Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

29.Fev.12

Clássico abre Taça “Xirico”

Estrela Vermelha-Desportivo

 

O CLÁSSICO do hóquei em patins nacional, Estrela Vermelha-Desportivo, marca hoje, a partir das 20.00 horas, no pavilhão dos “alaranjados”, a abertura da Taça “Xirico”, a ser disputada por quatro formações no sistema de todos contra todos em três voltas.

 

Este será o segundo encontro entre as duas formações este ano, depois de terem medido forças no Torneio da Federação Moçambicana de Patinagem, com os “alvi-negros” a saírem vitoriosos em dois confrontos.

 

A seguir, será a vez do Ferroviário e da Liga Muçulmana defrontarem-se, às 21.00 horas. Embora os “locomotivas” mostrem ser o conjunto mais coeso actualmente, a turma “muçulmana” é constituída por jogadores de boa qualidade técnica e com grande experiência, aspectos que podem tornar esta partida equilibrada.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

29.Fev.12

Augusto regressa Deolinda em Angola

Augusto Matos

 

 HÁ movimentações de carácter internacional na nossa bola-ao-cesto, envolvendo, para já, dois jogadores da selecção nacional. Trata-se do regresso à casa do “alvi-negro” Augusto Matos e da ida de Deolinda Gimo para Angola, onde deverá representar o 1º de Agosto.

 

Depois de ter brilhado nos X Jogos Africanos do Maputo-2011, Augusto Matos rumou para o básquete português, mais concretamente para o Barcelos, onde, mercê das suas excelentes qualidades, singrou imediatamente, tendo inclusive se tornado numa peça-chave da equipa e referência no clube.Eleito várias vezes melhor jogador em campo, Augusto Matos contribuiu decisivamente para a campanha do Barcelos, só que, por razões desconhecidas, decidiu rescindir o contrato com este clube, optando por regressão ao país e, naturalmente, ao seu Desportivo.

 

 

Deolinda Gimo

Informações não confirmadas dão conta de que Augusto Matos, irmão gémeo de Pio Matos Júnior, assim como de Amarildo Matos, ter-se-á ressentido do Inverno rigoroso na Europa, que em Portugal terá atingido temperaturas abaixo do normal por estas alturas. Ora, esta situação influenciou negativamente na sua actuação, acabando por preferir a rescisão do contrato, embora, a avaliar pelo perfume que deixou no básquete lusitano, as portas estejam abertas para outros emblemas.

 

 

Quanto à internacional Deolinda Gimo, a sua transferência foi para dentro do continente, Angola, onde já enverga o “jersey” do 1º de Agosto, equipa da melhor jogadora angolana da actualidade, Nacissela Maurício.

 

Nas últimas duas temporadas, tanto em Angola como no continente, o 1º de Agosto perdeu a hegemonia para o Interclube de Luanda, que, à semelhança do Desportivo de Maputo, conquistou dois títulos africanos consecutivos. Na tentativa de corrigir a situação, o clube “militar” está a apetrechar-se de atletas de grande nível e que possam ajudar a equipa a superar o rival Inter.

 

 

E Deolinda Gimo figura como uma das apostas para a reversão que o 1º de Agosto pretende levar a cabo. A posta moçambicana encontra-se em Luanda desde semana transacta, tendo, inclusive, assistido às derradeiras jornadas da Supertaça Compal, na qual o nosso país esteve representado pelo Maxaquene.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

29.Fev.12

Apuramento será por eliminatórias

turma moçambicana

O APURAMENTO ao Campeonato do Mundo de Futsal, a nível da zona africana, será por eliminatórias e não por sistema de todos contra todos, como estava previsto anteriormente. A alteração do molde de disputa deve-se ao facto de Angola ter desistido de acolher o Campeonato Africano por razões organizacionais. Assim, a selecção nacional aguarda pela realização do sorteio, que deve acontecer no próximo mês, para saber quem será o seu adversário.

 

As eliminatórias serão disputadas dentro e fora de casa, até se encontrar os finalistas que carimbam o passaporte para o Mundial, a disputar-se na Tailândia, de 2 a 18 de Novembro, o mesmo acontecendo com o terceiro classificado, que também assegura a qualificação.

 

Egipto, Líbia, Angola e Zâmbia são os principais concorrentes de Moçambique na corrida rumo ao maior evento mundial da modalidade, que já tem como apurados a Tailândia, na qualidade de anfitriã, e as Ilhas Salomão, vencedor da fase de qualificação da Oceânia.

 

O continente europeu apurará sete países que sairão dos “play-offs”, a disputarem-se de 25 a 28 Março (primeira “mão”) e 8 a 11 Abril (segunda), contemplando os jogos Noruega-Itália, Eslovénia-Rep. Checa, Azerbaijão-Rússia, Eslováquia-Espanha, Hungria-Sérvia, Bielorrússia-Portugal e Roménia-Ucrânia.

 

Da zona da CONCACAF (América do Norte, Central e Caraíbas) saem quatro equipas, o mesmo número da Ásia e da CONMEBOL (América do Sul), perfazendo um total de 24 selecções.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

29.Fev.12

Duplo triunfo da Guatemala

turma moçambicana

A GUATEMALA mostrou o porquê de ser uma das melhores selecções mundiais de futsal. Com um andamento competitivo muito superior ao de Moçambique, a turma sul-americana venceu os dois confrontos amigáveis frente à nossa selecção, designadamente por 6-1, no sábado, e por 2-1, no domingo.

 

Estas partidas serviram de preparação da equipa nacional para o Campeonato Africano de Futsal, a realizar-se este ano. Desde que havia iniciado os trabalhos a 6 de Janeiro, a selecção ainda não tinha realizado nenhum desafio de controlo, pelo que pouco se esperava de si contra uma formação que ocupa a 20ª posição no “ranking” mundial.

 

Aliás, o seleccionador nacional, o brasileiro Roberval Ramos, já tinha dito que o principal objectivo era avaliar o estado de forma dos jogadores, bem como os processos de jogo, de modo a poder corrigir eventuais lacunas.

 

Durante esta semana, o “mister” deverá começar a corrigir as situações menos boas para que, nas vésperas do “Africano”, a turma moçambicana esteja afinada.

 

A Comissão Nacional de Futsal, que muito se esforçou para trazer a Guatemala, já equaciona a vinda de mais selecções de alto nível que possam conferir à equipa nacional o ritmo competitivo necessário para participar numa prova tão importante como é o Campeonato Africano.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

29.Fev.12

Novos guerrilheiros iniciam luta em Dar-es-Salaam

Mambas

MEIO século depois de os nossos nacionalistas terem usado Dar-es-Salaam para se organizar e desencadear a luta contra a dominação portuguesa, novos guerrilheiros moçambicanos estarão hoje naquela cidade, desta vez contra a própria Tanzania, para iniciar a luta futebolística rumo ao CAN África do Sul-2013.

 

Que nos desculpem os nossos carinhosos irmãos tanzanianos, mas nestas coisas de futebol, pelo menos durante a hora e meia de jogo, a amizade e irmandade são postas de lado e cada qual procura chamar a si a vitória. É essa vitória, pois, que a selecção nacional vai procurar conquistar quando esta tarde descer ao relvado do Estádio Nacional de Dar, a partir das 15.00 horas do Maputo, para a primeira “mão” da segunda pré-eliminatória de apuramento ao Campeonato Africano das Nações de 2013, a ter lugar na África do Sul.

 

Do berço tanzaniano, há 50 anos, nasceu a frente guerrilheira do nosso país, conduzida por jovens imbuídos pelo espírito libertador. Hoje, outros jovens, movidos por uma tenaz vontade de colocar Moçambique entre as melhores selecções de futebol do continente, em 2013 – primeira edição do campeonato nos anos ímpares – vão-se bater com denodo face a um adversário que, no seu ambiente, procurará jogar com todos os argumentos para também ganhar a partida.

 

A nossa selecção é absolutamente nova. Não é a mesma que os tanzanianos ainda hoje se recordam com melancolia, quando, na derradeira jornada de qualificação para o CAN Gana-2008 e no acabadinho de inaugurar Estádio Nacional de Dar-es-Salaam, venceu por uma bola sem resposta, golo de Tico-Tico, a passe magistral de Dominguez. Igualmente, não são os mesmos “Mambas” que no dia 23 de Abril do ano passado, na inauguração do Estádio Nacional do Zimpeto, triunfaram por 2-0, tentos da autoria de Jerry.

 

 

No entanto, são os mesmos moçambicanos convictos, primeiro, numa boa exibição; segundo, num resultado que os possa tranquilizar em relação ao encontro da segunda “mão”, em Junho, no Maputo. Trata-se de uma juventude com o sangue na guelra e que, na importante mescla produzida pelo seleccionar Gert Engels, se espera dela um desempenho que contribua substancialmente para a harmonização que “todo o mundo” anseia na equipa.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

29.Fev.12

NAMÍBIA NOCIVA JÁ LÁ VAI…

Dominguêz e Josimar, fundamentais no xadrez moçambicano

Do ensaio efectuado quarta-feira passada na Namíbia não guardámos boas recordações. Por um lado, foi a tentativa de sabotagem da viagens por parte de alguns jogadores – felizmente, penitenciaram-se e foram reintegrados, à excepção de Josimar, aparentemente a principal orquestra da banda –; e, por outro, certamente como consequência da primeira situação, a goleada por três bolas sem resposta.

 

Uma semana depois, ao que tudo indica, a calma voltou a reinar nos “Mambas”, e a integração de unidades influentes e harmonizadoras como Dominguez terá contribuído sobremaneira para que os “revoltosos” se chamassem à razão por si próprios, criando-se assim no seio do grupo a coesão e a concórdia, peças fundamentais numa equipa nova como a nossa e que enfrenta o peso de actuar fora de portas.

 

Tirando os casos do experiente guarda-redes Kampango e de Dominguez, Whisky, Zainadine Júnior, Miro, Carlitos, Jerry, Mexer, Jumisse e Zé Luís, os outros jogadores que esta tarde defrontam a Tanzania são ainda novos nestas andanças, mas, internamente, verdade seja dita, são jovens com um grande potencial futebolístico, tal como se pode explicar das actuações de Pinto, Chico, Diogo, Clésio, Osvaldo, Telinho, Aguiar e Maninho.

 

Em Dar, a expectativa no seio da comunidade moçambicana é muito grande. Aliás, basta dizer que à chegada ao aeroporto da capital tanzaniana, no domingo, os “Mambas” foram recebidos por uma multidão eufórica, que cantava, dançava e vitoriava os jogadores, com a promessa de esta tarde emprestar o seu calor humano à equipa, de modo a alcançar o seu desiderato, sabendo-se que a formação local também está com as garras afiadas.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

29.Fev.12

Quadro de jogos

Mambas

Catorze cidades africanas acolhem hoje outras tantas partidas referentes à primeira “mão” da segunda pré-eliminatória de apuramento ao CAN África do Sul-2013. Eis o quadro completo dos jogos:

 

Etiópia-Benin, Ruanda-Nigéria, Congo-Uganda, Burundi-Zimbabwe, Gâmbia-Argélia, Quénia-Togo, São Tomé e Príncipe-Serra Leoa, Guiné-Camarões, Chade-Malawi, Seychelles-RD Congo, Tanzania-Moçambique, Rep. Centro-Africana-Egipto, Madagáscar-Cabo Verde e Libéria-Namíbia.

A segunda “mão” decorrerá entre os dias 16, 16 e 17 de Junho.

 

As 14 formações que se apurarem juntam-se na fase seguinte (primeira eliminatória) às 16 que disputaram o recente CAN-2012, designadamente Gabão, Guiné-Equatorial, Zâmbia, Costa do Marfim, Mali, Gana, Sudão, Angola, Senegal, Tunísia, Marrocos, Botswana, Burkina Faso, Níger, Líbia e Guiné.

 

Nessa altura, as 30 selecções (14+16) discutirão, igualmente em duas “mãos”, em Outubro, o apuramento das 15 que, juntamente com a África do Sul, qualificada automaticamente na qualidade de anfitriã, constituirão o grupo dos 16 países presentes no CAN-2013.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

29.Fev.12

Todo-o-terreno PPF mais activa na FIFA

Palmira Pedro Francisco

A CONHECIDA dirigente moçambicana de futebol, a todo-o-terreno Palmira Pedro Francisco, ou simplesmente PPF, está cada vez mais activa na federação internacional da modalidade (FIFA), com a sua nomeação, para um período de quatro anos, como membro deste organismo supranacional.

 

Segundo o previsto, Palmira Pedro Francisco, cuja nomeação ocorreu em Dezembro último, deverá integrar o Comité Organizador do Campeonato do Mundo de Sub-20, a acontecer no Japão, entre os meses de Julho e Agosto.

 

PPF esteve recentemente na Guiné Equatorial, um dos palcos do CAN-2012, tendo de lá seguido para Zurique, sede da FIFA, para tomar posse nas suas novas funções, numa cerimónia em que foram também empossados outros membros.

 

Internamente, recorde-se, Palmira Pedro Francisco esteve durante muitos anos ligado à Federação Moçambicana de Futebol, tendo desempenhado um papel preponderante no desenvolvimento da modalidade no escalão feminino.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

28.Fev.12

Equilíbrio e competitividade

DEPOIS de os 14 clubes participantes no Moçambola terem votado por unanimidade o relatório de actividades e contas de 2011 e o orçamento para o presente ano, a vez é das reacções ao sorteio da edição-2012, cujo início está agendado para 17 de Março.

 

As expectativas apontam para uma competição bem concorrida, a avaliar pelas declarações dos dirigentes de alguns clubes, entre eles os principais concorrentes ao título, os regressados e os estreantes. Para já, ninguém fala de fracasso. Todos esperam colher melhores resultados e manter as suas cores brilhantes durante a época.

 

Os grandes não falam de favoritos, mas apontam, isso sim, para uma prova equilibrada, bem disputada e em que não existirão grandes nem pequenos. Porém, não colocam de lado as suas ambições de lutar pelo título, enquanto os menos favoritos referem-se à melhoria da qualidade competitiva e à sua manutenção na prova.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

28.Fev.12

Chega de sobe e desce – afirma Ório Benzane, o homem-forte do Ferroviário de Pemba

Ferroviario de Pemba vs Vfc

O PRESIDENTE do Ferroviário de Pemba, Ório Benzane, prometeu uma equipa bem diferente das épocas transactas, e o objectivo principal é colocar um ponto final no sobe e desce. Disse que o sorteio trouxe à ribalta o que era esperado, para além de que, no seu entender, todos os clubes intervenientes estão na prova pelo nível que apresentam.

 

 O Ferroviário de Pemba tem o primeiro jogo em casa, mas ainda não dispõe do campo, o que lhe obrigará a jogar no recinto do adversário (Maxaquene) ou num outro terreno.

 

Esta seria a maior prenda para o povo de Cabo Delgado, mas, como sabem, temos ainda a questão do campo por resolver. Já há uma solução, mas provavelmente faremos os primeiros dois jogos antes de o campo estar em condições. Tudo dependerá da aceleração das obras e, se pudermos, melhor será. Sabemos que o Maxaquene é uma equipa com muita experiência e melhor do que nós, porém, estamos preparados para enfrentá-lo”, explicou.

 

A aposta dos “locomotivas” de Pemba é a manutenção, ou seja, inverter o cenário que caracterizou a sua presença irregular na prova, com o sobe e desce. “Queremos mudar isso. Aconteceu connosco durante quatro anos, desta vez queremos evitar descidas, daí que a nossa meta é a manutenção, e a principal arma para isso que aconteça é jogar em casa”.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

Pág. 1/10