. O assumir deste favoritismo não deve ser só da equipa técnica, mas de todos os moçambicanos”, disse.

 

Acrescentou que “esperámos passar esta eliminatória com uma série de dificuldades, digo isso porque todos sabemos o que se passa no Sudão do Sul. Já joguei duas vezes naquele país (antes da desagregação), uma como jogador e outra como treinador e passámos muito mal. Actuar no Sudão nunca foi e jamais será fácil”, enfatizou.

 

Em relação ao jogo caseiro vincou que “jogámos primeiro em casa, por isso temos de arriscar tudo. É preciso que vençamos o jogo e resolvamos logo a eliminatória em casa, porque, como já disse, no Sudão do Sul iremos passar mal”.

 

Em relação ao plano de preparação, Chissano disse que “temos um esquema macro. Agora que conhecemos o adversário vamos começar a trabalhar para o jogo com todos os jogadores disponíveis. Não vamos poupar esforços, vamos fazer a convocatória e todos os que forem chamados vamos exigir o máximo deles”.

 

Quanto aos jogadores que actuam no estrangeiro, Chissano mostrou-se optimista: “temos conhecimento de que grande parte está a evoluir bem. Temos estado em contacto com eles todos os dias, num com este, noutro com aquele para percebermos como estão a evoluir”.

 

 

TANZANIA OU ZIMBABWE. PREFERÊNCIA?

 

João Chissano prefere defrontar a Tanzania caso passe a eliminatória com o Sudão do Sul e para fundamentar a sua escolha recorre à história.

 

A minha preferência seria a Tanzania, pois a história confere-nos alguma hegemonia, diferentemente do Zimbabwe, que nos tem causado muitos dissabores, como a Zâmbia. É claro que com um trabalho aturado podemos acabar com a desvantagem nos confrontos directos quer com o Zimbabwe, quer com a Zâmbia. Todos os adversários são difíceis, daí que nunca foi fácil chegar a um CAN”.

 

Mesmo assim “agora temos de pensar na pré-eliminatória contra o Sudão do Sul e depois pensarmos noutra. Se passarmos vamos jogar com a Tanzania ou com o Zimbabwe”.

 

 

ZÂMBIA, CABO VERDE E NÍGERNA FASE DE GRUPOS

 

Se Moçambique passar a pré e a primeira eliminatória irá integrar o Gupo “F”, onde já estão a besta Zâmbia, Cabo Verde e Níger. João Chissano defende que todos os grupos são difíceis.

 

Os grupos do CAN nunca são fáceis, e sabemos que o apuramento ao CAN nunca foi tarefa simples. Temos de trabalhar arduamente sem medo dos adversários, apenas respeitá-los”.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias