Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

Cinco mulheres moçambicanas já garantiram presença nos Jogos Olímpicos Tokyo 2020

radi.jpg

 

Há escassos meses da realização dos Jogos Olímpicos Tokyo 2020, mulheres moçambicanas continuam a ser o grande destaque do desporto nacional. Pois, até aqui cinco mulheres já garantiram presenças na Olimpíada nipônica, ao qualificarem-se nas modalidades de vela e boxe.

 

Tratam-se de Deyse Nhaquile, Denise Parruque, Maria Machava, Rady Gramane e Alcinda Panguana que, por mérito próprio, conseguiram carimbar passaporte para marcar presença em Tokyo, de 6 de Julho a 9 de Agosto de 2020.

deyse1.jpeg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deyse Nhaquile foi a primeira atleta moçambicana a qualificar-se para os Jogos Olímpicos, vencendo o campeonato de vela africana na classe 420 Radial Laser em Argel, na Argélia, em Outubro do ano passado. 

 

Já a dupla Denise Parruque e Maria Machava se classificaram para os Jogos Olímpicos de Tokyo, vencendo a última regata classe 470 do torneio classificação realizado em Luanda, Angola, em Janeiro último.

velejadoras.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Em Fevereiro, foi a vez das pugilistas Alcinda Panguana (na categoria 64-69 Kg) e Rady Gramane (nos 69-75 Kg) conseguiram garantir o bilhete para estarem presentes nos Jogos Olímpicos, ao conseguirem, em Dakar, no Senegal, terminarem em segundo lugar nas respectivas categorias. 

alcinda.jpgHistoricamente, o desporto no feminino é que tem trazido mais glórias ao país, pois foi através de Maria de Lurdes Mutola que Moçambique alcançou o maior título desportivo, ao conquistar a única medalha de ouro olímpica, em Sydney, na Austrália, no ano 2000. 

 

Quiçá, inspiradas em Lurdes Mutola, as atletas até aqui qualificadas esforçaram-se para alcançarem o feito que tanto orgulha aos moçambicanos, que o LanceMZ enaltece em pleno Dia Internacional da Mulher. 

mm.jpeg