Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

Detectadas lacunas nas equipas nacionais

 

OS representantes moçambicanos nas competições organizadas pela Confederação Africana de Futebol (CAF), ao nível de clubes, nomeadamente a Liga Desportiva de Maputo e o Ferroviário da Beira, deverão preencher todos requisitos de participação na Liga dos Campeões Africanos e Taça Nelson Mandela (Taça CAF), respectivamente, até esta sexta-feira. 

 

A informação foi avançada pelo presidente da Federação Moçambicana de Futebol (FMF), Feizal Sidat, dando conta da existência de algumas lacunas nas exigências impostas pela CAF para questões de inscrição.

 

Segundo a fonte, um dos principais requisitos é que os seus recintos tenham a capacidade para albergar, no mínimo, cinco mil espectadores e que os respectivos clubes tenham as auditorias em dia e que haja garantia de que movimentam os escalões de formação. Feizal Sidat disse que são quatro a cinco os requisitos principais que cada um dos clubes deve responder para participar nas provas.

 

Salientar que os novos requisitos de participação nas Afrotaças foram introduzidos pela CAF em 2013. A CAF protelou a aplicação das medidas à Liga e Ferroviário da Beira no ano passado, razão pela qual realizaram as eliminatórias para a Liga dos Campeões Africanos e Taça CAF nas mesmas condições. Porém, não abrirá nenhuma excepção este ano, facto que obriga as duas equipas a encontrar soluções dentro dos prazos definidos por aquela organização que tutela o futebol continental.

 

LIGA JOGARÁ FORA DE PORTAS

 

A Liga Desportiva de Maputo vai disputar as eliminatórias para a fase de grupos da Liga dos Campeões Africanos fora do seu campo por incapacidade de acomodar o limite mínimo de assistentes estabelecido pela CAF.

 

O campo da Liga tem capacidade para perto de dois mil espectadores, facto que obriga a sua direcção a encontrar outro espaço para acomodar os jogos das Afrotaças. Para já, a Liga poderá receber APR de Ruanda no campo do Afrin (ex-Atlético Muçulmano), na Machava, no Município da Matola, com capacidade para oito mil espectadores.

 

Para o efeito, a Liga deverá entrar em acordo com o proprietário do recinto de modo que este lhe passe uma carta de cedência de instalações a ser dirigida à CAF, na qual deve estar referenciada a sua titularidade e capacidade.

 

O presidente da Liga, Rafik Sidat, afirmou que o único requisito em falta é a indicação do campo onde vai receber o APR de Ruanda e garantiu que o problema será resolvido atempadamente.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.