Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

FMT elege novos corpos gerentes

A FAMÍLIA do ténis reúne-se a 22 de Setembro, em Maputo, em assembleia-geral ordinária para a eleição de novos corpos gerentes da Federação Moçambicana da modalidade (FMT). 

 

Para além da eleição do novo presidente da FMT, a reunião magna vai debater e aprovar o relatório de actividades e de contas de 2010-2014 e, nos diversos, avaliará a participação moçambicana no Davis CUP, torneio promovido pela Federação Internacional da modalidade e no qual participam atletas dos países-membros de pleno direito (com direito à votação) daquela organização desportiva internacional.

 

 

O actual presidente da FMT, Valige Tauabo, destacou o facto de a assembleia acontecer num momento em que o ténis está a registar um ponto de viragem em quase todas vertentes, nomeadamente na componente organizacional, infra-estrutural e competitiva, situação que projecta a modalidade para um futuro promissor. De acordo com Valige Tauabo, o passo que se segue é de consolidação do movimento tenístico ao nível nacional, com a transformação dos núcleos existentes em associações provinciais, processo que será acompanhado pela implantação de infra-estruturas desportivas, designadamente campos (courts) e sedes provinciais. Para já, Nampula e Cabo Delgado (Pemba) são os pontos de partida nesse longo processo. A FMT espera a formalização das associações provinciais em princípios do próximo ano, que funcionarão junto aos já concluídos “courts” da Universidade Unilúrio e do Complexo Desportivo de Pemba, respectivamente.

 

 

Actualmente, para além dos núcleos provinciais de Nampula e Cabo Delgado, a FMT conta com os de Maputo província, Sofala, Manica, Tete (aqui estão os “courts” de terra batida de Songo) e Niassa. Estes estarão representados na assembleia-geral que se aproxima.

A estratégia de FMT é de que a existência de associações só se justifica onde há infra-estruturas.

 

 

Só vamos legalizar associações onde há infra-estruturas. A associação de Nampula será a primeira a ser legalizada com a inauguração, brevemente, de dois “courts” na Universidade de Unilúrio e depois faremos em Cabo Delgado, quando forem inaugurados os “courts” do Complexo Desportivo de Pemba”, assegurou.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.