Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

Songo parou para testemunhar a apresentação dos campeões

 

A União Desportiva do Songo apresentou sábado o seu plantel para 2018, composto por 28 jogadores, sendo 12 que transitam do ano passado. No jogo de apresentação os campeões nacionais defrontam e derrotaram o Befoword do Malawi por 1-0, com golo de Emmanuel, ex-avançado do ENH.

 

Os 12 jogadores que transitam do ano passado apresentados aos sócios e simpatizantes da União Desportiva do Songo são os guarda-redes Leonel Pindula e Charles Swini, os defesas Norberto Gildo, Mano e Tony, os meio-campistas Kambala, Cremildo, Banda e os avançados Luís Parkim e Mário Sinamunda, que compunham a espinha dorsal dos hidroeléctricos em 2017 quando pela primeira vez lograram conquistar o Moçambola, por sinal o primeiro para a província de Tete.

 

 

Fonte:Desafio

Moçambola arranca a 24 de Fevereiro

 

A Liga Moçambicana de Futebol (LMF) está a trabalhar na criação da logística necessária para que a edição 2018 do Moçambola arranque oficialmente no dia 24 de Fevereiro próximo. Neste momento a grande preocupação do Executivo de Ananias Couana é assegurar valores necessários para garantir o transporte, que é a principal despesa da competição.

 

De acordo com Ananias Couana, esta data é projectada em função da calendarização, tendo em conta que a Federação Moçambicana de Futebol (FMF) marcou a Supertaça para entre os dias 3 e 4 de Fevereiro e que depois (11 e 16) são datas em que os representantes nacionais nas Afrotaças-2018 estarão em competição.

 

 

Fonte:Desafio

É para continuar a ganhar

 

Foi um Nélson Santos destemido aquele que assumiu abertamente a luta pelo título na sua apresentação, semana passada, aos sócios do Ferroviário de Maputo. O técnico, que tem noção da grandeza da equipa que passa a comandar, promete que “com Nélson Santos (o clube) vai continuar a ganhar”.

 

O treinador, que foi por duas vezes vice-campeão (2015 e 2017), finalista vencido da Taça da Liga (2015) e vencedor da Taça de Moçambique (2017) pelo Costa do Sol, tem como objectivos claramente conquistar títulos, que andam longe das vitrinas “locomotivas” desde 2015. O contrato de dois anos obriga o técnico a olhar para a formação, criar uma identidade de formação, apostar no jogador da formação e colocar o maior número de jogadores na Selecção Nacional, afirma Santos.

 

 

Fonte:Desafio

AT e Académica revalidam “Nacionais” de vólei de sala

 

As equipas da Autoridade Tributária de Nampula e Académica “M” de Maputo, em masculinos e femininos, respectivamente, revalidaram os títulos de campeões nacionais de voleibol de sala, em seniores masculinos. Em juniores, Aliança (masculinos) e UP (femininos), ambos de Maputo, foram os campeões.

 

Os campeonatos nacionais de voleibol de praia terminaram na passada sexta-feira, na cidade de Nampula. Na última edição os “tributários” bateram uma forte Académica, comandada por Nuvunga, que não evitou que a sua formação perdesse por 3-2 (22-25, 25-19, 31-33, 25-22 e 15-10). Enquanto em seniores femininos a Académica vencera na última edição a sua homónima “B” por 3-0, em jogo da terceira e última jornada da competição, tornando-se assim campeã nacional.

 

 

Fonte:Desafio

Domingos Elias: um adeus depois de 30 anos a fotografar para o desafio

 

Domingos (Fortunato) Elias completou no passado dia nove de Janeiro 60 anos de idade, 30 dos quais foram dedicados a fotografar eventos desportivos para o semanáriodesafio, sendo que o espólio fotográfico que nos deixa, a par de ser enorme em quantidade, também o é em qualidade.

 

Por imperativos do cumprimento da lei laboral, a Sociedade do Notícias, SA, acaba de lhe conceder a merecida reforma. É a beleza do historial deste homem, conhecido também por Eu Também Vi ou Wapilapila, aquilo que se segue, naquilo que é, também, uma homenagem a quem deixa mais de 99 por cento das fotografias que foram publicadas neste jornal.

 

 

Fonte:Desafio

Onélia na Espanha para liderar o Deportivo

 

A base Onélia Mutombene rescindiu com o Ferroviário de Maputo na última semana e esta tarde  parte para a Espanha, onde terá a missão de liderar o Deportivo Promete, da II Divisão (basquetebol). Em entrevista exclusiva ao desafio, a atleta, de 27 anos, garantiu que foi contratada para assumir a equipa, que também milita na I Divisão.

 

O interesse da formação espanhola iniciou na fase final da Taça dos Clubes Campeões Africanos no ano passado, na cidade angolana de Luanda. Gisela Vega, poste, reforçou a equipa “locomotiva” na eliminatória e na fase final da Taça dos Clubes teria enviado um vídeo ao agente (Nico, da Agência Prodep, a mesma de Leia Dongue) e ele acompanhou o jogo da meia-final. Tendo gostado das exibições da base tratou de entrar em contacto com o treinador e de seguida apresentou a proposta à atleta.

 

 

Fonte:Desafio

Dongue conquistou África e agora é a vez da Espanha

 

Os maiores pavilhões africanos testemunharam os títulos e excelentes exibições da menina da Liberdade. Eles já não lhe reservam nada senão o ouro do “Afrobasket”. Todos os outros títulos – incluindo individuais – constam da sua galeria, daí que Leia “Tanucha” Dongue busque novos desafios no Gernika Bizkaia da I Liga Espanhola.

 

Já em 2016, aproveitando o defeso angolano – estava ao serviço do 1.º de Agosto – Leia Dongue assinou um contrarto de três meses com Al-Qázeres Estremadura, da II Liga Espanhola. A duas vezes MVP (jogadora mais valiosa) de África assinalou 12 pontos nos 13 minutos em que esteve em campo na sua estreia, numa partida em que a sua então equipa perdeu por 64-66 na deslocação a Araski AES

 

 

Fonte:Desafio

Salvado encabeça lista de técnicos fora de combate

 

O técnico Arnaldo Salvado vai estar fora do Moçambola-2018, juntando-se a uma lista enorme de treinadores descartados da maior festa de futebol. Realçar que cinco dos dezasseis clubes do Moçambola mantêm os mesmos treinadores do ano passado, nomeadamente UD Songo, Ferroviário de Nacala, Maxaquene, Chibuto e Liga.

 

Com o 1º de Maio, Sporting de Nampula e o ENH ainda por definir quem serão os seus treinadores para 2018, a União Desportiva do Songo, campeã nacional, manteve Chiquinho Conde no comando técnico, à semelhança do Ferroviário de Nacala, que vai continuar sob ordens de Rogério Balate (Zulu), assim como Artur Semedo no Clube do Chibuto e Antoninho Muchanga, que volta a conduzir o Maxaquene. Akil Marcelino, que chegou à Liga Desportiva a meio da época passada, volta a ser timoneiro da equipa que acolhe os seus jogos na Matola “C”.

 

 

Fonte:Desafio

Dramático acidente de viação acaba com carreira de Silvério

 

O antigo lateral direito do Costa do Sol Silvério, que alinhou também nas equipas da Liga Desportiva de Maputo, Maxaquene, Vilankulo FC e Chingale de Tete, está totalmente incapacitado de voltar a jogar futebol, em consequência de um dramático acidente de viação que sofreu em Dezembro de 2016.

 

Silvério anda com ajuda de canadianas e está a lutar nos hospitais do país para a sua reabilitação e a única promessa de ajuda vem do cidadão Rafik Sidat, que está disposto a custear as despesas de tratamento médico ao pé direito do jogador, que continua infectado, depois da operação a que foi submetido. O acidente, que praticamente acabou com a sua carreira, ocorreu na zona de Canangola, na cidade de Tete, e Silvério recordou o dia da tragédia com uma lágrima no canto do olho, quando o autor destas linhas o entrevistou recentemente na cidade de Maputo, onde anda a bater portas por onde passou como jogador a pedir ajuda. - Eu estava parado em cima da minha motorizada na berma da estrada na zona de Canangola, em Tete, no dia 23 de Dezembro de 2016, por volta das 21.00 horas, com o intuito de atravessar a estrada para o outro lado a fim de chegar a umas bombas de gasolina para abastecer. Foi então que passou um carro de dupla cabine que embateu-me violentamente e projectou-me para uma distância de seis metros.

 

 

Fonte:Desafio

Dário Monteiro procura talentos e ambição para a ascensão

 

O Desportivo de Maputo iniciou na semana passada, no campo do Costa do Sol, com o processo de triagem de jogadores que irão corporizar o plantel da época futebolística 2018. Dário Monteiro e a sua equipa técnica tiveram a dura missão de observar centenas de jogadores que acorreram ao sintético dos canarinhos em busca da sua sorte. O ex-atacante da Selecção Nacional acredita que o sucesso do clube só pode ser alcançado com o trabalho colectivo.

 

A contratação de Dário Monteiro por parte de Inácio Bernardo, presidente do Grupo Desportivo de Maputo (GDM), para conduzir os destinos do emblema alvi-negro, é um sinal positivo e prova necessária e inequívoca que o seu elenco transmite à massa associativa do clube, que sonha ver o regresso a águia de volta à roda do Moçambola. O primeiro dia de trabalho de Dário Monteiro foi marcado por uma enchente descomunal por parte de jogadores vindos de vários clubes do país em busca de um lugar ao sol, uma vez que a Direcção deste emblema ainda não atingiu a estabilidade financeira desejada para sair da crise que perdura desde 2013

 

 

Fonte:Desafio

Costa do Sol realizou o primeiro jogo de controlo

 

O vencedor da Taça de Moçambique, Costa do Sol, realizou ontem  ) o seu primeiro jogo de controlo, inserido no estágio de 12 dias que cumpre desde quinta-feira na vizinha cidade sul-africana de Nelspruit.
 
Para esta, que também é a primeira partida da pré-época iniciada a 5 de Janeiro passado, os “canarinhos” vão defrontar a formação do TS Sporting FC, da ABC Motsepe Mpumalanga, que compete na II Divisão do país vizinho. Na África do Sul desde quinta-feira, o Costa do Sol realizou até agora trabalhos de ginásio, aliados a treinos no Ingwenyama Conference and Sports Resort, arrancando somente hoje com jogos de controlo.
 
 
Fonte:Desafio