Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

Estreantes Black Bulls e Temusa da Massinga defrontam-se na divisão de honra

Black bulls

 

O Campeonato nacional da segunda divisão nas três regiões do país já foi sorteado e as equipas já conhecem seus adversários até ao final da prova. O destaque, ao nível da zona sul, vai, sem dúvidas, para os estreantes na prova, nomeadamente Associação Black Bulls, pela cidade de Maputo, e Temusa Costa do Sol, da Massinga, a defrontarem-se na jornada inaugural.

Ainda sem data para o início da prova, estas duas equipas poderão se defrontar no campo do Afrin, na Matola, pese embora esforços estejam a ser feitos para que o Estádio do Black Bulls esteja pronto até ao arranque da prova. Assim, estas duas equipas marcam estreia se defrontando, naquele que será o jogo de abertura da divisão de honra, zona sul.

Já a campeã, em campo, da divisão de honra do ano passado, a Associação Desportiva de Macuácua (ADM), inicia a luta pela subida ao Moçambola 2020 recebendo no seu campo, renovado, o Ferroviário de Inhambane, na expectativa de somar os primeiros pontos que vão ajudar no objectivo principal. A ADM viu o título conquistado ano passado ser-lhe retirado na secretária, por alegado mau uso de um jogador, facto que fez com que perdesse pontos e em seu lugar ascendesse o Desportivo de Maputo, para a presente edição do Moçambola.

Dos outros candidatos a subida ao Moçambola 2020 e que já experimentaram os ares da maior prova futebolística do país, o Estrela Vermelha recebe o Ferroviário de Gaza, num jogo que se adivinha de difícil prognóstico. O Matchedje de Maputo, que beneficiou da desistência do Vilankulo FC para ascender à divisão de honra, zona sul, vai reestrear nesta prova em Boane, quando medir forças com o ESFA. A Académica, equipa que chegou às meias-finais do torneio Mavila Boy, entra para esta prova como outra candidata a ascensão ao Moçambola 2020 e inicia a prova defrontando as Águias Especiais.

Finalmente, ao nível da zona sul, o Desportivo da Matola, que subiu do provincial de Maputo, tem pela frente o Instituto Politécnico de Gaza. Este jogo é, também, de estreia das duas equipas, que ano passado estiveram nos respectivos campeonatos provinciais.

 

UP de Chimoio desiste e deixa caminho para 1º de Maio e Chingale

 

No que diz respeito a zona centro, das equipas que desceram do Moçambola 2018, UP de Manica e 1º de Maio de Quelimane, uma delas não vai disputar o regresso ao Moçambola, em 2020. Trata-se da UP de Manica, que desistiu de participar nesta prova, deixando caminho aberto para os “trabalhadores” de Quelimane poderem lutar pela subida. Mas terá a forte concorrência do Chingale de Tete, que devido ao número ímpar das equipas, ficará de fora na primeira jornada. Assim, o 1º de Maio de Quelimane desloca-se a Tete para medir forças com o Lion de Missawa, enquanto o Ferroviário, também de Quelimane, vai a Mocuba, defrontar o Matchedje. O Pipeline da Maforga vai ter pela frente o 3 de Fevereiro de Quelimane e as duas equipas da Beira defrontam-se entre si, nomeadamente Água Vumba e Liga de Sofala.

Entretanto, nesta zona nada está claro em relação a participação de todas equipas, uma vez que grande parte dos clubes foi afectada pelo ciclone IDAI, o que poderá fazer com que desistam por dificuldades financeiras para custear as despesas da prova. Mas os próximos dias serão determinantes para se saber se todas participam ou não.

 

Fonte:Opais