Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

21.Out.16

Haverá campeão no Songo?

 

O NOVO campeão nacional de futebol pode ser encontrado já este domingo, no Songo, na 29.ª e penúltima jornada. Para que tal aconteça, basta ao líder, Ferroviário da Beira (55 pontos), empatar com a União Desportiva do Songo (52).

 

Perspectiva-se um jogo bem acalorado no campo da UD Songo e replecto de emoções fortes. Por um lado, o Ferroviário da Beira sabe que um empate permite conquistar o primeiro título nacional da sua história, por outro, a União Desportiva do Songo está consciente que uma vitória coloca-a na liderança em igualdade pontual com os “locomotivas”, 55 pontos. Portanto, aguarda-se um jogo de “vida ou de morte” para a turma do Songo, enquanto os beirenses, em caso de derrota, ainda podem decidir o título na última ronda.

 

Numa tarde de domingo em que se espera casa cheia, os milhares de adeptos estão ávidos para assistirem, acima de tudo, um bom jogo de futebol, à semelhança do que foi na primeira volta quando o Ferroviário da Beira venceu por 3-2, naquela que foi uma das melhores propagandas de futebol esta época.

 

Para este jogo, Semedo já deverá fazer alinhar o melhor marcador da prova, Luís Miquissone, e ainda o central Mano, dois esteios da UD do Songo. Serão certamente trunfos para os anfitriões procurarem travar a “locomotiva” que neste momento segue imparável rumo ao título.

 

O ambiente também estará ao rubro, em Quelimane, quando a turma da casa, o 1.º de Maio, receber o Estrela Vermelha, numa luta a dois pela fuga à despromoção. Os quelimanenses ocupam o 13.º lugar, com 29 pontos, e precisam apenas de um empate para assegurarem a manutenção. Já o seu adversário, na 14.ª posição, com 27 pontos, está obrigado a vencer. Vida complicada para os comandados de Manuel Casimiro, numa partida que se aguarda electrizante.

 

Os outros jogos do Moçambola são apenas para cumprir o calendário, na medida em que todas as equipas já têm a permanência assegurada. Mas importa destacar o “derby” de Maputo entre a Liga e o Costa do Sol e o de Nacala, que opõe o Desportivo e o Ferroviário.

 

O Maxaquene joga no reduto do despromovido Desportivo do Niassa, o Ferroviário desloca-se ao campo do ENH, enquanto o Desportivo de Maputo, também relegado aos “quarteirões”, recebe o Ferroviário de Nampula. 

 

 

Fonte:Jornal Noticias