Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

26.Jun.18

Duelo “locomotiva” na Machava

costa do sol vs cf.gif

 

FERROVIÁRIO de Maputo-Ferroviário da Beira é o duelo mais esperado da 14ª jornada do Moçambola, um encontro marcado para esta tarde no Estádio da Machava, importante para as aspirações das duas formações na prova.

 

Na Machava espera-se um grande jogo, numa altura em que as duas formações atravessam uma boa fase. A equipa da casa até é líder destacado da prova, com 26 pontos e vem de um empato em Chimoio, arrancado ao Textáfrica. Enquanto isso, a turma da Beira recebeu e venceu o desnorteado Costa do Sol no fim-de-semana, pelo que hoje vai tentar manter a senda vitoriosa, numa temporada que tem sido periclitante.

 

Neste momento, os beirenses estão no sexto lugar, com 19 pontos, portanto, ainda vivos na luta pelo título. Ainda hoje, o Chibuto recebe o Incomáti, numa altura em que a equipa de Gaza passa por dias menos bons. Depois da saída do técnico Artur Semedo, o Chibuto perdeu dois jogos consecutivos, um deles em casa no sábado frente ao Ferroviário de Nampula. Enquanto isso, a situação do Incomáti é inversa, ou seja, os “açucareiros” ganharam os últimos dois embates efectuados, portanto, chegam às terras de Ngungunhane psicologicamente em cima.

 

Em Nacala, o ferido Desportivo recebe o Sporting de Nampula, no campo da Bela Vista, naquele que será um dos jogos com maior assistência da ronda. Afinal, é um “derby” da província de Nampula, entre dois velhos e conhecidos rivais.

 

A ronda continua amanhã, com mais cinco jogos. A União Desportiva do Songo, campeã em título, bate-se com 1º de Maio de Quelimane, no Estádio 27 de Novembro. O Costa do Sol recebe a ENH de Vilankulo. Na Matola C, a Liga Desportiva de Maputo mede forças com a aguerrida equipa do Textáfrica.

 

O Maxaquene desloca-se a Gondola para defrontar a UP Manica, em mais um teste à resiliência “tricolor”. O jogo acontece numa altura em que os “pedagogos” passam por período de menor fulgor, depois daquele excelente início.

 

No norte, há um outro duelo de “locomotivas”. O Ferroviário de Nampula mede forças como seu homónimo de Nacala, em mais um “clássico”. Jogo que se augura muito renhido e difícil para as duas formações com cada vez menos margem de erro. Um deslize da equipa da casa seria um duro golpe nas suas aspirações de chegar ao pelotão da frente, da mesma forma que uma derrota para os nacalenses significaria complicar ainda mais as contas da manutenção. O Ferroviário de Nacala é apenas o penúltimo classificado, com 11 pontos, mais um que o “lanterna vermelha”, Sporting de Nampula.

 

 

Fonte:Jornal Noticias