Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

UD Songo perde no jogo inaugural da fase de grupos

UD Songo (1).jpg

 

O campeão nacional perdeu, esta noite, na sua estreia absoluta na fase de grupos das competições africanas, nomeadamente Taça CAF, por duas bolas sem resposta, com dois golos de Gomaa.

 

O primeiro deles surgiu quando estavam decorridos 35 minutos, a UD Songo parte em contra-ataque, mas perde a bola e os egípcios inventam uma resposta rápida e Ahmed Gomaa, em boa posição bate Leonel, fazendo o primeiro golo da partida. Este resultado levou as duas equipas ao intervalo.

 

Numa partida em que o campeão nacional dispôs, inclusive de duas oportunidades para marcar, foi a turma do Al Masry a ampliar o marcador pelo mesmo jogador, já na segunda parte.

 

Assim, os "hidroeléctricos" partem na última posição da tabela classificativa do grupo B da Taça Nelson Mandela, sem nenhum ponto, tal como o Al Hilal do Sudão que perdeu por uma bola sem resposta na deslocação a Marrocos, onde perdeu com o Berkane.

 

Dentro de 10 dias, o campeão nacional joga a segunda jornada na cidade da Beira.

 

 

Fonte:Opais

Witiness Quembo regressa à primeira liga portuguesa

Witti Quembro.jpg

 

O avançado moçambicano, Witiness Quembo, ajudou o Nacional da Madeira a ascender, no último sábado, à Primeira Liga Portuguesa de futebol. Nesta época, o jogador fez 18 jogos, marcou dois golos, fez quatro assistências e totalizou 398 minutos.

 

Assim, o moçambicano irá se juntar ao seu compatriota Zainadine Júnior que está a representar o Marítimo.

 

O Nacional assegurou hoje a conquista do título de campeão da II Liga portuguesa de futebol, ao vencer em Arouca, por 1-0, em jogo da 37.ª e penúltima jornada do segundo escalão. O avançado cabo-verdiano Ricardo Gomes, aos quatro minutos, marcou o golo do 19.º triunfo dos madeirenses na prova, totalizando 70 pontos, mais sete do que Santa Clara.

 

O Nacional da Madeira, que já tinha assegurado a subida, com as derrotas de Penafiel e Académica, ontem, venceu pela primeira vez a competição, sucedendo no historial ao Portimonense.

 

O treinador do Nacional da Madeira, Costinha, mostrou-se muito satisfeito por a sua equipa ter garantido a promoção à Primeira Liga. “O jogo foi bom. Fizemos um golo, mas podíamos ter feito muitos mais. A equipa mereceu tudo e todos os nacionalistas merecem. Desde o início disse que tinha um grande grupo e uma direcção que não deixou nada ao acaso. A classificação espelha o que o Nacional fez. Temos mais um jogo e quero vencer. Só tivemos cinco derrotas e fomos muito fortes em casa e fora”, afirmou Costinha, em declarações à SportTV, depois da vitória frente ao Arouca (1-0).

 

Questionado sobre a sua continuidade no comando técnico dos insulares, o treinador referiu que o entendimento com o presidente Rui Alves será fácil de alcançar. “Vamos conversar com o presidente e ele sabe que gosto do clube, pelo que não será difícil o entendimento”, atirou.

 

 

Fonte:Opais

ENH cai aos pés do Maxaquene

ENH.jpg

 

No jogo dos “aflitos”, a vitória sorriu para os “tricolores”, que jogaram na casa emprestada, Estádio Nacional do Zimpeto, em Maputo.

 

No embate desta tarde, aos 26 minutos, Domingos finalizou com sucesso a uma jogada de ataque do Maxaquene que culminou com o 1-0 .

 

O Maxaquene exerceu enorme pressão sobre o seu adversário, mas, até à saída ao intervalo, o placar continuou em um para a equipa da casa e zero para o ENH.

 

No reatamento, sinal ascendente ainda para o Maxaquene. Por isso, não tardou que o segundo golo chegasse. Mutong respondeu a um lance de Bruno e surge a alargar vantagem para os donos da casa. Passavam 58 minutos.

 

Depois disso, a partida passou a registar momentos baixos, com o Maxaquene a confinar-se.


O jogo insere-se na oitava jornada do campeonato nacional, Moçambola.

 

 

Fonte:Opais