Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

Desaire nos primeiros dias

 

A SELECÇÃO Nacional de ténis teve mau começo na sua primeira aparição no Davis Cup, um dos prestigiados torneios promovidos pela federação internacional da modalidade (ITF) ao qual Moçambique tem direito de participar depois que foi eleito, ano passado, membro de pleno direito daquela organização desportiva mundial em assembleia-geral realizada em Paris, na França.

 

 

Na estreia, segunda-feira, o combinado nacional perdeu por 2-1 diante do Benin. A principal aposta moçambicana, Franco Mata, radicado nos Estados Unidos da América, até conseguiu se impor no frente-a-frente com Theofile Segodo, vencendo o primeiro e último “set” dum máximo de três, ou seja pelos parciais de 6/4, 5/7 e 6/2. Porém, o seu companheiro de equipa, Ataíde Mussagy, a estudar e a competir nos Estados Unidos, caiu aos pés de Alexis Klegou na disputa do último “set”, depois da igualdade nos primeiros dois. Quedou-se no primeiro (1/6), vencendo o segundo (6/1), mas voltou a claudicar no último pela diferença mínima (5/7).

 

 

Já em pares, a dupla moçambicana quedou-se diante do par composto por Alexis Klegou e Loic Didavi, perdendo deste a modo a partida, por 2-1. Nesta ronda inaugural, Feliciano dos Santos e Josefa Simão, respectivamente campeão nacional em título e vice-campeão, ficaram na reserva.  

 

 

Já no segundo dia de competições, na terça-feira, a turma moçambicana sofreu pesada derrota frente à Argélia (3-0). Desta vez, Franco Mata não teve os mesmos argumentos perante Mohamed Makhlouf, apesar de ter tentado resistir no segundo “set”, que foi decidido no desempate. Perdeu pelos parciais de 6/3 e 7/6 (9). Enquanto isso, Ataíde Mussagy caiu aos pés de Mohamed Hassan, com os parciais de 6/1 6/3. Para completar a partida, Feliciano dos Santos e Josefa Simão, que integram o quarteto moçambicano no torneio, estrearam-se ontem, em pares, mas não se escaparam frente à dupla Mohamed Kerroum/Hichem Yasri, perdendo pelo duplo 6/1.A Selecção Nacional poderá ter pontuado ontem frente ao Botswana, seu adversário da terceira jornada.

 

 

Salientar que Moçambique integra o Grupo A com Benin, Argélia, Boswana e Namíbia. Cada país leva uma selecção composta por quatro jogadores e um técnico. A outra série é composta por Zimbabwe, Madagáscar, Nigéria, Ruanda e Congo. Cada série apura dois países para a disputa das meias-finais.

 

 

O facto de o torneio ser disputado em terra batida constitui o maior revés para os moçambicanos, que tiveram apenas dois dias de adaptação, tendo em conta que a secção nacional chegou partiu na última sexta-feira e o torneio arrancou segunda-feira.

 

 


ProfileTeam Win/LossPlayer Win/LossTeam Stats

PlayerTotal
Win/Loss
Singles
Win/Loss
Doubles
Win/Loss
No. of tiesFirst year playedYears played
Feliciano DOS SANTOS GUILANDE0-20-00-2220141
Jossefa ELIAS0-10-00-1120141
Franco MATA1-21-10-1220141
Ataide Mussagy SUCA0-20-20-0220141

 

 

All-time records

Champions0
First year played2014
Years played1
Ties played2 (0 - 2)
Years in World Group0
Most total winsFranco MATA (1 - 2)
Most singles winsFranco MATA (1 - 1 )
Most doubles winsFranco MATA (0 - 1) Jossefa ELIAS (0 - 1) Feliciano DOS SANTOS GUILANDE (0 - 2)
Best doubles team 
Most ties playedFranco MATA (2)
Most years playedFranco MATA (1) Ataide Mussagy SUCA (1) Feliciano DOS SANTOS GUILANDE (1) Jossefa ELIAS (1)

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.