Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

11.Dez.17

Estrangeiros aumentam brilho do Standard Bank Open

 

 

A presença de estrangeiros, com destaque para a sul-africana Ohmar Fernandes, aumentam o brilho da edição 2017 do Standard Bank Open,evento que arrancou sábado nos “courts” do Jardim Tunduru, em Maputo juntandotenistas da região austral do continente Africanoe não só.

 

A maior presença de estrangeiros é visível em singulares senhoras em que para além do número dois da prova – número um é Cláudia Sumaia –  Ohmar Fernandes, que já venceu “Open’s” disputados em Moçambique, conta-se igualmente com a participação de Ntsangase e Dlamin (Suazilândia), Anesipho Mgcawu e Ntokozo Zwane (África do Sul), que é terceira cabeça de série e Onya Nancy (República Democrática do Congo).

 

Nos singulares homens o único estrangeiro já no território nacional é Liberty Nzula (Zimbabwe) que se juntará a dois da Suazilândia, para além do moçambicano Jossefa Simão, que é número um, Hercílio Seda, o campeão nacional Bruno Figueiredo e Feliciano dos Santos que poderá regressar a competir a grande nível depois de um período de alguma ausência.

 

Obicampeão nacional de juniores e nova sensação do ténis masculino Jaime Sigaúque é o principal candidato a vitória final e já está nas meias-finais à espera do vencedor dos quartos-de-final entre José Cossa e o vencedor do jogo entre Hélder Simão e Neem. Quem já está na semifinal é Armando Sigaúque e Ricardo Jacinto que jogam entre si o acesso à final.

 

Nas raparigas a bicampeãnacional, Marieta Nhamitambo, afigura-se como principal candidata ao troféu, não havendo uma concorrência capaz de “beliscar” o seu estatuto nesta categoria.

 

Nos veteranos na categoria “A” Sharif Ahmed já está nas meias-finais à espera do vencedor do jogo entre Arão Quinito Nhancale e Bem Nguenha, na “B” Alberto Nhancale enfrenta na semifinal Bernardo Mexia. 

 

A componente profissional do evento, que envolve singulares homens e senhoras e pares mistos, tem um prize-money de 500 mil meticais, sendo 150 para homens, igual para senhoras e 200 para pares mistos.

 

 

Fonte:Desafio