Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

12.Mar.18

As novas ideias vão ser imersas gradualmente

 

A equipa do ENH, à semelhança do ano passado, volta a ter contacto com o treinador principal à porta das competições. 

 

O presidente hidrocarboneto, Daúto Rugnate, acredita que, apesar da situação, o desempenho da sua equipa irá de encontro às suas ambições para a presente temporada, afirmando que as novas ideias do treinador vão ser absorvidas gradualmente pelos jogadores.

 

No ano passado, com a equipa completamente formada, João Chissano juntou-se ao ENH quando esta ia disputar o primeiro jogo do Moçambola, o que levou o técnico a recear um arranque de prova periclitante. A formação iniciou de forma titubeante, mas conseguiu melhorar em termos de resultados no decorrer da época. Este ano, após a saída inesperada de Chissano para o Ferroviário da Beira (segundo declarações do presidente dos hidrocarbonetos), a Direcção do ENH levou muito tempo para fechar os processos para a contratação no novo treinador (Alcides Chambal). O novo técnico tomou contacto com a equipa quando esteve a estagiar em Maputo, sob comando de Eurico da Conceição, coadjuvado por Artur Romão, mas acabou por não viajar com a equipa quando esta regressou. O novo contacto entre o treinador e a sua nova equipa só ocorreu na última semana de preparação para o arranque do Moçambola.

 

O presidente do ENH, Daúto Rugnate, não quis desdobrar-se em justificações para esclarecer as razões da demora para encontrar o substituto de João Chissano, mas mostrou-se optimista quanto ao alcance dos objectivos para a presente temporada.

 

Apesar de se ter verificado essa situação, acredito que vamos ter um bom desempenho no Moçambola, sobretudo por ser uma prova de regularidade, disse o dirigente máximo do ENH, que ao mesmo tempo diferenciou as situações de 2017 e de 2018 no que concerne à contratação dos treinadores, referindo queAlcides Chambal ainda teve a oportunidade de apreciar a equipa em Maputo e esteve directamente em contacto com Eurico da Conceição e Artur Romão, que iniciaram os trabalhos. Ele passou algumas das suas ideias no processo de treinamento nessa altura. Estamos cientes que as novas ideias do treinador vão ser absorvidas gradualmente, afirmou Rugnate, não deixando de parte a possibilidade de alguns tropeços da equipa no início da prova.

 

Joca Estêvão

 

 

Fonte:Desafio