Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

“Alvi-negros” reis na formação

 

AS equipas do Desportivo de hóquei em patins, em iniciados e juvenis/juniores, estiveram em evidência no Torneio de Abertura ao sagrarem-se vencedores em ambos os escalões.

 

Em iniciados, o Desportivo terminou a prova em grande com uma goleada sobre a Koka Missava, por 6-0. No final da prova somou 15 pontos, mais dois que a Koka Missava, que por sinal era seu concorrente mais próximo.

 

Nos escalões de juvenis/juniores também não tiveram meias medidas, tendo goleado igualmente a Koka Missava, por 9-1, e terminado a prova como líder isolado, com 15 pontos, seguido do Estrela com 13.

 

Com esta dupla celebração, os “alvi-negros” mostraram que estão a trabalhar muito bem a nível da formação. Aliás, o clube das “águias” tem a tradição de ser o que melhor forma no país e os resultados estão à vista. 

 

Noutros dois jogos que encerraram a competição, o Ferroviário venceu o Estrela, por 5-2, em iniciados. Em juvenis/juniores, os “alaranjados” vingaram-se com uma vitória sobre os “locomotivas”, por 4-2.

 

TORNEIO DA MULHER

 

Refira-se que hoje, sexta-feira, inicia o Torneio da Mulher, alusivo ao Dia da Mulher Moçambicana, que ontem se assinalou. Será uma prova a seguir com particular atenção.  

 

Para a primeira jornada estão agendados os seguintes jogos: Desportivo-Estrela (19.00 horas) e Ferroviário-Académica (20.00 horas).

 

 

Fonte:Jornal Noticias

“Mambinhas” retomam aos trabalhos segunda-feira

 

A SELECÇÃO Nacional de futebol de Sub-20 interrompeu ontem a preparação que tinha reiniciado na terça-feira com vista ao jogo da segunda “mão” de qualificação para o CAN-2017, frente às Ilhas Maurícias, para permitir que os jogadores regressem aos seus clubes para atenderem aos seus compromissos que têm a ver com jogos agendados hoje e fim-de-semana, atendendo que são maioritariamente juniores.

 

Assim, a preparação dos “Mambinhas” para o jogo decisivo, previsto para o fim-de-semana de 21 e 22 do mês em curso, no Port Louis, retoma na segunda-feira, no Estádio da Machava, em princípio obedecendo treinos diários – à excepção de sábado e domingo –, que, porém, dependerão da disponibilidade dos campos. Os “Mambinhas” têm vindo a treinar no Estádio da Machava e campo do Ferroviário da Baixa, dependendo da agenda das equipas do Ferroviário, dentre elas a principal.  

 

O seleccionador nacional de Sub-20, Arnaldo Ouana, disse ontem que depois do jogo da primeira “mão”, realizado no último de sábado, no Estádio da Machava, no qual os “Mambinhas” venceram, por 1-0, era imperioso dar tempo de descanso aos jogadores para o arranque de uma preparação mais direccionada aos aspectos técnicos e tácticos, tendo em conta as ilações tiradas do embate.

 

Aliás, o técnico dos Sub-20 ficou satisfeito com o desempenho do grupo no jogo de sábado e acredita que, com mais trabalho técnico e táctico e fortalecimento dos métodos de jogo, aliada ao trabalho psicológico, os “Mambinhas” são capazes de fazer melhor do que fizeram na primeira “mão”.  

 

Para já, Arnaldo Ouana espera por uma resposta positiva da Direcção da Federação Moçambicana de Futebol, quanto à solicitação de um estágio de dois a três dias na vizinha África do Sul a caminho das Maurícias.

 

Falando concretamente do jogo de sábado, o técnico disse que apesar do tempo escasso de preparação e perante um grupo novo, sendo também novo à frente dos “Mambinhas”, os jogadores portaram-se bem. Disse que notou alguma ansiedade própria de inexperiência por parte de grande parte de jogadores que tiveram no jogo a sua primeira experiência internacional.

 

Como sempre disse, não nos conhecíamos bem e pouco a pouco vamos nos conhecendo. O que se viu é quilo que prometemos que queremos trazer para esta Selecção, que é boa circulação de bola, entrega, dedicação e atitude. Os jogadores souberam interpretar o jogo em vários momentos. Nalguns não porque a ansiedade tomou conta deles. É normal, são muito jovens, maior parte não têm experiência internacional e isso significa que precisamos de muito mais trabalho, nomeadamente jogos de rodagem e com adversários mais fortes”, frisou.

 

Questionado se o 1-0 tranquiliza a Selecção para o jogo da segunda “mão”, Arnaldo Ouana respondeu, obviamente, que não.

 

Mas anotou que é importante vencer por 1-0, do que propriamente ganhar por 2-1, 3-2 ou 3-1. Acredito que nas Maurícias iremos jogar melhor, porque teremos uma melhor preparação, e com certeza conseguiremos um ou mais golos”, prometeu.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

Preparação dos Jogos Escolares a bom ritmo

 

A PREPARAÇÃO da delegação da cidade de Maputo para os XIII Jogos Escolares, que terão lugar no próximo ano em Gaza, está a decorrer a um bom ritmo, segundo a directora da Juventude e Desporto da capital do país, Ornila Machel.

 

Ornila Machel, que falava ao Notícias à margem do IV Conselho Coordenador da Direcção da Juventude e Desporto da Cidade de Maputo, disse ainda que a nível das escolas há competições e que dentro em breve se entrará nas fases distritais.

 

 

Todas as modalidades estão em movimento. As escolas estão a competir, os técnicos vão fazer a selecção dos melhores. Depois entraremos na fase distrital onde iremos fazer as selecções da cidade que nos irão representar nos Jogos de Gaza, nos quais almejamos melhores resultados”, disse.

 

Em relação aos Jogos Tradicionais que terão lugar este ano em Manica, Machel disse que a preparação vai arrancar dentro em breve, numa primeira fase ao nível dos bairros, para depois passar pela distrital, sendo que a etapa da cidade será a última, em Agosto, um mês antes dos Jogos que vão decorrer em Setembro.

 

A dirigente falou, por outro lado, dos resultados desportivos da capital do país, nas diferentes competições, frisando que ainda não se atingiu o desejado, mas esforços nesse sentido estão a ser feitos.

 

Gostaríamos de ter melhores resultados que os actuais. Os resultados, de uma forma geral, não são maus, mas podem melhorar, contudo os nossos objectivos basilares são a promoção e massificação do desporto, e nisso penso que estamos num bom caminho”, disse.

 

 “Temos movimentos de massificação como o Moçambique em Movimento, e mais de 10 núcleos desportivos legalizados, para além de outros ainda não oficialmente registados. Estas agremiações organizam, com o nosso apoio, vários torneios em diversas modalidades. Com isso, queremos penetrar cada vez mais na comunidade, que é o nosso maior foco. Gradualmente estamos a conseguir ocupar de forma sã as crianças e jovens, através do desporto, o que é muito importante”, frisou.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

Campo do Desportivo de Tete aprovado

 

A FEDERAÇÃO Moçambicana de Futebol (FMF) e a Liga Moçambicana de Futebol (LMF) deram, semana passada, o campo do Grupo Desportivo de Tete como apto para o Moçambola.

 

Os inspectores, depois de percorrerem todos os cantos do campo, fizeram medições, inspeccionaram os balneários e o túnel, tendo concluído que estão reunidas as condições para o recinto acolher partidas do Moçambola  na presente época desportiva.

 

O representante da FMF, Isac Pedro, disse estar surpreendido pela negativa com o governo da província, pois este que não tem prestado apoio moral, e muito menos material ao Chingale, que acaba de retornar ao Moçambola.

 

Estivemos aqui há cerca de duas semanas para verificar o estado do campo do Desportivo de Tete, constatámos muitas irregularidades e reprovámo-lo, deixando orientações. Reunimo-nos com o Governo provincial através da Direcção da Juventude e Desportos que, perante a nossa presença, se prontificou a prestar apoio ao Chingale, o que não aconteceu”, disse Isac Pedro.

 

Aquele responsável disse ainda que, volvidos 15 dias e regressando a Tete para a verificação do estado das instalações, a equipa de inspectores ficou indignada ao verificar que, apesar das muitas dificuldades, o Chingale conseguiu cumprir cerca de 60 porcento das recomendações.

 

Hoje estamos pela segunda vez para concluirmos o nosso trabalho e, com as datas previamente marcadas, estamos apenas a encontrar os dirigentes do Chingale, da Associação Provincial de Futebol, representantes do CNAF e jornalistas, menos um representante do governo provincial e do Conselho Municipal, o que é bastante preocupante”, lamentou Isac Pedro.

 

A equipa de inspectores, por outro lado, apelou ao Chingale, o actual arrendatário do campo do Desportivo de Tete, para que não permita a realização de actividades estranhas ao futebol naquele recinto desportivo, por forma a se minimizar-se o desgaste do relvado.

 

Os inspectores deixaram recomendações no sentido de se fazer a limpeza geral do recinto, como o corte regular da relva, a remoção de pedrinhas nas bermas do campo e a retirada da publicidade no muro de vedação dentro e fora deste, pois não ela não prtence às empresas patrocinadoras do Chingale, e muito menos do Moçambola.

 

A direcção do Chingale, representada por um dos seus vice-presidentes, Pinto Buco, comprometeu-se a envidar esforços para o cumprimento das orientações deixadas pelos inspectores.

 

«É verdade que agora estamos com algumas dificuldades de ordem financeira.

 

Como é sabido, para o nosso regresso ao Moçambola investimos muito na equipa, o que nos obrigou a incrementar o orçamento. Mas salvaguardaremos o campo para o bem do futebol nacional e de Tete em particular”, disse.

 

BERNARDO CARLOS

 

 

Fonte:Jornal Noticias

Jumisse averba primeira derrota

 

O FIM-DE-SEMANA dos moçambicanos que actuam no estrangeiro voltou a ser muito intenso, mas com poucas razões para sorrir.

 

Apenas Mexer é que saiu vitorioso num fim-de-semana em que Jumisse sofreu a primeira derrota em representação do 1º Agosto de Luanda, no campeonato angolano.

 

O 1º Agosto, que vem liderando o Girabola desde a primeira ronda, caiu, finalmente, ao cabo de seis jornadas. A proeza foi conseguida pelo Recreativo de Caála, que impôs uma derrota aos “militares”, por 2-0. Jumisse e companhia perdiam desta forma os primeiros pontos, com o Desportivo de Huíla e o Recreativo de Libolo a aproveitarem este deslize para se aproximarem.

 

Os “militares” somam agora 15 pontos em primeiro lugar, fruto de uma derrota e seis triunfos.

 

ZAINADINE MARCANO EMPATE DO TIANJIN

 

 

Na China, Zainadine Jr. marcou aos 60 minutos no empate do Tianjin Teda a quatro golos, diante Changchun Yatai, num jogo caricato para o internacional moçambicano, no qual, para para além de marcar, fez um autogolo que valeu o empate ao adversário.

 

Para além do golo de Zainadine, os tentos do Tianjin Teda foram apontados por Fredy Montero, aos 30', e Jovanovic, aos 73 e 84 minutos. Refira-se que Zainadine transferiu-se em Janeiro do Nacional da Madeira (Portugal) para o futebol chinês, um negócio muito lucrativo para o clube do Funchal.

 

SIMÃO CONTINUA EM ÚLTIMO

 

 

O Levante de Simão Mathe continua na última posição da liga espanhola, depois de empatar a zero com o Sporting Gijón, em casa, em partida da 31ª jornada. Com o nulo, o Levante passou a somar 25 pontos, menos três que o Gijón e Getafe, que também lutam pela manutenção. Neste momento, faltam apenas seis jornadas para o fim da LA Liga, liderada pelo Barcelona.

 

MEXER VENCE, CLÉSIO  E WITI DERROTADOS

 

 

O Rennes, de Mexer, venceu o Stade Reims, por 3-1, em partida da 32ª ronda da Liga Francesa. Com este triunfo, o Rennes passou a somar 51 pontos, encontrando-se na quarta posição, um lugar que dá acesso às competições europeias.

 

Na Grécia, o Panetholikos de Clésio foi derrotado na deslocação ao terreno do Atromitos, por 1-0. Com a derrota, a equipa caiu do sétimo para o 10º lugar da Liga Helénica, com 34 pontos. Em Portugal, o Nacional, de Witiness Quembo foi derrotado, por 2-0, na deslocação ao reduto do Marítimo, naquele que é o derby da Madeira. Ao cabo de 28 jornadas, o Nacional soma 34 pontos, ocupando o 10º posto.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

Liga espreita o pódio

 

A LIGA Desportiva de Maputo pode chegar hoje ao pódio do Moçambola, caso vença esta tarde (15.30 horas) na recepção ao Ferroviário de Nacala, em jogo de acerto de calendário da segunda jornada.

 

A Liga Desportiva de Maputo recebe o Ferroviário de Nacala com o moral em alta. A equipa comandada por Dário Monteiro é, indubitavelmente, favorita a somar os três pontos. Em caso de sucesso, a Liga pode igualar a ENH de Vilankulo que soma sete pontos, no segundo lugar.

 

Os “muçulmanos”, que golearam na última ronda o Desportivo de Niassa (4-1), entram para esta jornada com quatro pontos. A volumosa derrota imposta à equipa do Niassa dá-lhe maior confiança para a partida de hoje.

 

O Ferroviário de Nacala é uma das equipas que ainda não venceram nesta jornada e “espreita” um brilharete no campo de um crónico candidato ao título.

 

FERROVIÁRIO-CHINGALE ADIADO

 

O jogo entre o Chingale e o Ferroviário de Maputo, que deveria realizar-se esta tarde, também em acerto da segunda jornada, foi adiado e remarcado para a próxima quarta-feira, dia 13 de Abril. A alteração da data do jogo prende-se com o facto de os “locomotivas” de Maputo, que no domingo último jogaram em Nacala, diante do Ferroviário local, não terem podido viajar na noite de domingo e na segunda-feira, conforme estava programado, devido à falta de voos que fazem a ligação Nacala-Maputo.

 

Até ontem às 13:00 horas, altura em que o “Notícias” contactou o porta-voz do Ferroviário de Maputo, Palma Pinto, os jogadores e a equipa técnica ainda estavam retidos em Nacala.

 

Os jogadores ainda estão em Nacala. Não voltaram domingo à noite conforme estava programado por falta de voos. E ontem (segunda-feira) também não conseguiram viajar. Até este momento (13:00 horas de ontem) ainda estão em Nacala”.

 

Refira-se que o Ferroviário devia embarcar de Nacala para Maputo no domingo e na terça-feira viajar para a cidade de Tete, onde ontem deviam ter enfrentado o seu adversário. 

 

O Ferroviário ocupa o terceiro lugar com seis pontos e encontrava-se na iminência de “assaltar” a liderança, em caso de vitória. 

 
 
 
Fonte:Jornal Noticias
 

“Coach B” abandona Desportivo

 

Bernardo Matsimbe já não é treinador da equipa sénior masculina do Grupo Desportivo de Maputo. O treinador fez o seu último jogo no sábado, na vitória diante do Costa Do Sol (83-68). Esta decisão surge duas semanas depois da morte do treinador-adjunto, Sílvio Neves. No Costa do Sol e Maxaquene também há problemas: salários em atraso.

 

O técnico bateu com a porta perante as dificuldades que os “alvi-negros” vêm enfrentando desde a era de Grispos. De acordo com as nossas fontes fidedignas, Bernardo Matsimbe terá ficado agastado com as condições do clube.

 

Recorde-se que do plantel a que ele levou a conquistar o campeonato da cidade de Maputo e do campeonato nacional referentes à época 2015 poucos atletas permanecem. Do grupo dos atletas que abandonaram a equipa destacam a saída de Augusto Matos para o rival Ferroviário de Maputo e David Canivete para o Ferroviário da Beira.

 

O jornal desafio soube de fontes fidedignas que o técnico “alvi-negro” terá ficado aborrecido com as condições do clube, que actualmente é gerido por uma Comissão de Gestão. Além da sangria que sofreu no seu plantel, há, ainda de acordo com as nossas fontes, informações de incumprimento salarial.

 

Até ao fecho da presente edição a nossa equipa de Reportagem tentou sem sucesso comunicar-se telefonicamente com “coach B”. Advinham-se tempos difíceis no Desportivo, com a saída de Bernardo Matsimbe. Recorde-se que há duas semanas os “alvi-negros” perderam o treinador-adjunto, Sílvio “Papaíto” Neves, que também trabalhou nos escalões de formação em ambos os sexos, depois que este perdeu a vida numa queda em sua residência.

 

Na última jornada do campeonato da cidade de Maputo, lembre-se, o Desportivo de Maputo derrotou o Costa do Sol por 83-68. Ainda assim, esse resultado não demoveu o técnico-adjunto da selecção nacional. Aliás, citando as nossas fontes, que não quiseram se pronunciar, o treinador já havia tomada a sua posição e que não recuaria, independentemente do resultado que pudesse ocorrer. Bernardo Matsimbe foi considerado no último ano, o Melhor Treinador, durante a Gala de Desporto.

 

 

Fonte:Desafio

Tartan dos “Continuadores” só este mês

 

Contrariamente ao que estava inicialmente previsto, só a partir da primeira quinzena deste mês é que as obras de reabilitação da pista de atletismo do Parque dos Continuadores entram na derradeira fase da sua execução, com a colocação da pista de tartan, esperando-se que estas instalações estejam disponíveis até finais deste semestre.

 

Iniciadas em Novembro, para serem executadas em três meses, as obras conheceram algum atraso, uma vez que decorrem num período considerado normalmente como sendo chuvoso, pelo que “todo o cuidado é pouco”, tal como explicou à nossa Reportagem Adamo Bacar, director-geral do Fundo de Promoção Desportiva (FPD).

 

De acordo com este dirigente, o trabalho de reabilitação da pista está sendo feito de forma bastante cuidadosa de modo a evitar que se degrade rapidamente.

 

- Estamos a trabalhar em período chuvoso, pelo que todo o cuidado é pouco. Não se pode colocar o tartan enquanto se teme que a qualquer altura possa chover. Digo isso porque basta simples humidade para estragar todo o trabalho de colocação do tartan.

 

 

Fonte:Desafio

Iquebal conquista Torneio de Abertura

 

 

O GRUPO Desportivo Iquebal conquistou o Torneio de Abertura de Futsal, após uma dupla vitória sobre a Petromoc (6-1 e 5-3) na final dos “play-off” a melhor de três.

 

A formação do Iquebal apareceu tão forte nesta final que não foi necessário se realizar um terceiro jogo para se apurar o vencedor. De forma convincente, “arrumou” a Petromoc, actual campeão nacional, com dois triunfos que não merecem qualquer tipo de contestação. Os internacionais pela Selecção Nacional, nomeadamente Nelson Luvala, Severiano Raul, José da Silva (Magu) Amin Dale (Caló), Sacoor Romena (Ramadan), David Estevão (Manucho), Ricardo Lénio (Dino) e Edson Manafe tiveram um papel fundamental para a conquista da primeira competição da época.

 

A vitória do Iquebal foi uma espécie de vingança, após a derrota no “Nacional”, disputado em Dezembro na cidade de Chimoio, província de Manica. A equipa “verde-e-branca” volta, desta forma, aconquistar o lugar habitual, visto que desde que reentrou no futsal vem conquistando lugares de pódio revelando ter uma equipa e Direcção bem estruturada.

 

A grande decepção da prova foi a Liga Desportiva de Maputo. Uma das equipas com maior tradição no futsal e com muitos títulos conquistados a nível nacional e da cidade de Maputo não foi além do quinto lugar, não conseguindo se apurar para os “play-offs”. A equipa de Farukito terá que trabalhar seriamente para voltar a ser aquela formação que quando entrava em campo granjeava o respeito de todos.

 

No final do desafio, Iquebal-Petromoc, o treinador da equipa vencedora, Junaid Ibrahim, fez uma avaliação positiva da prova: “Foi um bom Torneio de Abertura, pois serviu para preparar a equipa para o início do campeonato da cidade. Notou-se que o futsal está a evoluir e que tende a melhorar a cada ano”.

 

Falando sobre o jogo caracterizou os seus jogadores como verdadeiros “guerreiros”.

 

Em primeiro lugar quero dar os parabéns aos meus jogadores, colegas de trabalho, a Direcção e ao público presente. Dar também os meus parabéns à equipa da Petromoc que soube dignificar a nossa vitória. Mais ma vez ficou claro que GDI e Petromoc são as melhores equipas da cidade”, comentou.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

UP dá lição aos “alvi-negros”

 

A VITÓRIA da UP sobre o Desportivo, por 64-61, foi o grande destaque da décima primeira jornada do Campeonato de Basquetebol da cidade de Maputo em seniores masculinos.

 

Poucos contariam que a UP fosse capaz de levar de vencida a bem composta formação do Desportivo. Foi mesmo preciso uma atitude e entrega acima da média para os “universitários” terminarem a partida com uma preciosa vantagem de três pontos. Já a formação “alvi-negra”, que terá acusado excesso de confiança, ficará, a partir deste desaire, mais atenta aos próximos confrontos diante de equipas teoricamente mais fracas.

 

O Ferroviário aproveitou-se da derrota do Desportivo para ficar ainda mais isolado na liderança. Os “locomotivas”, bastante fortes, aplicaram “chapa” 100 ao Maxaquene, vencendo por 102-54, isto depois de ter batido A Politécnica, por 63-43. A equipa “verde-e-branca” fez o pleno de vitória numa dupla, em que o Desportivo também realizou mais uma partida, tendo ganho o Costa do Sol, por 83-68. As “águias” redimiram-se, desta maneira, da derrota com a UP.

 

A UP esteve, tal como o Ferroviário, num fim-de-semana proveitoso, se se atender que obteve a segunda vitória, desta vez diante do Aeroporto, por 74-44.

 

Em femininos, o Ferroviário continua a comandar a prova e diga-se com toda a justiça. Em dupla jornada, as “locomotivas” venceram A Politécnica, por 73-61, e ao Maxaquene, por 51-41.

 

O Costa do Sol, o mais sério concorrente, também venceu por duas vezes, no caso o Desportivo, por 85-52, e A Politécnica, por 50-31.

 

 

Fonte:Jornal Noticias