Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

SOCREMO ISOLA-SE NA LIDERANÇA NO FUTSAL

 

Na Liga Bancária de Futsal, a Socremo isolou-se no comando da competição depois de derrotar o Capital Mais por 7-6, em jogo da 14.ª jornada. Com o triunfo, a Socremo passou a somar 31 pontos, mais um que o FNB, que foi copiosamente derrotado pelo Millenium bim por 6-1.

 

O Standard Bank cilindrou o BancABC por 5-1. O Moza e o Barclays não foram para além de um empate a duas bolas. o Banco Único goleou o Banco de Moçambique por 5-1.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

BCI imparável no básquete

 

O BANCO Comercial e de Investimentos (BCI) está embalado no Torneio de Basquetebol Sénior Masculino da Liga Metical, ao somar sete triunfos em igual número de jogos, sendo desde já candidato à conquista da prova.

 

No último fim-de-semana, o BCI derrotou a Mcel por 45-19, num dos jogos mais desnivelados da ronda. O Millennium bim bateu o Standard Bank por 45-29, tomando de assalto o segundo lugar.

 

O Banco Único venceu ao FNB por 46-32. O Banco de Moçambique ganhou por falta de comparência (20-0) ao Moza Banco.

 

O BCI lidera com 14 pontos, mais um que o Bim, na segunda posição. Banco de Moçambique e Mcel partilham o terceiro, com 11. Saliente-se que a prova decorre no sistema clássico de todos contra todo em duas voltas.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

A aposta na formação já começa a dar frutos

 

NO rescaldo do Campeonato de Hóquei em Patins de seniores, que terminou sexta-feira, o presidente da Federação Moçambicana de Patinagem (FMP), Nicolau Manjate, destacou o facto de terem estado presentes jovens hoquistas provenientes do projecto de massificação e revitalização das escolas de iniciação, iniciado em 2011, quando assumiu o cargo de dirigente máximo da modalidade.

 

Fiquei muito satisfeito e até orgulhoso por ver que o projecto da formação já se faz sentir nos seniores. Foi visível no campeonato que hoje termina (sexta-feira) ver muitos jovens saídos das escolas da federação e dos clubes jogarem e demonstrarem o seu valor diante dos mais experientes. Penso que é o abrir de uma nova página da patinagem no país e deixa-me muito à vontade quanto ao futuro, pois por este andar é evidente que teremos um hóquei ainda mais competitivo”, afirmou.

 

Manjate mostrou-se igualmente satisfeito pelo facto de a Selecção Nacional poder contar no futuro, curto e médio prazos com jovens de enorme talento. “Realmente nós temos um talento natural para o hóquei. Vi aqui jovens com enorme margem de progressão e com capacidade para servir a selecção. Aliás, é fundamental contarmos com jogadores de qualidade por forma a fazer-se a rotatividade de jogadores. Porque, como deve perceber, os que agora estão na selecção chegará uma altura que devido à idade já não poderão dar o seu contributo, e para tal teremos que dar substitutos à altura”, disse.

 

O presidente da FMP elogiou ainda os clubes, nomeadamente Estrela Vermelha, Desportivo, Ferroviário, Académica, Koka Missava e Dom Bosco pelo trabalho que têm feito para o fortalecimento da modalidade e, no geral, deu os parabéns à família da modalidade pela entrega e ainda à Associação de Patinagem da Cidade de Maputo (APCM) por ter organizado com sucesso o campeonato.

 

Todos juntos tornamo-nos mais fortes. Esta é a política que defendo e tem sido o segredo para que possamos ao longo do ano organizar muitas provas e com qualidade. Mais uma vez quero agradecer e elogiar a todos aqueles que fazem a modalidade. Falo de atletas, treinadores, dirigentes, árbitros e adeptos da modalidade por perderem parte do seu tempo em prol do hóquei em patins”, frisou. 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

Mandela impõe-se

 

A ESCOLA Secundária Nelson Mandela, campeã em título, derrotou de forma copiosa a sua congénere da “Malhazine” por 32-12, em partida da quarta jornada do torneio de basquetebol interescolar, Basket Show.

 

Vitória categórica da “Mandela” perante uma das equipas candidatas à conquista do título. Noutras partidas em masculinos, a “Matola”, equipa com mais títulos nesta prova, venceu a “Lhanguene” por 29-17.

 

A “Josina Machel” venceu a “São Joaquim” por 32-22, naquele que foi o jogo mais nivelado. Em femininos, a “Nelson Mandela” bateu a “Josina Machel” por 55-15. A “Noroeste I” venceu a “Eduardo Mondlane” por 41-29.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

“Nacional” de Boxe é já este mês

 

O CAMPEONATO Nacional de Boxe só terá lugar nos finais deste mês, segundo o presidente da Federação Moçambicana da modalidade (FMBoxe), Benjamim Uamusse, mais conhecido por Big-Ben nos meandros desportivos.

 

A competição terá lugar na capital do país, mais concretamente no pavilhão do Estrela Vermelha, isto depois de descartada a hipótese de ser na Maxixe, província de Inhambane, por questões logísticas.

 

Em princípio, a prova vai decorrer nos dias 25, 26 e 27, praticamente as mesmas datas do “Nacional” do ano passado, realizado na cidade de Xai-Xai, província de Gaza.

 

O presidente da FMBoxe avançou que a instituição que dirige havia conseguido uma parceria com uma instituição financeira da praça para patrocinar o “Nacional” na Maxixe, mas a mesma está numa situação crítica em termos de liquidez neste momento, pelo que dificilmente poderá prestar o seu apoio.

 

Em face disso, a FMBoxe está neste momento mais inclinada ao plano “B”, que consiste em organizar a prova na cidade de Maputo, onde, segundo Big-Ben, o “Nacional” será mais económico, pois é onde se encontra a nata do boxe moçambicano, para além de haver mais condições logísticas, como o ringue e a Vila Olímpica para hospedagem dos atletas.

 

À Maxixe só iríamos se conseguíssemos um bom apoio financeiro, mas não foi possível, sobretudo porque o Estado, através do Fundo de Promoção Desportiva, não nos pode ajudar, dada a situação que todos conhecemos. 

 

Seria muito oneroso tirar vários clubes de Maputo para Inhambane, mas é mais simples levar os pugilistas das províncias para Maputo, pois não são numerosos”, explicou.

 

A cidade de Maputo tem pugilistas do Estrela Vermelha, Matchedje, Ferroviário, academias Nhuane, Lucas Sinóia, Paulo Jorge, Rectificadora LM e Núcleo de Bagamoyo, que ao todo perfazem 80 por cento dos participantes do Campeonato Nacional.

 

Outras províncias que normalmente são representadas nos “Nacionais” são Gaza, Inhambane, Manica, Sofala e Nampula, estas duas últimas com uma média de seis/sete atletas e as restantes têm uma média de três.Lembre-se que o Estrela Vermelha é campeão nacional em título.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

“Mambas” defrontam Quénia e África do Sul

 

A SELECÇÃO Nacional de Futebol, os “Mambas”, defrontam o Quénia e África do Sul nos dias 12 e 15 do mês corrente, em Nairobi e Maputo, respectivamente, em jogos amigáveis inseridos na Data-FIFA, anunciou a Federação Moçambicana de Futebol (FMF).

 

Contra o Quénia, os “Mambas” irão jogar fora de portas, sendo este um adversário pouco conhecido, cuja última vez que se defrontaram foi há sete anos, nas eliminatórias combinadas do acesso ao CAN e Mundial-2010. Na altura, Moçambique perdeu em Nairobi por 1-2 e depois ganhou em Maputo por 1-0.

 

O confronto com o Quénia será o segundo de carácter amigável fora de casa, depois de no mês passado os “Mambas” terem jogado com o Togo, onde perderam por 0-2. Entretanto, o desafio com a África do Sul terá lugar no Zimpeto, na noite de 15 do mês em curso. Será o último jogo do combinado nacional este ano. Os “Mambas” nunca venceram os “Bafana-Bafana”, nem em jogos amigáveis, muito menos em oficiais.

 

As duas selecções defrontaram-se pela última vez em 2014, no CAN-Interno, com os sul-africanos a ganharem por 3-1.

 

A convocatória para este duplo compromisso será anunciada amanhã, por volta das 11.00 horas na sede da FMF.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

Três com licenças definitivas, oito conhecem decisão hoje

 

TRÊS clubes do Moçambola, nomeadamente o Ferroviário da Beira, Liga Desportiva e Estrela Vermelha, ambos de Maputo, foram concedidos licenças definitivas pela Comissão de Licenciamento de Clubes (CLC) da Federação Moçambicana de Futebol (FMF), sendo que oito conhecem decisões finais hoje e os restantes cinco não fizeram qualquer requerimento.

 

Para o Órgão de Análise de Primeira Instância (OPI) da CLC, Ferroviário da Beira, Liga e Estrela reuniram os requisitos exigidos com padrão para o licenciamento, nomeadamente possuir sede, estrutura (órgãos sociais eleitos e contabilidade organizada), infra-estruturas básicas, campo ou estádio próprio ou arrendado para a realização de jogos, e  equipas de formação.

 

Entretanto, oito clubes só deverão conhecer o veredicto final hoje, em sessão da análise deliberatória da OPI, que terá lugar em Maputo. Trata-se do Maxaquene, Ferroviário de Maputo, Ferroviário de Nampula, Chibuto, ENH de Vilankulo, União Desportiva do Songo, Ferroviário de Nacala e Costa do Sol. Estes oito tinham licenças provisórias que venceram ontem, 1 de Novembro.

 

Por não terem requerido a regularização da sua licença, a CLC não atribuiu qualquer tipo de licença a cinco clubes do nosso principal campeonato, designadamente o Desportivo do Niassa, 1.º de Maio de Quelimane, Desportivo de Nacala, Desportivo de Maputo e Chingale.

 

A CLC reitera que estes clubes estão abstraídos de todo o processo e encontram-se numa situação do incumprimento geral, sendo que uma das sanções é não ter direito a disputa do Moçambola-2017.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

Vocês foram embaixadores de Moçambique

 

A vice-ministra da Juventude e Desportos, Ana Flávia Azinheira apelidou de embaixadores de Moçambique os quatro pilotos moçambicanos do ATCM, representantes do país no recém-terminado mundial “Rok Cup-2016” da Itália. Azinheira fez este pronunciamento aquando da recepção, no átrio do MJD, da delegação deste desporto motorizado chefiada por António Marques, presidente do ATCM.

 

Acompanhámos com agrado os vossos resultados. Terminar em vigésimo primeiro lugar no meio de noventa pilotos de todo o mundo é salutar sobretudo olhando para as condições de treinamento em que internamente temos. Estamos cientes do esforço que vocês têm feito para ter melhores marcas e resultados. Porém, mesmo diante destas insuficiências vocês conseguiram no mundial melhor resultado para Moçambique, salientou Ana Flávia, visivelmente satisfeita pela prestação dos pilotos ora recebidos.

 

– A partir do momento em que vocês entram para esta prova que era mundial já não estavam em nomes próprio mas, representavam os 25 milhões de moçambicanos. Portanto, vocês falaram e foram embaixadores de Moçambique. Quero, em meu nome e do governo felicitar ao Karl Pitzer, Naomi Pitzer, Rodrigo Almeida e Lagson Leão e seus respectivos mecânicos, e aos encarregados que tudo têm feito para que os pilotos participem em competições como estas, reiterou a governante para quem o seu pelouro continuará a dar apoio necessário aos gestores e fazedores do desporto motorizado e automobilismo.

 

Entretanto, realizou-se no sábado a sétima e última prova do Campeonato ATCM-2016 cujos resultados finais foram os seguintes por categorias:

 

Cadete (Ricardo Pereira, Zidane Neto e KamyYedaAlibai); Maxterino B (Ruben do Vale, Cláudia e Jussara Xavier); Maxterino A (HaziqueRazaque; Rodrigo Almeida e Guilherme Rocha) MaxJunior (Laher Maciel, Eric Kasa e Kyara Rocha).

 

 

Fonte:Desafio

Fer. Nampula e ENH encerram Moçambola-2016

 

COM o Moçambola formalmente terminado no domingo, o Ferroviário de Nampula e ENH de Vilankulo protagonizam esta tarde (15.00 horas), no Estádio 25 de Junho, a última partida da prova.

 

O jogo foi adiado no domingo por motivos de força maior, segundo a Liga Moçambicana de Futebol (LMF). As duas formações vão apenas cumprir com o calendário, dado que já têm a situação definida, ou seja, permanecem na prova e ambos estão longe dos lugares cimeiros.

 

Os “locomotivas” estão, neste momento, na sexta posição, com 44 pontos, sem hipóteses de chegar ao quinto, dado que o Ferroviário de Maputo, que ocupa esse lugar, está a cinco pontos. Já os “hidrocarbonetos” estão na 11.ª posição, com 37 pontos, menos um que o Costa do Sol e menos três que o Desportivo de Nacala, na 10.ª e nona posições, portanto, duas equipas que ainda podem ser ultrapassadas pelo representante de Inhambane.

 

Face a esta situação, o embate tem mais significado para a equipa de Vilankulo do que para os nampulenses, pois quer uma vitória, quer uma derrota nada muda no seu posicionamento na tabela classificativa.

 

Refira-se que o Ferroviário da Beira é campeão, UD Songo vice e Chibuto terceiro.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

Abel, Fernando e Geny já estão no Porto

 

OS jovens futebolistas Abel Joshua, Fernando Chamboco e Geny Cipriano, seleccionados no programa de pesquisa de jogadores “Caça-Talentos”, da iniciativa do Clube do Chibuto, em parceira com o FC Porto, já estão em Portugal.

 

O trio deixou Maputo na manhã de sábado rumo às terras lusas à busca de sorte na academia do FC Porto, parceiro da iniciativa levada a cabo pelo Chibuto em Setembro, que consistiu no “scouting” que culminou com a selecção destes.

 

Os três vão trabalhar no Dragon Force (Academia do FC Porto), por duas semanas, sendo os que agradarem o departamento de formação dos “dragões” poderão permanecer naquele emblema português, numa primeira fase com um contrato de formação.

 

Para além destes três, há um bolseiro do Chibuto que só deverá deixar Maputo no sábado, depois de ter falhado a ida com o trio devido a problemas burocráticos. Trata-se de Armando Júlio, que vai seguir na companhia de um dos dirigentes do Chibuto.

 

Este último só deverá permanecer uma semana nas terras lusas. Entretanto, Abel (16 anos), Fernando (18) e Geny (15) começaram a trabalhar ontem e chegam ao Porto cheios de confiança.

 

Refira-se que o “Caça-Talentos” decorreu em Maputo e no Chibuto. Em Maputo envolveu cerca de 800 jogadores, sendo que em Chibuto foram mais de 300, sob supervisão de quatro técnicos do FC Porto.

 

 

Fonte:Jornal Noticias