Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

Moçambola ainda sem data do arranque

MOCAMBOLA (1)

 

O CAMPEONATO Nacional de Futebol, o Moçambola-2019, continua sem data depois de adiado, semana passada, pelos clubes interessados e entidade organizadora, devido ao desastre humanitário que se regista na região Centro do país, na sequência da passagem do Ciclone Idai.

 

Fonte:Jornal Noticias

MOÇAMBIQUE ESTREIA-SE DIANTE DA TAILÂNDIA

P21-4

 

Moçambique estreia-se ante a anfitriã Tailândia no Mundial de basquetebol feminino em Sub-19. O evento será disputado naquele país asiático dentro de 116 dias, isto é, de 20 a 28 de Julho próximo, na capital Bangkok.

Além do combinado nacional e da anfitriã Tailândia, fazem parte do grupo “A”, o de Moçambique, Canadá e Letónia. E foi justamente Moçambique que escolheu Tailândia para o jogo de abertura, naquele que será o primeiro evento mundial de sempre Nas camadas de formação para Moçambique.

A partida está agendada para o dia 20 de Julho. A equipa liderada por Leonel “Mabê” Manhique volta ao pavilhão no dia seguinte para defrontar Canadá. O dia 22 é reservado ao descanso, fechando a fase de grupos no dia 23 frente à Lituânia.

 

Fonte:Desafio

DUPLAS PREPARADAS PARA REVALIDAÇÃO DO AFRICANO

dupla masculina de volei

 

O treinador Osvaldo Machava, detentor dos títulos africanos de Sub21 em voleibol de praia, mostra-se confiante na revalidação dos troféus continentais e consequente qualificação ao Campeonato do Mundo da categoria, onde espera fazer melhor. Falando em Mundial, em média qualificam-se as primeiras três equipas ao Mundial.

 

Já houve um período em que se qualificaram cinco, devido ao ranking, mas também já houve um. entretanto, há ainda uma outra possibilidade, ainda que remota, em que quem não qualifica estando imediatamente a seguir ao pódio disputa uma vaga com 24 selecções do mundo nas vésperas da prova para as quatro vagas para a fase de grupos.

 

Depois de revalidar os títulos da zona vI, que o permitem defender o título no egipto, a partir do próximo dia 4 até 10 de Abril, agora é hora de voltar a erguer a bandeira nacional ao cume do pódio africano.

 

 

Fonte:Desafio

Contrato por objectivo coloca Abel Xavier fora dos Mambas

ABEL XAVIER

 

É facto que o contrato de Abel Xavier como seleccionador nacional é por objectivos, no caso concreto que era de levar a equipa de todos nós ao CAN-2019. Mas também é facto que o objectivo foi falhado por Abel Xavier e seus pares, que assim terão que ser afastados do comando técnico.

Outro facto que se viu em Bissau é que os adeptos que compõem a onda vermelha foram se solidarizar com o técnico luso-moçambicano, mostrando seu apoio a este para que continue a frente dos destinos dos Mambas.

Queremos Abel Xavier! Queremos Abel Xavier! Queremos Abel Xavier!” e “Mesmo quando os outros já não te querem, nós vamos servir a ti e tu a selecção, Abel Xavier”, na tradução literal da música em ronga, eram os cânticos mais ouvidos pelos adeptos, que consideram que não devia se mudar de seleccionador, uma vez que esta a fazer um projecto para o futuro, olhando para o que já fez pela selecção principal e pelas selecções de formação.

Aliás, os adeptos perguntam se é culpa do treinador quando uma selecção sofre três golos no tempo de compensação das compensações, em três cruciais jogos (Guiné-Bissau cá e lá e Namíbia cá) ou se merece uma oportunidade de fazer valer o seu potencial para ajudar a selecção a ultrapassar essas dificuldades de saber gerir o tempo quando necessário.

A pergunta que não quer calar agora é qual será a posição da Federação Moçambicana de Futebol face a este pedido da onda vermelha para manter o seleccionador nacional, Abel Xavier por mais dois anos?

 

Fonte:Jornal Noticias

“Mambas” testam terreno

MAMBAS (5)

 

A SELECÇÃO Nacional de futebol, os “Mambas”, encontra-se desde a noite de ontem em Bissau onde amanhã mede forças com a sua congénere da Guiné-Bissau, em partida pontuável para a sexta e última jornada do Grupo “K” de acesso ao CAN-2019, prova que terá lugar no Egipto entre Junho e Julho.

 

Fonte:Jornal Noticias

Domingo solidário na Machava

Desportivo vs Ferroviario

 

O Ferroviário de Maputo, o Maxaquene, o Desportivo de Maputo e o Costa do Sol promovem, no próximo Domingo, um torneio quadrangular de futebol cujas receitas serão destinadas a ajudar as vítimas do ciclone IDAI no centro do país.

O torneio será disputado no Estádio da Machava, com os dois jogos a serem realizados no mesmo dia.

Assim, às 13h45min jogam as formações do Ferroviário de Maputo e Maxaquene, sendo que às 15h45min será a vez do Costa do Sol e Desportivo de Maputo.

Para além das receitas dos jogos, os apoios deverão ser em vários produtos (não perecíveis), roupas e outros.

Depois dos antigos jogadores juntarem-se à causa, quatro dos mais históricos clubes da cidade de Maputo também aderem, desta forma, à iniciativa.

Entretanto, foi a associação de futebol da cidade de Maputo que decidiu juntar alguns dos seus afiliados para este processo de angariação de fundos “por ver a necessidade de o futebol se solidarizar com as vítimas desta calamidade”, escreve no seu Comunicado de Imprensa enviado à nossa redacção.

Os clubes responderam positivamente e, na passada quarta-feira, juntaram-se para uma reunião de concertação, que definiu os moldes de disputa do torneio.

 

Fonte:Opais