Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

Campeão inicia defesa do título em Nacala

 

O Moçambola deverá ter o seu pontapé de saída no próximo fim-de-semana, na cidade de Chimoio, precisamente no campo da Soalpo, com a partida Textáfrica-Associação Desportiva de Macuacua. Neste arranque do Moçambola, o Ferroviário da Beira, campeão nacional, joga em Nacala, frente ao Desportivo local.

 

O confronto de abertura, Textáfrica-AD Macuacua, envolve duas formações que acabam de ascender ao convívio dos grandes. Ao contrário do Textáfrica, que já participou em várias provas do Moçambola, tendo, inclusive, conquistado o primeiro campeonato após a independência, a equipa de Gaza estreia-se numa prova da envergadura, mostrando, desde que garantiu a presença no Moçambola, a vontade de corresponder positivamente as expectativas dos seus simpatizantes: fazer um bom campeonato.

 

Por seu turno, o campeão nacional, Ferroviário da Beira, inicia a defesa do título fora de portas, precisamente em Nacala, frente ao Desportivo de Nacala, que se reforçou bem, contando que manteve a maior dos seus atletas do ano passado e um treinador (Antero Cambaco) que vai na sua terceira temporada.

 

Os locomotivas do Chiveve, que conquistaram a sua primeira prova deste, a Supertaça e passaram da pré-eliminatória de aceso à Liga dos Campeões de África, eliminando o Zinamoto, de Zanzibar, são teoricamente favoritos, uma tendência os nacalenses, de Cambaco, vão tentar contrariar perante ao seu emotivo público.

 

Enquanto isso, a União Desportiva de Maputo, derrotada na Supertaça pelos locomotivas treinados por Aleixo Fumo e eliminados na Taça Nélson Mandela, pelos sul-africanos do Platinum Star, na pré-eliminatória, têm a missão de começar a prova perante os seus adeptos, que depois de vencer a Taça de Moçambique e terminar em segundo lugar no Moçambola, aspiram por um lugar de maior destaque na prova. O seu adversário é o 1º de Maio de Quelimane, este ano treinado por Cesário Matos, e que se espera que dê uma boa replica aos hidroeléctricos como tem sido hábito nos últimos confrontos.

 

 

Joca Estêvão/Luís Muianga

 

 

Fonte:Desafio

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.