Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

Seleção feminina de basquetebol no grupo da campeã Nigéria na fase final do Afrobasket-2017

 

A seleção moçambicana feminina de basquetebol ficou inserida no Grupo B no Afrobasket-2017, o mesmo da atual campeã Nigéria.


Além de medir forças com a Nigéria, a equipa moçambicana defrontará o Senegal, Egipto, Guiné Conacri e ainda o vencedor da zona 4, ainda por apurar.


O objetivo de Moçambique é transitar para os quartos de final, sendo que para tal terá que ser uma das quatro primeiras classificadas.


Nigéria e Senegal, primeiro e quarto classificados, respetivamente, no último Afrobasket, são países que deverão marcar presença na segunda fase da competição que o Mali vai organizar, entre 17 e 28 de agosto.


O Egipto surge como terceira melhor seleção do grupo, mas diante das egípcias, o coletivo moçambicano terá uma palavra a dizer, até para tentar apurar-se como terceiro melhor classificado e evitar um confronto com o primeiro do Grupo A, que, em princípio, deverá ser a vice-campeã Angola.


No Afrobasket-2015, Moçambique terminou na 11.ª posição.
 
 
Álvaro da Costa, Maputo
 
 
 
Fonte:Abola

Aníbal Manave toma posse como presidente do COM

 

Aníbal Manave toma, na próxima quinta-feira, posse como novo presidente do Comité Olímpico de Moçambique.


Eleito a 13 de abril com um total de 11 votos em 17 possíveis, Aníbal Armando foi o escolhido pela maior parte das federações desportivas, em detrimento de Joel Libombo, antigo ministro da juventude e desporto.


Manave, que desempenhava a função de secretário geral no Comité Olímpico, sucede no cargo a Marcelino Macome.


O dirigente estabelece como um dos objetivos prioritários colocar nos Jogos Olímpicos-Tóquio 2020, um número de atletas superior aos 6 que representaram Moçambique nas olimpíadas do Rio-2016.
 
 
Álvaro da Costa, Maputo
 
 
Fonte:Abola

“Tricolores” cilindram vizinho

 

O MAXAQUENE derrotou o Desportivo, por 68-30, no “clássico” da 18ª jornada do Campeonato de Basquetebol da Cidade de Maputo, em seniores masculinos, resultado que coloca os “tricolores” na segunda posição em parceria com o Costa do Sol.

 

O jogo era de capital importância para os “alvi-negros”, visto que eram obrigados a vencer para não se deixarem alcançar pela A Politécnica, uma das equipas que lutam por um lugar na segunda fase da competição.

 

Venceram os “tricolores”, que mesmo assim partilham o segundo posto com o Costa do Sol, que “esmagou” o Aeroporto, por 111-39. As duas equipas somam 25 pontos, menos cinco que o Ferroviário, líder da prova, com 30.

 

A Universidade Pedagógica derrotou o Matolinhas, por 115-53, numa grande demonstração de força dos “pedagogos”, que conseguiram fazer mais de 100 pontos.

 

Em femininos, o Costa do Sol bateu o Desportivo, por 75-62, o que deixa as “alvi-negras” cada vez mais em maus lençóis na cauda da tabela.

 

O Ferroviário “B” derrotou o Maxaquene, por 57-41.

 

Refira-se que os quatro primeiros classificados passam para a segunda e última fase, em ambos os sexos.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

Desportivo derrotado em casa

 

 

 

O DESPORTIVO foi derrotado, em casa, pelo Incomáti, por 1-0, no jogo mais aguardado da quinta jornada do Campeonato Nacional da Divisão de Honra-Zona Sul.

 

Este desaire deixa os “alvi-negros” a dois pontos do líder Matchedje, que agora tem a companhia do Incomáti na frente da tabela classificativa. Nesta ronda, os “militares” não foram além de um empate caseiro com o Palmeiras de Homoíne a zero golos.

 

Nota para a primeira vitória do Estrela Vermelha na prova, frente ao SHM de Vilankulo, por 1-0. Os “alaranjados”, candidatos à subida ao Moçambola, ocupam agora a 10ª posição, com cinco pontos. O Ferroviário de Gaza empatou com o Vulcano sem abertura de contagem.

 

ESTA FC continua a ser a surpresa da competição, visto que, ao vencer fora a AD Chókwè, por 1-0, passou a somar oito pontos e está bem intrometido na luta pelo primeiro lugar.

 

Noutro desafio, o Ntumbuluco FC bateu as Águias Especiais, por 1-0.

 

FERROVIÁRIO DE QUELIMANE GOLEADOR

 

O Ferroviário de Quelimane goleou o Atlético de Gondola, por 5-0, e manteve-se no primeiro lugar na Zona Centro com 11 pontos, mais três que o Estrela Vermelha da Beira. Os “alaranjados” foram ao campo do Pipeline da Maforga vencer por 2-0.

 

 A UP Manica recebeu e venceu o Sporting da Beira, por 3-1, e consolidou o terceiro lugar com sete pontos. O Têxtil do Púnguè continua a acreditar que é possivel regressar ao Moçambola, depois de ganhar ao Sporting de Quelimane, por 2-1. Os “fabris” da Manga ocupam a quarta posição com seis pontos.

 

SPORTING DE NAMPULA ISOLA-SE

 

O Sporting de Nampula isolou-se na liderança da Zona Norte ao vencer a Liga Desportiva de Pemba, por 2-1, e beneficiar do desaire do FC Angoche no reduto do Desoportivo da Mueda, por 1-0.

  

O Sporting de Nampula passou a contar com 10 pontos, mais três que o FC Angoche. Com os mesmos pontos (sete) que a turma de Angoche estão o Ferroviário de Lichinga e a Liga Desportiva de Monapo. Curiosamente, os “locomotivas” de Lichinga e a turma de Monapo jogaram entre si, tendo a segunda equipa ganho, por 2-0.

 

O Ferroviário de Pemba, que na época 2014 esteve no Moçambola, desilidiu ao perder perante ao seu público, por 2-1, com as Águias Especiais. Os pembenses são últimos com quatro pontos em cinco jogos efectuados.

 

 

Fonte:Jornal Noticias