Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

24.Ago.17

Moçambique perde com Egipto

 

 

 

A SELECÇÃO Nacional de basquetebol sénior feminina terminou em quarto lugar no Grupo “B” do Afrobasket-Mali 2017, ao perder diante do Egipto por 90-71.

 

Com o apuramento confirmado, já que tinha garantido o quarto lugar, cabia a equipa moçambicana lutar pelo terceiro lugar para fugir a um confronto com a campeã africana, Angola. Não foi possível, nos quartos-de-final os adeptos da bola-ao-cesto podem esperar por um duelo em português quando Moçambique e Angola defrontarem-se amanhã.

 

Tal como tinha ficado evidente no jogo da terça-feira frente a RD Congo, a defesa voltou a denotar muitas fragilidades. Cometeu muitos erros de ordem de posicionamento e até de marcação. O primeiro período foi o espelho da falta de organização defensiva. Em 10 minutos, as treinadas de Nazir Salé sofreram 32 pontos e marcaram 19. Uma má entrada, que de alguma forma hipotecou as chances de Moçambiquesuperar o Egipto. O segundo período foi uma excepção, pois foi o único em que o conjunto nacional conseguiu impor-se. Venceu por 19-12. A saída para o intervalo, as “faraós” comandavam com uma vantagem de seis pontos, 44-38. Esperava-se que a Selecção Nacional entrasse com a mesma atitude e disposição demonstrada no segundo período. Não aconteceu. Repetiram-se os “colossais” erros de finalização, muitas bolas perdidas, passes falhados e lacunas defensivas. A selecção egípcia tirou e bem proveito desse conjunto de aspectos para vencer o terceiro e quarto períodos por 19-12 e 28-20, respectivamente.

 

Com 13 pontos, Leia Dongue voltou a ser a “cestinha” da turma nacional, enquanto Deghady do Egipto foi a mais concretizadora no geral com 16 pontos.

 

Fonte:Jornal Noticias

24.Ago.17

Moçambique recebe 200 bolas de vólei da Federação Japonesa da modalidade

 

A Federação Moçambicana de Voleibol (FMV) vai receber hoje duzentas bolas da sua congénere do Japão, numa cerimónia que terá lugar pelas 14:00 horas, no Ministério dos Negócios Estrangeiros e Cooperação.

 

No âmbito da parceria com outras instituições desportivas nacionais e internacionais, a FMV entrou com o pedido à Federação Japonesa de Voleibol aquando da realização do Congresso da Federação Internacional de Voleibol (FIVB), que decorreu em Buenos Aires, na Argentina, no ano passado.

 

Sabe-se que o Japão vai acolher em 2020 os Jogos Olímpicos, pelo que Moçambique pretende tirar o máximo proveito possível das parcerias com os nipónicos.

 

De referir que o evento contará com a presença dos Ministros dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, da Juventude e Desportos de Moçambique, bem como do Embaixador do Japão.

 

Fonte:Desafio

24.Ago.17

Petromoc goleia (9-3) Gespetro e reacende a luta pela liderança

 

A Petromoc sonha com a liderança do Campeonato de Futsal da Cidade de Maputo, primeiro por ter a diferença de um ponto com o líder e segundo por ter um jogo em falta. Assim sendo, se vencer as próximas partidas assumirá a liderança da prova, deixando o Iquebal como segundo classificado.

 

Na 11ª jornada, disputada no fim-de-semana, a Petromoc cilindrou o Gespetro, por 9-3, tendo o seu técnico, César Mussagy, afirmado que a equipa está a trabalhar bastante para alcançar o pódio da prova.

 

– A Petromoc está em vantagem, primeiro porque tem um jogo em falta em relação ao Iquebal e a um ponto de distância do líder. Resta-nos trabalhar um pouco mais para não perder as próximas partidas e nos sagramos campeões da cidade. Afirmou César Mussagy.

 

Por seu turno, o técnico do Gespetro, Madala, disse que a sua equipa tem sofrido derrotas pelo mesmo erro desde o inicio do campeonato.

 

– O jogo foi muito emocionante. Tivemos uma primeira parte totalmente dominada por nós, mas na segunda parte tivemos problemas de fadiga. O nosso erro de sempre é em relação à sinalização, disse Madala.

 

Ainda nesta ronda, mas já no sábado, o Iquebal humilhou a Papelaria Rex, por 10-3.

 

Desta feita, o treinador da Papelaria Rex, Mauro Bucuane, lamentou o facto de ter sido goleado, afirmando que“foi um jogo péssimo para nós. Todas as bolas que tínhamos perdíamos ao fazer transições. 

 

Já o treinador de Iquebal, Junaid Bachir, mostrou-se satisfeito com os resultados da sua equipa.

 

– A equipa entrou bem, soube impor o jogo ao adversário. Conseguimos fazer boas transições, controlámos bem a bola, marcámos cedo e conseguimos gerir o jogo, disse Bachir.

 

De referir que na tabela classificativa, o Iquebal lidera a prova, com 25 pontos, seguido pela Petromoc, com 24, e o Gespetro continua sendo o lanterna vermelha, sem nenhum ponto.  

 

Lembre-se que o campeonato está há quatro jornadas do fim e só passarão para as meias-finais quatro equipas, num universo de sete.

 

De referir que a 11ª jornada só fechou ontem, no Pavilhão da Politécnica, com encontro de MCN-Atlético de Moçambique, que terminou com o resultado de 2-1.

 

 

Fonte:Desafio

24.Ago.17

Ginastas moçambicanos arrancam dois ouros e prata na África do Sul

 

Os ginastas moçambicanos Obadias Manuel, Auazio Julião e Violeta Augusto arrancaram duas medalhas de ouro e uma de prata no Campeonato Nacional de Ginástica Aeróbia da África do Sul, que decorreu no último sábado, em Pretória, capital política daquele país.

 

A equipa moçambicana foi composta unicamente pelos três atletas atrás referidos, que participaram do campeonato daquele país na qualidade de convidados dos sul-africanos, tendo os mesmos disputado três provas, duas individuais, em masculinos, e uma colectiva.

 

Nas provas individuais, Obadias Manuel qualificou-se em primeiro lugar e o seu colega e compatriota Auazio Julião ficou na segunda posição.

 

Já nas provas colectivas, Obadias e Auazio juntaram-se a Violeta Augusto e conseguiram mais uma medalha de ouro.

 

– Agradecemos a todos que contribuíram para a nossa participação nesta prova e em especial a Universidade Pedagógica por nos ter concedido apoio e espaço para praticarmos o nosso exercício, afirmou Obadias Manual, em jeito de gratidão e satisfação.

 

Recorde-se que em Dezembro próximo os atletas irão participar na prova de apuramento para o Campeonato Africano de Ginástica, no capital sul-africana.

 

Fonte:Desafio

24.Ago.17

Beira vai ter um estádio municipal em 2018

 

A cidade da Beira irá contar com um estádio municipal a partir de 2018, que se localizará no bairro da Munhava, cuja primeira pedra da construção do mesmo foi lançada segunda-feira última, pelo edil daquela cidade, David Simango.

 

Segundo dados disponíveis, a construção desta infra-estrutura custará cerca de 94 milhões de meticais, que serão tirados dos cofres da edilidade.

 

O estádio terá a capacidade de acolher cerca de 8000 mil espectadores, mas numa primeira fase só serão construídas bancadas com capacidade para suportar 3000 mil pessoas, devido aos custos elevados da construção.

 

De salientar que o arranque da construção do estádio estava prevista para o ano passado, mas devido às fortes chuva que se fizeram sentir o município deu prioridade à resolução do dilema da erosão provocada pela precipitação, que apoquentava os munícipes.

 

 

Fonte:Desafio

24.Ago.17

Tete confirma presença nos Nacionais de Atletismo

 

O presidente da Associação Provincial de Atletismo de Tete (APATETE), Samo Joaquim, afirma que estão a ser finalizados os preparativos dos seus corredores para os Nacionais de Atletismo, que decorrerão na cidade de Chimoio, província de Manica, sendo que a partida da sua delegação está marcada para o próximo domingo, dia 28 deste mês.

 

Samo Joaquim confirmou a ida de um total de 18 elementos, dos quais 16 são atletas, que irão competir em todos os escalões que serão movimentados no evento, em que a província de Tete irá ser representada pelos distritos de Moatize, Mutarara, Shangara, Macanga e Tsangano.

 

Ainda segundo Samo, o apoio que tem tido da Federação Moçambicana de Atletismo, em termos logísticos, estáacautelado, incluindo a questão do transporte, especialmente porque a província faz mais atletismo nos distritos.

 

De lembrar que esta vai ser a segunda participação de Tete este ano nos nacionais de atletismo, depois do nacional de corta-mato, onde teve uma classificação para esquecer e que pretende melhorar nesta prova, que arranca próxima semana.

 

Fonte:Desafio

24.Ago.17

Selecção feminina de basquetebol apura-se para os quartos-de-final

 

Despois de vencer a República Democrática do Congo, por 72-42, a selecção de Moçambique apurou-se para os quartos-de-final do Afrobasket, que decorre em Bamako, Mali, e pode ocupar o terceiro lugar do Grupo B, caso vença o Egipto esta tarde, resultado que faria com que as meninas de Nasir Salé evitassem um encontro com a campeã africana Angola.

 

Nasir Salé manifestou o desejo de terminar bem a fase de grupos da prova, pois, segundo defende, apesar de ser a equipa mais nova do campeonato a nossa equipa atravessa um bom momento.

 

Num breve rescaldo sobre os encontro até aqui realizados, Salé disse que  no encontro diante da Nigéria a equipa não esteve concentrada no primeiro e segundo períodos, mas esteve melhor diante da Guiné Conacry, em que ganhou por boa margem no terceiro e quarto períodos, o que significa que ”as nossas segundas partes tem sido melhores que as primeiras”.

 

 Ainda segundo Salé, há que realçar que a equipa não entrou concentrada no primeiro período, mas o não desistir de cada jogo e tentar manter os índices e volumes tem sido algo notório e felicita o grupo, que tem trabalhado arduamente, sem nunca atirar a toalha ao chão. 

 

A turma moçambicana é a favorita no jogo de hoje, diante do Egipto, que marcará o fecho da fase de grupos.

 

Para além do encontro Moçambique-Egipto, estão marcados para esta noite os despiques Guiné Conacry-República Democrática do Congo e Senegal-Nigéria.

 

 

Fonte:Desafio