Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

14.Out.15

Couana lança candidatura

 

ANANIAS Couana lança esta tarde (16.00 horas), em Maputo, a candidatura para o cargo de presidente da Liga Moçambicana de Futebol (LMF) que ficou vago após a eleição de Alberto Simango Jr. para presidente da federação.

 

Anaias Couana é um candidato com fortes ligações a Alberto Simango, portanto da continuidade, até porque foi durante o reinado deste vogal do Conselho Fiscal, vice e, mais tarde, presidente deste órgão.

 

Actualmente é membro da direcção executiva interina, liderada por Arlindo Langa. Sócio do Costa do Sol, Couana é formado em Administração e Gestão e é quadro do Conselho Municipal de Maputo.

 

Couana aposta no reforço de parceiras e construção de instalações próprias para a LMF, para além de aumentar o número de equipas no Moçambola para 16 nos próximos anos.

 

Promete igualmente consolidar a Taça da Liga BNI e melhorar a questão das transmissões televisivas. Aliás, é a sua ambição colocar o Moçambola nas redes televisivas internacionais, casos da SuperSport, como acontece com algumas ligas africanas.

 

Na área do marketing afirma que caso seja eleito, quer melhorara imagem da LMFA e das competições que organiza, nomeadamente o Moçambola e a Taça da Liga, para além de introduzir o sistema de publicidades luminosas nalguns campos.

 

A nossa missão é consolidar o que foi feito nos últimos anos, e melhorar alguns aspectos, para além de introduzirmos algumas inovações”, promete.

 

Ananias Couana é o segundo a apresentar oficialmente a candidatura à LMF cujas eleições terão lugar em Novembro. O primeiro foi Carlos de Sousa (Cazé), antigo vice-ministro da Juventude e Desportos, que lançou a corrida há duas semanas.

 

Fonte:Jornal Noticias

14.Out.15

Goleadas à moda antiga

 

A PRIMEIRA jornada do torneio de futebol de praia, COPA-2M, ficou marcada por muitas goleadas à moda antiga, e, acima de tudo, muitos golos em quase todos os jogos.

 

Na série “A”, Mahotas goleou o estreante Minkadjuine, por 7-1. O Tau-Tau bateu o Âncora Beach Club, por 5-2, o mesmo resultado conseguido por Six Strings frente ao Namúli. O França FC não deixou os seus créditos em mãos alheias, aplicando uma goleada também de 5-2 ao Recreativo.

 

Na série “B”, houve apenas uma goleada. O Bravos cilindrou o Laranjinhas da Praia por concludentes 9-0. Foi, sem dúvida, o resultado mais desnivelado da ronda. O BSK venceu Pescas, por 2-1. O Team Loyal levou de vencida, embora com muitas dificuldades, o Vulcano. O Moçambique Fitness derrotou o Amigos da Praia, por 5-4.

 

A competição é disputada em duas séries, de oito equipas cada, passando para a segunda fase as quatro primeiras de cada grupo que jogarão dos quartos até a final, num sistema de eliminatória.

 

Fonte:Jornal Noticias

14.Out.15

“Mandela” vulgariza “São Joaquim”

 

A ESCOLA Secundária Nelson Mandela esteve em alta na quinta jornada do torneio de basquetebol interescolar, vulgo “Basket Show”, ao derrotar a sua congénere da São Joaquim por expressivos 88-25.

 

Era uma das partidas mais aguardadas do fim-de-semana, visto que as duas formações lutam pela liderança do Grupo “A”. Com o triunfo, “Mandela” lidera o grupo com quatro pontos, mais um que “São Joaquim”.

 

No Grupo “B”, “Matola” derrotou “Eduardo Mondlane”, por 72-35. Com a vitória, o Grupo “B” ficou com as três equipas empatadas a três pontos.

 

Em femininos, “Lhanguene” bateu “Noroeste I”, por 53-50, assaltando desta forma a liderança do Grupo “B”, com três pontos.

 

Em masculinos, a prova tem 12 equipas, divididas em quatro grupos, contra seis formações em femininos, distribuídas em duas séries. Apuram-se para a fase seguinte, a eliminar, os dois primeiros de cada série.

 

Na próxima jornada teremos os seguintes jogos: “Manyanga” bate-se com “Quisse Mavota” e “Noroeste I” defronta “Josina Machel”, em masculinos. Em femininos, “Josina Machel” terá pela frente “Nelson Mandela”.

 

Fonte:Jornal Noticias

14.Out.15

Primeira ronda só será concluída no fim-de-semana

 

A CONCLUSÃO da primeira jornada da Liga Nacional do Futebol Feminino (LNFF) só deverá acontecer no fim-de-semana, depois de o jogo de abertura do certame ter tido lugar no pretérito sábado no Zimpeto, opondo o Costa do Sol ao Benfica de Laulane (3-1).

 

A organização do evento optou por marcar um jogo para a ronda inaugural, coincidindo com a abertura que foi feita pela primeira-dama, Isaura Nyusi, que deu o pontapé de saída.

 

Os restantes jogos ficaram marcados para o próximo fim-de-semana, ou seja, sábado e domingo. O objectivo, segundo o presidente da LNFF, Augusto Jamine, era abrilhantar o “derby” da abertura, chamando para si uma boa audiência.

 

Entretanto, em Lichinga, a União Desportiva local recebe o Clube Feminino da Matola, actual vice-campeã. A partida está marada para as 15.00 horas de sábado no Estádio Municipal da capital provincial do Niassa.

 

No domingo, o Viveiros de Nampula mede forças com o Clube de Muelé, a partir das 15.00 horas no Estádio 25 de Setembro, na capital do Norte.

 

Ainda no domingo, Fanta da Beira recebe o Cocoricó de Nampula, no campo do Ferroviário da Manga, a partir das 15.00 horas.

 

A competição é disputada por oito equipas, que jogam no sistema clássico de todos-contra-todos em duas voltas.

 

Fonte:Jornal Noticias

14.Out.15

Xadrez vai aos clubes

 

 

 

O XADREZ poderá ser praticado nos clubes com a promessa deixada pela academia da modalidade na Matola de colocar à disposição das colectividades material adquirido na China no âmbito das parcerias estabelecidas com instituições financeiras colectivas e pessoas singulares e que já contribuíram com grandes quantidades de equipamento para aprendizagem e prática da modalidade.

 

A promessa foi feita recentemente pelo director da academia, Domingos Langa, durante a entrega de parte do material ao Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano para a aprendizagem e massificação da modalidade nas escolas públicas, como forma de despertar, por um lado, as faculdades mentais da pequenada e, por outro, o interesse pela prática de xadrez.

 

A Academia de Xadrez da Matola vai convocar, provavelmente no próximo mês, os clubes para incentivá-los ao projecto. Afirmou que o material é muito e vai ser distribuído gratuitamente.

 

Vejo que há muita juventude e os clubes só movimentam futebol, basquetebol e outras modalidades, sobretudo colectivas, quando têm infra-estruturas para albergar outras práticas desportivas como o xadrez e que não estão a ser bem aproveitadas. Sinto também que há jovens que querem estar nos clubes, mas que não podem jogar futebol ou basquetebol. O xadrez não é caro e temos clubes com centros sociais e outros espaços que podem servir para a sua prática. Portanto, é possível através dos clubes massificar o xadrez e também promover o xadrez federado”, observou.

 

Domingos Langa destacou que nenhum país africano já investiu no xadrez como Moçambique e, para provar isso, revelou que estão neste momento à disposição 15 mil tabuleiros de mesa, aproximadamente 500 de parede, que é para o ensino, 150 gigantes para o chão e 400 relógios. Para promover o ensino de xadrez nas escolas públicas e aprendizagem individual, a Academia da Matola recebeu recentemente 10 mil livros para a iniciação. Para além dos aspectos inerentes à prática, nomeadamente movimentos de captura e tácticas, o livro traz a história de xadrez em Moçambique, dos grandes mestres, campeões mundiais, africanos e nacionais. Traz também ensinamentos de planificação e avaliação de jogo, testes, aberturas e muito mais.

 

Portanto, é um investimento único em África para o lançamento do xadrez em grande no país. O nosso objectivo é aumentar o número de praticantes, porque nem todos têm a possibilidade de estar na sala de formação e com o livro é possível que alguém, tendo o tabuleiro pela frente, aprenda sozinho. O livro estará em todo país, porque a Fundação Chissano vai igualmente apoiar-nos na sua reprodução”, disse Langa. 

 

A Academia de Xadrez da Matola já promoveu formações nas quatro províncias do sul do país, nomeadamente Maputo província e cidade, Gaza e Inhambane.

 

Estamos a falar de 860 atletas/monitores de xadrez já formados. Cada instrutor tem obrigação de ensinar 30 crianças por ano. O que nós nos propusemos é massificar o xadrez nas escolas públicas, mas, pela grandeza do projecto, já estamos a ser solicitados para introduzir o xadrez nas academias militares e policiais, bem como nos institutos de formação de professores”, acrescentou.

 

A academia está igualmente a preparar o primeiro simpósio de xadrez em Moçambique, bem como a formação de jornalistas desportivos em matéria da modalidade. Aliás, confiou a responsabilidade à Universidade Eduardo Mondlane, um dos seus parceiros no projecto.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

14.Out.15

Costa do Sol debate futebol

 

O COSTA do Sol organiza amanhã, a partir das 15.00 horas, nas suas instalações no Matchiki-Tchiki, na capital do país, uma palestra subordinada ao tema: Futebol de Alta Competição, antes e depois da Independência Nacional. Que ilações a tirar?

 

O evento enquadra-se nas festividades do 60.º aniversário daquele clube que se assinalam este ano. A palestra será proferida por Alternor Pereira e Martinho de Almeida, com moderação de Issufo Mogne, figuras incontornáveis no futebol nacional.

 

Depois da palestra haverá uma Conferência de Imprensa, com o objectivo de anunciar o que está agendado nas festividades de mais um aniversário daquele que é um dos clubes mais ganhadores do futebol nacional.

 

Os “canarinhos” já foram campeões nacionais por nove vezes, tendo, por outro lado, vencido a Taça de Moçambique por 11 ocasiões, recorde nacional. Contudo, este emblema já não vence estas duas competições há oito anos.

 

Fonte:Jornal Noticias