Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

28.Jun.12

Violência nos campos é preocupante - reitera em Chibuto, o Ministro da Juventude e Desportos

O MINISTRO da Juventude e Desportos, Pedrito Caetano, manifestou ontem na cidade de Chibuto, em Gaza, a sua preocupação pelo recrudescimento da violência nos campos de futebol, uma situação que segundo aquele governante, está a pôr em causa os esforços do Governo, e da sociedade em geral, de fazer com que os campos de futebol sejam palcos de aprofundamento da amizade entre os cidadãos e, acima de tudo, de fortalecimento da unidade nacional.

 

Segundo o ministro, que falava na abertura do XII Conselho Coordenador do seu sector, tendo em linha de conta, que o fenómeno tende a assumir contornos gravíssimos, está em curso, uma profunda reflexão, envolvendo diversos actores, nomeadamente Ministério do Interior, Federação Moçambicana de Futebol, Liga Moçambicana de Futebol e Associações Provinciais, tendo como objectivo travar imediatamente a multiplicação desta nociva situação, antes que se tenha que chegar ao extremo de se decretar a realização de jogos à “porta fechada” devido ao comportamento irracional de alguns adeptos.

 

Urge que tomemos medidas duras e consequentes, antes que a violência nos campos de futebol se enraíze, e se propague por todo o país. É imperioso que contenhamos esta malfadada tendência de transformar os nossos campos de futebol, em campos de batalha, através de acções concretas,designadamente de dissuasão e, se necessário for, severamente punitivas”, disse o ministro.

 

Aquele governante apelou, na ocasião, para que a sociedade se unisse em torno de ideias de um desporto são, onde a juventude encontre valores mais nobres de cidadania e de patriotismo.

 

Porque o desporto é basicamente praticado por jovens, segundo o ministro da Juventude e Desportos, impõe-se que estes cresçam num ambiente saudável, longe da violência, da droga, do álcool e de outros males.

 

Aquele governante anunciou, por outro lado, que volvidos que foram nove meses após a realização dos X Jogos Africanos Maputo-2011, os frutos do aturado trabalho levado a cabo pela Missão Moçambique já são visíveis, tendo citado como exemplos disso a passagem directa de sete atletas para os Jogos Olímpicos e para os Jogos Paralímpicos, em Londres.

 

 

Trata-se, do barreirista Kurt Couto, do pugilista Juliano Máquina e do judoca Neuso Sigaúque, e pela primeira vez na nossa história do país, estarão nos Jogos Paralímpicos, Maria Muchavo, Guildo Zacarias, Pita Rondão e Celso Simbine, do
atletismo para pessoa portadora de deficiência.

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

28.Jun.12

Moçambique terá programa nacional

Pedrito Caetano

MOÇAMBIQUE poderá passar a contar, num futuro breve, com um Programa Nacional de Distribuição de Material Desportivo. Trata-se de uma iniciativa do Ministério da Juventude e Desportos que prevê fazer chegar o referido material  a todo o país, com destaque para as zonas mais recônditas, como forma de massificar diferentes modalidades praticadas no solo pátrio.

 

Este facto foi revelado pelo Ministro da Juventude e Desportos, Pedrito Caetano, em conferência de Imprensa realizada no posto administrativo de
Muxúnguè, distrito de Chibabava, em Sofala, e que marcou o término da sua visita de trabalho àquela província do centro do país.

 

 

Para o efeito, Pedrito Caetano anunciou que uma equipa multissectorial, que envolve técnicos do Departamento de Desportos do seu pelouro, do Fundo de Prom

 

 

 

oção Desportiva, entre outras áreas afins, está a trabalhar no assunto que culminará com o desenho final do programa em alusão.

 

Caetano explicou, a propósito, que  um dos pilares do programa será o fabrico de material desportivo no país, com destaque para as bolas, para principais modalidades praticadas em Moçambique, como são os casos de futebol, basquetebol,
voleibol, entre outras.

 

O Ministro da Juventude e Desportos reconheceu, entretanto, que há défice de material desportivo no país, sobretudo nas zonas do
interior, onde, por sinal, existe um número invejável de talentos. Aliás, o distrito de Chibabava, última escala da sua visita a Sofala, é exemplo disso.
 
Em mensagem lida na ocasião, o núcleo local de futebol revelou que possuía apenas duas bolas para dar resposta a um campeonato que envolve 12 equipas. Para tal, vezes há em que um jogo se inicia tarde porque se espera pelo término de uma partida que está a decorrer numa localidade próxima, para depois os artistas utilizarem a mesma bola.

O titular da pasta da Juventude e Desporto assegurou, num outro desenvolvimento, que com a criação do Programa Nacional de Distribuição de Material Desportivo, o problema passará para a história. 

 

Mesmo assim, o ministro da Juventude e Desportos ofereceu 30  bolas de futebol a diferentes núcleos dos distritos de Marínguè, Nhamatanda e Chibabava. O mesmo gesto abrangeu os praticantes dos distritos da província de Manica por ele visitados.
 
 
 
Fonte:Jornal Noticias
28.Jun.12

Maxaquene surpreende A Politécnica A

O MAXAQUENE esteve em bom plano na sétima jornada do Torneio de Abertura de basquetebol em seniores femininos depois de ter vencido A Politécnica “A”, uma das principais candidatas a conquistar o troféu, por 45-42.

 

As “tricolores” protagonizaram desta forma a surpresa da ronda até porque não vinham tendo bons resultados pelo que o desfecho deixou estupefactos os adeptos da modalidade em particular.

 

Mas importa salientar que se tratou de um embate super-renhido. Aliás, o “score” final de apenas três pontos de vantagem favorável ao Maxaquene reflecte por si o quão este encontro foi emocionante.
 

Numa dupla jornada, a equipa “tricolor” já não esteve tão bem frente A Politécnica B se se atender que perdeu, por 52-38.Outro jogo empolgante da ronda foi o que colocou frente-a-frente o Costa do Sol e o Ferroviário com os quatro períodos a serem disputados taco-a-taco.

 

 No final venceu a equipa que menos errou no momento de atirar o cesto, no caso a turma “locomotiva”.   As “canarinhas” foram mais felizes no despique com as “alvi-negras” tendo ganho, por 67-42.

 

Em seniores masculinos, o Desportivo somou a sexta vitória em igual número de jogos disputados ao destroçar a formação do Aeroporto, por 94-51. Os
alvi-negros” que surgem em grande forma neste início de época estão bem lançados para arrecadar o título.

 

O Maxaquene, outro sério concorrente a conquistar o primeiro troféu da época, venceu A Politécnica, por 59-50. Se os “tricolores” enfrentaram algumas dificuldades para vencer, o mesmo não se pode dizer do Costa do Sol que esmagou a turma de Matolinhas, por 81-39.

 

Os “canarinhos” continuam a rubricar uma boa prova e apesar de não terem muitas possibilidades de chegar ao primeiro
lugar vão deixando assente que em próximas competições terão uma palavra a dizer.
 
 
Fonte:Jornal Noticias
28.Jun.12

Básquete moçambicano fora dos Jogos Olímpicos

A SELECÇÃO Nacional Feminina de Basquetebol foi afastada, na Turquia, da corrida aos Jogos Olímpicos de Londres ao averbar duas derrotas diante da Croácia e Coreia do Sul em jogos do Grupo “C”.

 

A equipa nacional começou com uma pesada derrota frente às croatas, por 84-62, uma diferença de 22 pontos que espelha as dificuldades que as meninas do técnico Nazir Salé tiveram para contrariar o poderio da selecção do leste da Europa.

 

A precisar de ganhar o último desafio para entrar na corrida aos Jogos Olímpicos, a equipa moçambicana apresentou-se bem melhor que no encontro da estreia, mas acabou perdendo frente às sul-coreanas, por 71-65. A desvantagem de seis pontos reflecte a boa réplica que o conjunto nacional deu até ao último segundo.

 

Leia Dongue (Tanucha) foi a melhor marcadora da selecção com 16 pontos. Clarisse Machanguana e Deolinda Ngulela, com 15 pontos cada, também estiveram em bom plano.

 

O facto de na primeira parte, Moçambique ter saído a ganhar, por 37-35 elucida a boa exibição das jogadoras nacionais face a um adversário que era tido como o mais forte do grupo.

 

Clarisse Manchanguana, que regressou ao combinado nacional depois de ter falhado os Jogos Africanos, foi o maior destaque visto que diante das croatas pautou-se como a melhor marcadora com 19 pontos.

 

Outra equipa africana, o Mali, também ficou praticamente afastada da qualificação aos Jogos Olímpicos depois de ser copiosamente derrotado pelo Canadá, por 89-23, em jogo do Grupo “D”.

 

As malianas defrontam na última jornada a França que já bateu as canadianas pelo que se antevê uma missão ainda mais difícil para a equipa africana.

 

O Torneio de Apuramento para os Jogos Olímpicos realiza-se em Ankara, Turquia, desde o dia 25 de Junho, última segunda-feira.
 
 
 
Fonte:Jornal Noticias
28.Jun.12

"Alaranjados" enfrentam “estudantes" na Cidade de Maputo

O ESTRELA Vermelha-Académica constitui o prato forte da 10ª jornada do Campeonato de Futebol da Cidade de Maputo. A partida terá lugar no próximo domingo, no campo da Costa do Sol, a partir das 15.00 horas.

 

As duas equipas estão separadas por apenas um ponto na tabela classificativa, a maior para a Académica com 11.Para além deste aguardado embate, a jornada ficará marcada pela realização das seguintes partidas: Mahafil-Vulcano, 1º de Maio-Matchedje, Águias Especiais-Cape-Cape, Estrela Vermelha-Académica e Ferroviário das Mahotas-Beira Mar.

 

Ao cabo de nove jornadas, o campeonato é liderado pelo Matchedje, com 16 pontos, seguido de Mahafil com 14, no terceiro posto temos o 1º de Maio com 12, em quarto está a Académica com 11, Estrela Vermelha com 10 pontos segue em quinto.

 

A seguir temos o trio Águias Especiais, Cape-Cape e Ferroviário das Mahotas todos com oitos pontos e, na base da tabela está o Beira-Mar, Vulcano e
Nova Aliança, este último, “lanterna vermelha” com apenas um ponto.
 
 
Fonte:Jornal Noticias
28.Jun.12

Maxixe na fase nacional Da taça de Moçambique

A Associação Desportiva da Maxixe (ADM) é o representante da província de Inhambane na Taça de Moçambique a segunda maior prova futebolística no país, ao vencer no último domingo na capital provincial, o Temusa Costa do Sol de Massinga, por um concludente quarto bolas sem resposta.

 

ADM chega a esta fase depois de afastar o Vilankulo FC por seis bolas a cinco na marcação de grandes penalidades depois de um empate a uma bola no período regulamentar. Por seu turno, Temusa da Massinga deixou para trás, a Liga Desportiva Muçulmana por uma bola sem resposta no jogo realizado na vila da Massinga.

 

Assim, o clube da Maxixe sucede o actual representante daquela província no Moçambola, o VFC que na época passada foi eliminada na fase nacional pelo
Ferroviário de Maputo.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

28.Jun.12

Homoíne discute “provincial”

No que tange ao Campeonato Provincial, destaque vai para o Palmeiras de Homoíne, que a uma jornada do final da primeira volta de um campeonato disputado por nove equipas divide a liderança com ADM ambos com 16 pontos. A equipa da Maxixe leva ligeira vantagem por ter um jogo a menos.

 

O Ferroviário de Inhambane, que começou algo titubeante, está a tentar reduzir o fosso, posicionando-se neste momento em terceiro lugar com 13 pontos, os mesmos da Liga Desportiva Muçulmana da Maxixe.

 

O mítico clube da província de Inhambane, Nova Aliança da Maxixe, vai de mal a pior, pois, ainda não pontuou na prova sendo por isso “lanterna vermelha” do “Provincial” de Inhambane. Foi ultrapassado pelo Comércio de Morrumbene com quem perdeu na última jornada por cinco bolas a duas.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

28.Jun.12

Sensacional Mandlakaze estremece “locomotivas”

A formação do Clube de Mandlakaze, equipa-sensação no presente Campeonato Provincial de Futebol de Gaza, empatou no seu reduto com o Ferroviário da capital sem abertura de contagem mantendo assim a pressão sobre os “locomotivas” líderes do certame com um total de 23 pontos, menos dois que a turma “manjacaziana”.

 

A partida que teve lugar no pelado do Campo Municipal de Mandlakazi foi marcada por uma enorme expectativa a avaliar pela grande enchente que se
registou com os adeptos da casa a puxar pela sua equipa, na esperança de ver o seu represente a assaltar a liderança, caso tivesse acontecido a almejada vitória.

 

Nos restantes encontros, desta que foi a décima e penúltima jornada da primeira volta do campeonato, tivemos um Chibutense a golear o Costa do Sol local por cinco bolas a uma, e uma outra goleada à moda antiga infligida pela Associação Desportiva do Chókwè, por seis bolas a duas, à formação do Ferroviário de Mabalane.

 

Enquanto isso, no encontro que colocou frente-a-frente o Massingir e o Clube de Gaza, os forasteiros, foram à barragem conquistar mais três pontos mercê da tangencial vitória de uma bola sem resposta.Na cidade de Xai-Xai, o Estrela Vermelha da capital provincial perdeu por uma
bola sem resposta.

 

Posto isto, o Ferroviário continua líder isolado com 23 pontos seguido de Mandlakaze com 21 e na terceira posição o Clube do Bilene com 17 pontos, seguido do Clube de Gaza com 14.Jafar do Ferroviário de Gaza é o melhor marcador com 14 golos apontados.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

 

27.Jun.12

Atleta de alta competição terá estatuto privilegiado

OS desportistas moçambicanos de alta competição passarão a usufruir, a partir dos próximos tempos, de um estatuto privilegiado que prevê uma série de benefícios, como forma de reconhecimento do seu contributo para a elevação do nome do país além-fronteiras. Para tanto, o instrumento que norteará esta distinção será objecto de discussão no XII Conselho Coordenador do Ministério da Juventude e Desporto, que hoje tem início na vila do Chibuto, província de Gaza.

 

Trata-se do Estatuto do Praticante de Alta Competição, a ser submetido à discussão pela Direcção Nacional do Desporto e com o qual se pretende incentivar os atletas que mais se distinguem nas mais variadas modalidades. Este estatuto, aliás, vem juntar-se ao Regulamento de Premiação Desportiva, com a diferença de este somente distinguir, monetariamente, aqueles que conquistarem medalhas nas
competições continentais e mundiais.

 

A ser dirigido pelo respectivo titular da pasta, Pedrito Caetano, o XII Conselho Coordenador do Ministério da Juventude e Desporto, que se prolongará até sexta-feira, terá ainda no epicentro das atenções a proposta da estratégia de implementação da Política do Desporto, o perfil do dirigente desportivo, a segurança nos recintos desportivos, assim como o II Festival Nacional dos Jogos
Tradicionais, a realizar-se em Setembro, no Niassa.

 

Igualmente, debruçar-se-á da Semana Nacional do Desporto, dos Jogos da CPLP Portugal-2012, a decorrerem já no próximo mês de Julho, os Jogos do SCSA Zâmbia-2012, em Dezembro, a extinção do COJA Maputo-2012, e o Plenário de Justiça Desportiva, recentemente constituído.

 

No que diz respeito à juventude, o fórum anual do MJD debaterá a Política e Estratégia da Juventude, o relatório de avaliação do impacto dos fundos públicos nas iniciativas juvenis: estudo do caso do FAIJ, a institucionalização do Fundo de Apoio a Iniciativas Juvenis e as comemorações do 12 de Agosto, Dia Mundial da Juventude.

 

Com a realização deste encontro, o Ministério da Juventude e Desporto pretende, especificamente, assegurar um alinhamento e harmonização dos planos e programas do Sector; assegurar a avaliação dos resultados das acções planificadas no Plano Económico e Social e no Programa Quinquenal do Governo 2010-2014; aprimorar os instrumentos orientadores da planificação com vista a garantir a uniformização dos planos do Sector; e garantir a aprovação do Plano Económico e Social 2013.

 

O XII Conselho Coordenador do Ministério da Juventude e Desporto juntará na mesma sala os membros do Conselho Consultivo do Ministério, directores provinciais, chefes de departamento central das áreas da juventude, do desporto e da planificação, entre outros técnicos, para além de parceiros nacionais e estrangeiros.

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

27.Jun.12

Ferroviário de Nacala não desgruda liderança do “Nampulense”

O FERROVIÁRIO de Nacala continua líder destacado do Campeonato Provincial de futebol de Nampula, vulgo “Nampulense”, edição 2012, somando actualmente 20 pontos, depois de ter derrotado, por 2-0, a turma da Liga Desportiva Muçulmana da Ilha de Moçambique, em partida a contar para a décima jornada da primeira volta do certame que é disputado por treze formações.

 

No segundo posto encontra-se o Desportivo de Nacala, campeão em título com 16 pontos, depois de ter permitido um empate a um golo no seu reduto, diante da Casa Issufo FC, resultado idêntico registado no “derby” nampulense entre o Sporting e Benfica, ambos da capital provincial.

 

 

Quem está com ar de graças nesta prova é o Benfica de Moma que depois de se ter qualificado para a fase regional da Taça de Moçambique, a segunda prova mais importante do calendário futebolístico nacional recebeu e goleou o Sporting de Angoche, por 4-2. O encontro entre o Moçambique FC da Ilha e Sporting de Monapo não se efectivou por falta de policiamento no recinto do jogo.

 

Com este quadro de resultados, o Ferroviário de Nacala lidera a prova com 20 pontos, seguido do Desportivo da mesma cidade com 16 e na terceira posição está o Hospital Central de Nampula FC que está ronda ficou de fora devido ao número ímpar das equipas participantes na prova.

 

Na posição imediata segue-se a dupla Sporting do Monapo e Benfica de Moma, ambos com 14 pontos, o Benfica de Monapo tem 25, enquanto o de Nampula tem onze mais um que o seu arqui-rival, o Sporting também de Nampula. A décima posição é partilhada pelas formações do Benfica de Angoche e Casa Issufo FC, ambas com sete pontos cada, sendo que as duas últimas posições são ocupadas pelo Sporting de Angoche e Liga Muçulmana com seis e três pontos respectivamente.

 

 

A próxima jornada, a décima primeira da primeira volta contempla os seguintes jogos: Hospital Central FC-Sporting de Nampula, Benfica de Nampula Moçambique FC da Ilha, Sporting do Monapo-Desportivo de Nacala, Casa Issufo FC-Benfica de Moma e Liga Muçulmana Sporting de Angoche, fica de fora o líder, Ferroviário de Nacala.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

Pág. 1/3