Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

Cazé entra na corrida

 

O ANTIGO vice-ministro da Juventude e Desportos, Carlos de Sousa, mais conhecido por Dr. Cazé, lançou ontem, em Maputo, a sua candidatura à presidência da Liga Moçambicana de Futebol (LMF), órgão neste momento dirigido por uma comissão de gestão, na sequência da eleição de Alberto Simango Jr. para dirigir a Federação Moçambicana de Futebol (FMF) em Agosto.

 

Cazé é o segundo a manifestar o interesse de dirigir a LMF, depois de Ananias Couana, um homem próximo a Alberto Simango, o ter feito em Setembro último.

 

De acordo com Cazé, os clubes é que sugeriram a sua candidatura numa reunião que teve lugar na noite de segunda-feira em Maputo. O candidato diz que é apoiado pelos 14 clubes que disputam a presente edição do Moçambola.

 

Para mim é uma honra, mas ao mesmo tempo um desafio ser convidado pelos clubes para dirigir a LMF. Agora o passo a seguir é nos inteirarmos daquilo que são as pretensões dos clubes com vista a elaborar um plano de trabalho. Espero que esta candidatura vingue, até porque dentro de dias iremos dar as linhas gerais do nosso manifesto”, disse Cazé.

 

O candidato não se aprofundou em relação aos seus objectivos caso ganhe as eleições, tendo realçado que “esperámos manter os actuais níveis na LMF, instituição que atingiu bons patamares nos últimos tempos, com o Moçambola a ser mais competitivo e com o futebol cada vez mais emotivo. Queremos igualmente melhorar as transmissões televisivas e esperámos que haja mais investimentos por parte dos clubes na melhoria da sua imagem”.

 

Na apresentação da candidatura de Carlos de Sousa estiveram representados clubes como Ferroviário de Maputo, Costa do Sol, Liga Desportiva, Ferroviário de Nacala e HCB.

 

Os presidentes do Costa do Sol, Amosse Chicualacuala, e do Ferroviário de Maputo, Sancho Júnior, sentaram-se lado-a-lado com Cazé durante a apresentação à Imprensa, tendo ambos frisado que era um candidato unânime dos 14 clubes do Moçambola, por sinal os que têm direito a voto.

 

As eleições na LMF terão lugar em Novembro, logo após o término do Moçambola.

 

Fonte:Jornal Noticias