Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

14.Out.16

Iquebal lidera provisoriamente

 

O IQUEBAL lidera provisoriamente o Campeonato de Futsal da Cidade de Maputo com vitória, na noite de quarta-feira, sobre ADDEEC por 8-5, no arranque da 14.ª jornada, que será concluída hoje. Na mesma noite e a contar para a mesma ronda, a MCN empatou com a PNS Vitória por 2-2.

 

Com o triunfo, o Iquebal tem a vantagem de três pontos sobre a Liga Desportiva, que pode ainda recuperar o trono se vencer esta noite (21.15 horas), no seu pavilhão, a USTM. A MCN mantém-se na quinta posição e a PNS Vitórias na penúltima. 

 

A anteceder o jogo entre a Liga e a USTM, a Petromoc defronta a Papelaria Rex, a partir das 20.00 horas, neste que é o encontro mais esperado da ronda, visto que coloca frente-a-frente o terceiro e o quarto classificado do certame.

 

Aliás, em caso de vitória, a Papelaria Rex pode alcançar os “petrolíferos”, que estão neste momento com três pontos de vantagem sobre o seu adversário da jornada.

 

Ainda esta noite, a Maidina Construções defronta a Auto Avenida, a partir das 20.00 horas, no Pavilhão do Grupo Desportivo Iquebal. A 14.ª jornada completa-se amanhã com o duelo entre o Estrela Vermelha e o CCT, a partir das 17.00 horas, no Pavilhão do Iquebal.

 

 

CLASSIFICAÇÃO ACTUAL

 

                                                J           V         E          D         B         P

 

GD IQUEBAL                          14        13        0          1          80-26   39

Liga Desportiva                        13        12        0          1          67-13    36

Petromoc                                 13       10        0          3          83-26   30

Papelaria Rex                          13        9          0          4          47-25    27

MCN                                       14        7          2          5          39-30   23

Estrela Vermelha                     13        5          3          5          42-37   17

ADDEEC Moz                          14        5          2          7          72-55   17

Auto Avenida                         13        4          2          7          52-46   14

Maidina Construções                13        5          0          8          39-76   15

PNS Vitórias                             14        3          2          9          36-56   11

USTM                                     13        2          0          11        29-49   6

CCT                                        13        0          0          13        12-135   0

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

14.Out.16

Songo na primeira das três “finais”

 

TRÊS jogos, três finais. Título inédito tão perto, mas também tão longe, enfim bastante difícil de alcançar. Este é o cenário que caracteriza a União Desportiva do Songo a estas alturas de malas aviadas para Maputo, onde domingo defronta o Costa do Sol.

 

Jogo complicado para os “hidroeléctricos”, sem margem de erro, num campo que não trás boas recordações na memória recente. Esta é, sem dúvidas, uma das partidas mais aguardada da 28.ª jornada.

 

A UD Songo é obrigada a vencer, pois, caso não consiga, complica as contas do título. Para o Costa do Sol este é mais um jogo para cumprir o calendário. A manutenção está garantida e as hipóteses do título esfumaram-se há muito tempo.

 

Sem nada a perder, aos “canarinhos” restam apenas a vingança da recente goleada, por 0-3, sofrida no Songo na segunda “mão” das meias-finais da Taça de Moçambique/mCel, depois de uma vitória em casa, na primeira “mão”, por 1-0.

 

As atenções estão igualmente viradas para Chiveve, onde o actual líder, Ferroviário da Beira, recebe o seu homónimo de Nacala, outra equipa que não tem muito a perder. Os beirenses estão motivados pelo ciclo de bons resultados acompanhados dos desaires do seu mais directo adversário, UD Songo, pelo que frente à turma de Nacala são claros favoritos aos três pontos que podem valer a liderança isolada.

 

Aliás, para os “locomotivas” do Chiveve, a recepção ao Ferroviário de Nacala é, igualmente, a primeira das três batalhas finais rumo ao inédito título.

 

No Zimpeto, os já arredados da luta pelo “canecão”, Maxaquene e Liga Desportiva, voltam a defrontar-se depois de, na semana passada, os “muçulmanos” terem imposto uma goleada aos “tricolores” na final da Taça da Liga/BNI. O Maxaquene tem o dever de se vingar da humilhante derrota, enquanto a Liga procura ganhar para melhorar a classificação.

 

No campo do Afrin, na Machava, o Estrela Vermelha, que luta pela permanência, recebe o já despromovido Desportivo do Niassa, numa partida em que os “alaranjados” são obrigados a encaixar os três pontos, sob pena de caírem no abismo.

 

No Estádio 25 de Junho, o Ferroviário de Nampula mede forças com o 1.º de Maio de Quelimane que batalha pela manutenção. No Estádio da Machava há um “clássico” entre o Ferroviário de Maputo e o já despromovido Desportivo, também da capital do país. Com as contas de manutenção já acertadas, o Chingale recebe o ENH de Vilankulo. Em Nacala, o Desportivo terá a visita do Chibuto.

 

Todos os jogos têm lugar no domingo, a partir das 15.00 horas.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

14.Out.16

LUÍS WONG, PRESIDENTE DA COMUNIDADE CHINESA: KUNG FU É PARTE DA CULTURA CHINESA

 

A MODALIDADEfaz parte da cultura chinesa. É uma especialidade muito apreciada e popular lá no nosso país. Estes jovens vão a China com o apoio de várias empresas, entre moçambicanas e chinesas. O objectivo é difundirmos o kung fu em Moçambique, agora que estamos numa fase de expansão. Começámos aqui em Maputo e agora queremos atingir as províncias”, revelou o presidente da Comunidade Chinesa de Moçambique, promotora da viagem dos cinco jovens à China.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

14.Out.16

AHMED HIRFAH: VAMOS APROVEITAR PARA PREPARAR O MUNDIAL

 

A EXPECTATIVA é enorme da nossa parte. Vamos trocar experiências, mas também aproveitar a oportunidade para preparar o mundial do próximo ano, no qual queremos ter bons resultados. Kung fu é uma modalidade nobre que está a ser introduzido no país e que, para mim, tem sido muito importante do ponto de vista físico e de saúde”, observou.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

14.Out.16

ARTUR ERNESTO: OPORTUNIDADE ÍMPAR

 

ESTA é uma oportunidade ímpar que temos de ir para fora trocar experiências, sabendo de antemão que as nossas condições de treinamento no país são muito diferentes. Acredito que vamos ter mais conhecimentos, que posteriormente iremos transmitir aos outros colegas”, disse Artur Ernesto, praticante do kung fu há dois anos.

 

Fonte:Jornal Noticias

14.Out.16

MOHAMED AHMANS: GRANDE MOMENTO DAS NOSSAS CARREIRAS

 

A VIAGEM à China é um grande momento para nós, como jovens e desportistas. Lá vamos trocar experiências. Da nossa parte vamos apresentar alguns números e iremos aprender e aperfeiçoar outros com os chineses. Espero ser bem-sucedido na China e voltar para o país como uma mais-valia para a sub-modalidade. Esta é também uma oportunidade de nos prepararmos para o mundial do próximo ano, que terá lugar na Rússia”, realçou Mohamed.

 

Fonte:Jornal Noticias

14.Out.16

Atletas deixam país com enorme expectativa

 

OS cinco atletas nacionais do kung fu, que deixaram ontem o país rumo à China para o aperfeiçoamento das técnicas da modalidade, mostram-se muito expectantes quanto aos resultados da experiência que irão ter durante um mês naquele país asiático.

 

Na hora da despedida, o quinteto, constituído por Calisto Matsimbe, Mohamed Ahmans, Artur Ernesto, Dinis António e Ahmed Hirfah, promete fazer desta experiência uma oportunidade para difundir e expandir o kung fu no país, pois acredita que vai regressar com mais ferramentas para ensinar aos outros compatriotas.

 

CALISTO MATSIMBE:  VAMOS ADQUIRIR MAIS EXPERIÊNCIA

 

SINTO-ME bem. Tranquilo, sabendo que vou adquirir mais experiência na China. É um privilégio que surge para mim na sequência de empenho e criatividade que tive nestes anos que estou nesta arte. Vou obter experiência com praticantes profissionais e os conhecimentos adquiridos terão de ser transmitidos a outros compatriotas, o que é bom para a difusão desta especialidade no país”, assinalou Calisto Matsimbe.

 

 

Fonte:Jornal Noticias