Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

12.Jan.18

Moçambique prepara-se para Grand Prix do Brasil

 

Os trabalhos de preparação da selecção moçambicana de futsal em seniores masculinos para o Grand Prix do Brasil, com início a 30 do mês em curso e término a 4 de Fevereiro próximo, em Florianopolis, arrancam hoje, no Pavilhão do Grupo Desportivo de Iquebal.

 

Os treinos da selecção decorrem até ao dia 26 de Janeiro corrente. Segundo o seleccionador nacional, Naimo Abudul, a competição é muito importante porque Moçambique está a quatro anos sem participar num Grand Prix. Por outro lado, a prova ajudará a selecção a ter um ritmo mais competitivo nos próximos eventos.

 

Na primeira fase serão qualificadas duas equipas de cada série, sendo que a competição estará dividida em quatro séries. As selecções que não se qualificarem para a fase seguinte disputarão entre si até para o apuramento da classificação final.

 

De referir que a prova vai envolver seis países, nomeadamente: Brasil, Colômbia, Moçambique, Bélgica, Costa Rica e Republica Checa. 

 

 

Fonte:Desafio

12.Jan.18

Mestre Vânia Vilhete sagra-se bicampeã nacional de xadrez

 

 

Ao fim de nove jornadas e igual número de triunfos, a xadrezista e também mestre Vânia Vilhete sagrou-se bicampeã nacional, esta quarta-feira, na categoria de seniores femininos, em evento que decorreu na cidade de Maputo.

 

Em masculinos, a prova foi ganha por Donaldo Paiva, candidato a mestre internacional, tendo totalizado sete pontos e meio, destronando desta feita o mestre Mateus Viajeiro, que ocupou o segundo lugar, com sete pontos. Na terceira posição posicionou-se Person Abrantes, com seis pontos.

 

O vencedor da prova, Paiva, afirma que o título de campeão é o que faltava nas suas colecções de troféus, acrescentando que vem se preparando desde o ano passado para conseguir este lugar de pódio.

 

“O meu dossier está completo em Moçambique. Só falta disputar títulos internacionais. Acredito que este ano será positivo e conquistarei o título de mestre ”, afirmou Paiva, que acrescenta que o que lhe falta são oportunidades de viajar, apelando, desta forma, aos patrocinadores que dêem o seu apoio neste aspecto.

 

Já Mateus Viajeiro, que ocupou o segundo lugar, queixa-se do adversário Person Abrantes, alegando que este teve um comportamento anti-desportivo e não mostroufair play.

 

– Um campeão tem que saber quando é hora de ceder. O árbitro foi avisado mas não tomou providências e o atleta continuou com o mesmo comportamento, não respeitando o lema da Federação Nacional de Xadrez, segundo o qual “somos uma família”.

 

 

Fonte:Desafio