Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

Moçambique inicia segunda-feira preparação para “Africano” de hóquei em patins

PATINS(1)

 

A selecção nacional de hóquei em patins inicia, segunda-feira, às 18h00, no pavilhão do Estrela Vermelha, a preparação para o Campeonato Africano da modalidade, prova a realizar-se de 15 a 17 de Março, em Luanda, Angola.


Para o efeito, foi já divulgada a pré-convocatória dos “Guerreiros de San” dominada pelo Desportivo de Maputo que contribui com um total de seis atletas.

O seleccionador nacional-adjunto, Pedro Tivane, chamou nos “alvi-negros” os hoquistas Arnaldo Queiroz, Alfredo Mandlate, Kevin Pimentel Simões, Pedro Pimentel Júnior, Rafael Elias e Rodrigo Xavier.

O Estrela Vermelha, campeão nacional, contribui com os irmãos Ivan e Spiros Esculudes, Artur Jorge Mapinguissa, Mário Alcides e Macário Joaquim, enquanto o Ferroviário de Maputo contribui com Lucas Salvador Cossa, David Severino Tuaibo, Manfrede Calange e Michael Machaule.

Os atletas deverão apresentar-se sexta-feira para, sob ordens de Pedro Tivane, seleccionador-adjunto, e Pedro Pimentel, director técnico, iniciarem com os trabalhos de campo.

Em princípio, a selecção nacional de hóquei em patins vai cumprir toda a sua etapa de preparação, durante três semanas, em território nacional. Estão previstos alguns jogos de controlo com equipas locais, uma vez que o programa de actividades prevê que as provas internas iniciem antes mesmo do Campeonato Africano de hóquei em patins.

Os atletas que evoluem na Europa somente irão juntar-se ao grupo de trabalho em Luanda. A delegação moçambicana, essa, deixa Maputo dia 6 de Março rumo ao palco da prova que apura o representante africano ao Mundial de Barcelona, na Espanha.

 

Fonte:Opais

Pontapé de saída amanhã

MAVILA

 

ARRANCA amanhã à tarde a edição 2019 do Torneio de Futebol Top-8 Mavila Boy, prova inserida na pré-época e que opõe os representantes da cidade de Maputo no Moçambola e na Divisão de Honra da Zona Sul.

 

Fonte:Jornal Noticias

“Queremos dignificar o bom nome do clube e, acima de tudo, do país”

SALE

 

O treinador do Ferroviário da Beira, Nasir “Nelito” Salé, diz que os “locomotivas” partem para a Afro Liga com o objectivo de dignificar o clube e o país. Nelito lamenta o facto de a equipa partir para o Cairo, Egipto, sem ter tido a oportunidade de fazer jogos de controlo.
 
Contrariado, uma vez mais, pela falta de competições ao nível interno e estágio competitivo fora do país mas focado em fazer das adversidades um factor motivacional para alcançar bons resultados, o Ferroviário da Beira seguiu domingo ao Cairo, Egipto, onde de 8 a 10 de Fevereiro disputa o grupo “C” da Afro Liga de Basquetebol.

Há, aliás, que ter foco e pensar em ultrapassar o REG (Ruanda), 1º de Agosto (Angola) e Al Ahly (Egipto) para que os objectivos de melhorar o sexto lugar alcançado em 2017 no formato anterior da prova sejam atingidos.

E começar a vencer na sexta-feira diante do REG do Ruanda é fundamental para as aspirações dos vice-campeões nacionais no novo formato da Taça dos Clubes Campeões Africanos de basquetebol em seniores masculinos.

Infelizmente, nós não tivemos competição. Infelizmente, não tivemos também a possibilidade de ter um estágio onde pudessémos ombrear com equipas deste nível”, começou por lamentar Nasir “Nelito” Salé, treinador do Ferroviário da Beira.

Mas há que superar as dificuldades e pensar bem alto. Afinal, não se pode chorar sobre o leite derramado. Há um nome a defender.

O que nós queremos é deixar para trás aquilo que não foi feito, ou seja, deixar para trás aquilo que foram as nossas dificuldades e focarmo-nos praticamente naquilo que vai ser o nosso momento. Queremos competir com três equipas, pensar positivo, darmos o nosso máximo e mantermos aquilo que é a nossa dignidade e dignificar o bom nome do clube e, acima de tudo, do país”, disse Nelito.

Domingo, o Ferroviário da Beira cumpriu a última sessão de treinos em solo pátrio antes desta empreitada para a qual se reforçou com os sérvios Djumic e Vuc Jovanovic (fazem as posições 4-5) e ugandês Robinson Odoch (posição 2/3).

E, agora, o que nós queremos é manter e termos esse cuidado para que toda a gente chegue ao destino de extrema saúde e, cima de tudo, mantermos os nossos índices e volumes que foram encontrados durante a nossa preparação. Queremos estar convictos de que não temos como contrariar esta longa viagem, mas o que nós queremos é mantermo-nos convictos e pensar positivo”, observou.
 
Clinicamente, a equipa está muitíssimo bem porquanto todos jogadores estão à disposição de Nelito.   Edilson Tivane, que na última temporada representou a A Politécnica, foi integrado também no grupo que segunda-feira seguiu ao Cairo, Egipto. “Fizemos o último treino no domingo. Portanto, observámos paulatinamente aquilo que era a nossa dinâmica de organização do própio treino que foi virado para os processo tácticos. Olhámos também para a estratégia da equipa em função daquilo que era nossa filosofia”, finalizou.

 

Fonte:Opais

“Mambas” cruzam caminho dos malgaxes

MAMBAS (1)

 

O MADAGÁSCAR será o adversário da Selecção Nacional de futebol nas eliminatórias da Zona Austral de qualificação ao Campeonato Africano das Nações (CAN-Interno), prova destinada aos jogadores que actuam nos campeonatos locais e cuja fase final terá lugar no próximo ano, na Etiópia.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

Desfecho conhecido hoje

SIAW

 

O VEREDICTO final do “caso Siaw”, que opõe a Associação Desportiva de Macuácua ao Desportivo de Maputo, devido à utilização ilegal do jogador ganês sob falsa nacionalidade e identidade moçambicanas por parte do clube gazense, será conhecido hoje, segundo informou o presidente do Conselho Jurisdicional da Federação Moçambicana de Futebol, (FMF), António Boene.

 

Fonte:Jornal Noticias

Reinildo confirmado no Lille da França

REINILDO

 

O Lille anunciou, ontem,  a contratação do internacional moçambicano Reinildo Mandava. O lateral-esquerdo  chega por empréstimo do Belenenses, com o emblema francês a assegurar uma opção de compra no final da temporada.

Reinildo segue para a Ligue 1 onde evolui o seu compatriota Edson Sitoe, mais conhecido por Mexer que representa o Rennes.

O Lille é o actual segundo classificado da Liga Francesa com 43 pontos, menos treze que o líder PSG. Esta temporada, Reinildo contabiliza  19 partidas pelo Belenenses.

 

 

Fonte:Opais

Só falta Desportivo de Nacala definir seu treinador para 2019

NACALA

 

Dos 15 clubes ora confirmados e que vão disputar o Moçambola , apenas o Desportivo de Naca continua a debater-se com a questão do treinador principal para a sua equipa.

São 15 os clubes confirmados, uma vez que nem o Desportivo, confirmado pelo Conselho de Disciplina da FMF, e nem o Macuácua, que venceu no campo o direito de participar no Moçambola, ainda não tem sua situação definida, até veredicto do Conselho Jurisdicional do organismo que gere o futebol nacional.

O Desportivo de Nacala, equipa que ano passado terminou na 10ª posição do Moçambola, começou a época com Danito Nhampossa no comando técnico, tendo este abandonado a colectividade, sendo chamado Zé Augusto para dar continuidade, treinador que também não terminou a época, ficando um interino que levou a equipa até ao 10º lugar final.

Os problemas financeiros que apoquentaram a equipa na época passada, que culminaram com uma pequena greve dos jogadores que reclamaram atraso salarial de dois meses, estiveram na origem das mudanças dos treinadores, aliado ao facto de ter adeptos e simpatizantes exigentes.

Aliás, Zé Augusto abandonou a colectividade depois que foi vítima de vandalismo protagonizado pelos adeptos dos “alvi-negros” da vila portuária, na província de Nampula.

Para já, o Desportivo de Nacala só arranca com os trabalhos para esta temporada esta sexta-feira, com a apresentação dos joagdores já assegurados, bem como com nova equipa técnica que ainda está a ser negociada, nomeadamente António Uamba, que garantiu a manutenção do Incomáti de Xinavane, após a saída de Carlos Manuel.

Aliás, António Uamba trabalha, neste momento com a Associação Desportiva de Macuácua, mas pode estar de saída de Gaza para Nampula, caso as negociações em vigor tenham um final feliz.

Fonte do Desportivo de Nacala não garantiu nenhuma contratação até ao momento, esperando que alguns jogadores que estiveram no Sporting de Nampula, equipa despromovida a segunda divisão, possam integrar a colectividade.

Mas sabe-se que os “alvi-negros” de Nacala perderam, do plantel do ano passado, até ao momento, quatro jogadores influentes e preponderantes, nomeadamente os defesas Comissário e Bony, que foram a União Desportiva de Songo, o médio criativo Quaresma e o avançado goleador Touré, que estão vinculados à ENH de Vilankulos.

Assim, as restantes equipas que estarão no Moçambola já tem seus treinadores definidos e já trabalham para a presente época, nomeadamente União Desportiva de Songo (Nacir Armando), Ferroviário de Maputo (Daúde Razaque), Costa do Sol (Horácio Gonçalves), Maxaquene (Antoninho Muchanga), Clube do Chibuto (Sebastião Sitoe), Ferroviário de Beira (Lucas Barrarijo), Ferroviário de Nampula (Antero Cambaco), ENH de Vilankulo (Alcides Chambal), Incomati de Xinavane (Artur Comboio), Textáfrica do Chimoio (Aleixo Fumo), Baía de Pemba (Minate Chabane), Têxtil do Púnguè (Akil Marcelino), Ferroviário de Nacala (Sérgio Faife Matsolo) e nesta semana Liga Desportiva de Maputo, que confirmou o regresso de Diamantino Miranda.

 

Fonte:Opais

Pág. 5/5