Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

29.Out.15

“Alaranjados” jubilam com o “bi”

 

O ESTRELA Vermelha ressurgiu no ano passado na alta-roda do hóquei moçambicano, após 22 anos de “adormecimento”, e o seu vigor continua esta época intocável. A mais recente conquista do campeonato, a prova mais prestigiada e importante da modalidade, reflecte que o “laranja” veio para ficar.

 

O investimento feito pelo presidente, Luís Manhique, na formação de hóquei, já colheu enormes frutos. Só esta época, o Estrela conquistou o Torneio de Abertura, Torneio de Preparação e agora o Campeonato, sendo que ainda falta disputar a Taça Maputo.

 

Após a conquista de mais um título o presidente e jogadores não se continham de tanta felicidade. 

 

ESTE GRUPO ENCHE-NOS DE ORGULHO - LUÍS MANHIQUE, PRESIDENTE DO ESTRELA

 

 

A EQUIPA esteve melhor em relação ao ano passado, reflexo disso é que terminamos o campeonato sem nenhuma derrota o que é um grande feito”, disse Luís Manhique, presidente do Estrela Vermelha.

Manhique agradeceu o empenho de todo o grupo. “Os jogadores e treinador estão de parabéns.

 

Mostraram ser um colectivo muito sólido. Sem querer tirar mérito aos outros jogadores, que foram de um profissionalismo inquestionável, gostaria de destacar o papel de Kiko e Maninho. Eles não só deram tudo, como, na qualidade de mais experientes, foram chamando à atenção aos mais novos”, atirou, ajuntando que os jogadores serão premiados pela conquista do título, à semelhança do que aconteceu no ano passado.

 

Já perspectivando a participação na Taça Maputo afirma que o objectivo é vencer e terminar o ano em grande.

 

Num plano mais internacional, o dirigente disse ser preciso apostar em competições além-fronteiras. “A nossa perspectiva como direcção é que houvesse uma competição regional para aumentar a capacidade técnica. Penso que é possível, iria aumentar o nível qualitativo da selecção”, sublinhou.

 

Fonte:Jornal Noticias