Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

28.Jun.18

C. Sol, 1 - ENH, 1: Erros de finalização agudizam crise

enh vs costa do sol

 

INTRANQUILO e com lacunas graves na finalização. Foi assim, de uma maneira geral, como se apresentou o Costa do Sol, em mais uma tarde para esquecer, não tendo ido além de um empate a um golo frente à ENH.

 

A tarde desinspirada dos avançados do Costa do Sol começou a ficar patente aos 10 minutos, quando Isac dispôs da primeira situação para fazer golo, mas não conseguiu dar o toque final.

 

O golo de Sibale, apontado aos 16 minutos, acabou por ser um momento insólito, já que daí para frente se assistiu a um festival de golos falhados.

 

Mas, diga-se de passagem, a equipa “canarinha” merecia outro resultado, pois manteve-se firme no controlo do jogo. Nada correu bem à equipa da casa. Além de não marcar, sofreu o golo no único período em que tirou o pé do acelerador (os últimos 10 minutos da primeira parte).

 

A ENH subiu as suas linhas e jogou mais perto da área contrária. Foi numa dessas investidas que os visitantes ganharam uma falta já no enfiamento da grande área. Chamado a marcar, Jorge fê-lo com conta, peso e medida. Desferiu um remate fortíssimo, parecia que a bola levava fogo. Espectacular momento de futebol no campo do Costa do Sol, numa altura em que o árbitro já se preparava para apitar para o intervalo.

 

Os segundos 45 minutos voltaram a ser jogados mais na área da ENH, com o Costa do Sol ao ataque e a criar inúmeras situações para se adiantar no marcador. Até Isac, que normalmente tem como sua principal arma a finalização, desperdiçou duas soberanas oportunidades de golo, uma das quais escandalosa. Sibale esteve também de pontaria desafinada. De cabeça, o avançado malawiano não conseguiu bater Joaquim (com muito trabalho). Até ao fim, os pupilos de Horácio Gonçalves bombeavam as bolas para a grande área, contudo sem efeitos práticos.

 

O árbitro Sérgio Rumbane esteve bem.

 

FICHA TÉCNICA

 

ÁRBITRO: Sérgio Rumbane, auxiliado por Ivo Muiambo e Elina da Silva. Quarto árbitro: Ema Novo.

 

C.SOL: 125 Guirrugo; 144 Cláudio (151 Kino), 128 Djallo, 140 Manucho e 133 Salomão; 141 Nené (137 Hilário), Seameh, 150 Chawa (145 Rául) e Mbulu; 146 Isac e 149 Sibale.

 

ENH: 379 Joaquim; Moniz, 384 Calima, 389 Obed e Kikito;  Balack (397 Milton), 393 Paíto, 395 Jorge e Danny (Sande); Nhama e 401 Eurico.

 

DISCIPLINA: Amarelo para Nené (Costa do Sol) e Moniz e Nhama (ENH).

 

Fonte:Jornal Noticias