Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

Amélia Cabral Chavana empossada directora-geral do FPD

AMELIACHAVANA.jpg

 

Amélia Cabral Chavana foi empossada, hoje, directora-geral do Fundo de Promoção Desportiva (FPD).

 

Falando durante o acto de empossamento, Carlos Agostinho do Rosário, primeiro-ministro,  desafiou Chavana a criar políticas e programas, bem como a mobilizar e assegurar a aplicação criteriosa dos recursos financeiros e outros meios à sua disposição,  com vista a desenvolver o desporto nacional.

 

Do Rosário disse ainda que o FPD deve "estabelecer parcerias que permitam criar a auto-sustentabilidade financeira na gestão do património desportivo".

 

Por sua vez, a ex-basquetebolista, que já foi Directora Nacional do Desporto, começou por dizer que conhece a casa, pelo que irá trabalhar para que o FPD seja cada vez menos dependente do Orçamento do Estado. Chavana disse ainda que o desafio passa por uma criteriosa gestão das infra-estruturas desportivas.

 

Fonte:Opais

Dário Monteiro realiza estágio no Portimonense

Dario Monteiro.jpg

 

Dias depois de ter batido com a porta no Desportivo, Dário de Jesus Monteiro seguiu a Portugal, onde, neste momento, encontra-se a cumprir estágio no Portimonense, clube que milita na Liga NOS.


O demissionário treinador do Desportivo trabalha, neste processo de aprendizagem, com o técnico Vítor Oliveira, segundo escreve “A Bola”.

 

Em entrevista a versão “online” da publicação, o jovem técnico moçambicano mostrou-se satisfeito com a experiência que tem colhido no estágio. «Um treinador tem que estar sempre a aprender. E é o que procuro no Portimonense, aprender algo. Estou diante de um dos melhores treinadores portugueses. O Vítor Oliveira foi meu treinador na Académica. É um treinador experiente, muito inteligente e tem uma paixão pura pelo jogo e está sempre actualizado. Não podia ter feito melhor escolha. Aliás, sempre tive uma enorme admiração por ele”, disse Dário Monteiro ao sitio do jornal  “A Bola”.

Adiante, o treinador recordou o facto de já ter trabalhado com Vítor Oliveira, quando este orientava o Moreirense. “Estagiei com o Vítor Oliveira, quando iniciei o meu percurso de treinador em 2013. Tinha acabado de tirar o segundo nível e fui estagiar no Moreirense. Foi muito importante para minha carreira, visto que foi ele que deu o aval para a minha contratação em 1996, quando vim do Desportivo de Maputo para Académica. Esteve no início da minha carreira como jogador profissional e como treinador», frisou.

 

Dário Monteiro está, nesta altura, sem clube e não se sabe qual será o seu futuro. Certo, certo mesmo, é que vai adquirindo conhecimentos na área de treinamento no Portimonense.

 

 

Fonte:Opais

Jogadores e adeptos detidos por falsificação de bilhetes em Manica

BOLANOCAMPO.jpg

 

Dois jogadores de futebol e três adeptos foram detidos pelas autoridades na cidade de Chimoio, em Manica, indiciados pelo crime de falsificação de bilhetes para ingresso no campo de futebol do Grupo Desportivo e Recreativo Textáfrica, escreve a AIM.

 

O grupo inclui Tentinho, que na presente época representava a equipa do Textáfrica, um antigo jogador do mesmo clube, e três adeptos que urdiram um esquema de falsificação de bilhetes de ingresso para o campo de futebol, causando um prejuízo calculado em 380 mil meticais ao clube. Os mesmos encontram-se desde o início da semana corrente.

 

Segundo o chefe da equipa de segurança do Textáfrica, Alfredo Lampião, o grupo de malfeitores integrava mais elementos, alguns dos quais ora foragidos. Actualmente, apenas cinco encontram-se detidos na 2ª Esquadra da Polícia da República de Moçambique (PRM), em Chimoio.

 

Explicou que a venda de bilhetes falsos era feita muito próximo ao campo, horas antes do início e durante o jogo.

 

Os indivíduos faziam cópias dos bilhetes originais usando uma máquina específica que vendiam a 100 ou 150 meticais, ao invés de 200 meticais, valor oficialmente estipulado pelo clube.

 

Segundo Lampião, o esquema funcionou em três jogos. A descoberta ocorreu no último domingo, quando o Textáfrica defrontava a equipa do 1 de Maio de Quelimane, jogo referente a 5ª jornada do Moçambola, campeonato nacional de futebol.

 

O campo estava lotado. Quando fui a bilheteira fiquei a saber que só haviam vendido apenas um bloco. Isso despertou a minha atenção. Tentamos perceber o que se passava e verificamos que os bilhetes tinham alguma diferença. Fomos deixando as pessoas entrar no campo, depois iniciamos um trabalho até que nos indicaram onde é que compravam os bilhetes. Fomos ao local e encontramos alguns elementos do grupo. Outros fugiram”, afirmou.

 

Trabalhamos com 16 pessoas que estavam assistir ao jogo no campo. Esses ajudaram-se a identificar os membros do grupo. Aqueles que nós apanhamos começaram a indicar os restantes. Agora, falta o dono da máquina e o respectivo equipamento e mais alguns membros que ainda estão a monte


O porta-voz da PRM em Manica, Mateus Mindú, garante que já foi lançada uma operação para neutralizar os restantes membros do grupo para serem responsabilizados criminalmente.

 

'Há pistas e garantimos que serão neutralizados. Para os que estão aqui detidos já foram lavrados os respectivos expedientes que serão submetidos ao tribunal. Apelamos à população para ficar atenta e denunciar qualquer actividade suspeita porque, como estão a ver, causaram avultados prejuízos ao clube que queremos ver a crescer na nossa província', referiu.

Liga Desportiva quer continuar nos lugares cimeiros no Moçambola

LIGADESPORTIVA.jpg

 

A Liga Desportiva de Maputo desloca-se, este fim-de-semana, ao terreno do Desportivo de Nacala, onde vai disputar o jogo da sexta jornada do Moçambola 2018, numa partida que tanto a equipa técnica e os jogadores assumem de difícil prognóstico, tendo em conta os maus resultados do seu adversário.

 

Para esta partida, marcada para domingo, a Liga ainda não vai contar com Sonito, a recuperar da lesão, mas o conjunto mostra-se preparado para enfrentar qualquer adversário de forma a conseguir seus objectivos, que passam por alcançar vitórias em todas partidas que disputar e manter-se no topo da tabela classificativa do Moçambola.

 

À entrada para esta sexta jornada, a Liga soma três vitórias, um empate e uma derrota enquanto o Desportivo de Nacala tem uma vitória, um empate e três derrotas, ocupando a 13ª posição.

 

Fonte:Opais

Mambas descem uma posição no ranking da FIFA

MAMBASDESCEMNAFIFA.jpg

 

A selecção nacional de futebol, Mambas, desceu uma posição no “ranking” da FIFA e ocupa agora a 106ª posição com 311 pontos na hierarquia mundial, de acordo com a actualização feita esta quinta-feira.

 

O combinado nacional, que não jogou nas duas últimas datas-FIFA, precisamente em Novembro de 2017 e Março de 2018, encontra-se na 26ª posição na lista das melhores selecções africanas com 311 pontos.

 

Os Mambas estão atrás da Zâmbia, seu adversário no grupo K de qualificação para o CAN-2019 que se encontra na 78ª posição, na tabela geral, e 17ª ao nível do continente africano.

 

E também da Guiné Bissau que, apesar de ter caído oito posições, é 104ª na tabela com 330 pontos.  

 

A selecção nacional está, no entanto, melhor posicionada que a Namíbia, 107ª classificada com 305 pontos.

 

Os Mambas somente voltam a entrar em cena nas eliminatórias para o CAN-2019, em Setembro próximo, quando defrontarem a Guiné-Bissau, em jogo da segunda jornada do grupo “K”.

 

Pelo meio, ou seja, entre Maio e Junho, irão disputar o torneio da COSAFA, prova que servirá, segundo Abel Xavier, seleccionador nacional, de preparação para o embate com a Guiné-Bissau.

 

O ranking da FIFA continua a ser liderado pela Alemanha, campeã mundial, com 1533 pontos, seguida do Brasil, com 1384. A Bélgica segue na terceira posição com 1346 pontos, enquanto Portugal é quarto classificado com 1306.

 

Fonte:Opais

Rodrigo Almeida no “top 5” na 1ª prova do Campeonato de Aragón

Rodrigo Almeida .jpg

 

O piloto moçambicano Rodrigo Almeida, na categoria Max Júnior, ficou em quinto lugar na primeira prova do Campeonato de Aragón de karting, prova que aconteceu no passado dia 8, no circuito Internacional de Zuera, na Espanha.

 

Almeida, um dos novos valores do desporto motorizado em Moçambique, conseguiu colocar-se entre os cinco melhores numa prova que contou com a participação de 15 pilotos, dos quais 10 espanhóis, dois portugueses, um moçambicano e outro italiano.

 

Na sua primeira aparição na competição, o piloto moçambicano deu boas indicações numa prova que contou com a participação de pilotos talentosos como Adrián García, Félix Aparício, Daniel Scott, Iván Bataller e Guilherme de Oliveira.

 

Fazendo uma avaliação da sua prestação, o piloto disse que o sentimento era de “satisfação e missão cumprida dentro do objectivo de ir sempre melhorando”.

 

Participaram nesta prova os pilotos Ivan Bataller, Felix Aparicio, Adrian Garcia Lopez, Guilherme de Oliveira, Jaime Sanchez, Vincenzo Marinov, Mariano Martinez, Santiago Concepcion Serrano, Daniel Scott Augereau, Mario Burgueno Simon, Albany Del Vall Vivas Alvarez, Ivan Riera Garcia, Marco Aguilera e Miguel Corsino.
Esta temporada, Almeida pretende estar em grande no Campeonato Rotax de Espanha, competição que qualifica para a final do Campeonato do Mundo Rotax, competição agendada para o Brasil.

 

Almeida é primeiro piloto moçambicano a competir por uma equipa oficial de fábrica, sendo que este conta com o todo apoio técnico para que evolua cada vez mais.
A próxima aparição de Rodrigo Almeida será no próximo dia 25, no kartódromo do ATCM, na primeira prova deste ano do Campeonato de Karts.

 

Fonte:Opais

Moçambique estreia-se no “Africano” de Judo

 

JUDO-in.gif

 

CINCO dos seis judocas que constituem a Selecção Nacional estreiam-se hoje no Campeonato Africano de judo, competição que decorre em Tunis, Tunísia.

 

Trata-se dos judocas, Artur Júnior e Kevin Loforte (-66kg), Carlos Fondo, Ayton Siquir (- 73kg) e Uricson Machacane (-81kg), enquanto Jacira Ferreira (-52kg) entra em acção amanhã.

 

O grupo de seis atletas desembarca hoje em Tunis, onde já se encontra o seleccionador Neuso Sigaúque naquele país magrebino desde terça-feira para alinhavar aspectos logísticos e técnicos.

 

O “Africano” antecede o ciclo de qualificação - arranca em Maio - para os Jogos Olímpicos-Tóquio 2020, o que faz com que a competição em Tunis seja visto como antecâmara de preparação para a corrida para o maior evento desportivo do mundo.

 

O país tem sido representado pela esta modalidade nos Jogos Olímpicos. O primeiro judoca a rumar as olimpíadas foi Edson Madeira em Beijing-2008, depois Neuso Sigaúque em Londres-2012 e mais recentemente Marlon Acácio no Rio de Janeiro-2016.

 

 

Fonte:Desafio