Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

09.Ago.16

Beirenses sonham com quarta final consecutiva

 

Com os olhos postos nas meias-finais da Taça de Moçambique, disputa-se este fim-de-semana a segunda “mão” dos quartos-de-final da segunda maior prova de futebol moçambicano, surgindo o embate entre a União Desportiva do Songo e o Ferroviário da Beira, actuais líderes do Moçambola, como sendo o mais apetecível de todos, depois do nulo na primeira “mão”, no Chiveve.

 

Para a equipa do Songo, mais do que lutar pela passagem à fase seguinte, no domingo, estará a jogar também para abrir uma nova página da sua história, pois nunca antes logrou atingir as meias-finais da segunda maior prova de futebol moçambicano. Mas primeiro terá que passar por um Ferroviário da Beira que tem sido nos últimos anos a equipa que mais se destacou nesta prova, com três finais consecutivas e duas conquistas (2013 e 2014). Perdeu aquela que disputou o ano passado diante da Liga Desportiva de Maputo.

 

No jogo deste domingo, no campo do HCB, à equipa de Songo apenas uma vitória interessa para seguir à fase seguinte, enquanto aos beirenses bastará uma igualdade com golos, em função do nulo da primeira “mão”, a 20 de Julho.

 

O treinador-adjunto do Ferroviário da Beira, Valy Ramadane, assumiu há dias que “todos intervenientes têm possibilidade de chegar às meias-finais. Da nossa parte faremos de tudo para conseguirmos esse feito uma vez mais e por via disso tentar transitar à final, onde já conseguimos ser felizes por duas vezes”, disse o técnico.

 

 

Fonte:Desafio