Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

06.Abr.16

Campo do Desportivo de Tete aprovado

 

A FEDERAÇÃO Moçambicana de Futebol (FMF) e a Liga Moçambicana de Futebol (LMF) deram, semana passada, o campo do Grupo Desportivo de Tete como apto para o Moçambola.

 

Os inspectores, depois de percorrerem todos os cantos do campo, fizeram medições, inspeccionaram os balneários e o túnel, tendo concluído que estão reunidas as condições para o recinto acolher partidas do Moçambola  na presente época desportiva.

 

O representante da FMF, Isac Pedro, disse estar surpreendido pela negativa com o governo da província, pois este que não tem prestado apoio moral, e muito menos material ao Chingale, que acaba de retornar ao Moçambola.

 

Estivemos aqui há cerca de duas semanas para verificar o estado do campo do Desportivo de Tete, constatámos muitas irregularidades e reprovámo-lo, deixando orientações. Reunimo-nos com o Governo provincial através da Direcção da Juventude e Desportos que, perante a nossa presença, se prontificou a prestar apoio ao Chingale, o que não aconteceu”, disse Isac Pedro.

 

Aquele responsável disse ainda que, volvidos 15 dias e regressando a Tete para a verificação do estado das instalações, a equipa de inspectores ficou indignada ao verificar que, apesar das muitas dificuldades, o Chingale conseguiu cumprir cerca de 60 porcento das recomendações.

 

Hoje estamos pela segunda vez para concluirmos o nosso trabalho e, com as datas previamente marcadas, estamos apenas a encontrar os dirigentes do Chingale, da Associação Provincial de Futebol, representantes do CNAF e jornalistas, menos um representante do governo provincial e do Conselho Municipal, o que é bastante preocupante”, lamentou Isac Pedro.

 

A equipa de inspectores, por outro lado, apelou ao Chingale, o actual arrendatário do campo do Desportivo de Tete, para que não permita a realização de actividades estranhas ao futebol naquele recinto desportivo, por forma a se minimizar-se o desgaste do relvado.

 

Os inspectores deixaram recomendações no sentido de se fazer a limpeza geral do recinto, como o corte regular da relva, a remoção de pedrinhas nas bermas do campo e a retirada da publicidade no muro de vedação dentro e fora deste, pois não ela não prtence às empresas patrocinadoras do Chingale, e muito menos do Moçambola.

 

A direcção do Chingale, representada por um dos seus vice-presidentes, Pinto Buco, comprometeu-se a envidar esforços para o cumprimento das orientações deixadas pelos inspectores.

 

«É verdade que agora estamos com algumas dificuldades de ordem financeira.

 

Como é sabido, para o nosso regresso ao Moçambola investimos muito na equipa, o que nos obrigou a incrementar o orçamento. Mas salvaguardaremos o campo para o bem do futebol nacional e de Tete em particular”, disse.

 

BERNARDO CARLOS

 

 

Fonte:Jornal Noticias