Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

Presidente da FIFA felicita Dilma

Dilma

AS mensagens parabenizando Dilma Rousseff pela vitória nas eleições do último domingo nas presidenciais brasileiras não se limitaram aos chefes de Estado. O presidente da FIFA, Joseph Blatter, também a saudou através de uma carta endereçada à nova presidente na qual mostrou confiança quanto ao sucesso do Mundial-2014, que será no Brasil.Maputo,

 

"É uma grande honra para mim felicita-lapela sua vitória na eleição para a Presidência da República Federativa do Brasil", escreveu o dirigente. "Tenho a certeza que a Copa representará um importante impulso para o desenvolvimento a longo prazo e duradouro nas áreas de serviços sociais, cultura e educação e que a força do futebol terá uma influência positiva sobre a sociedade brasileira", destacou.

 

Entre os principais desafios de Dilma para o bom andamento da Copa do Mundo está a melhoria da infra-estrutura dos aeroportos, já criticados publicamente pela FIFA. A presidente também terá pela frente a coordenação das obras nos estádios e nas cidades-sede.
 

Jogos de cortar a respiração

Play-offs” da Liga Nacional de Basquetebol.

Estão já definidos os jogos dos “play-offs” das meias-finais da Liga Nacional de Basquetebol Vodacom: Maxaquene vs Ferroviário da Beira - reedição da final do ano passado -, e Desportivo vs Ferroviário de Maputo.
 

Maxaquene e Ferroviario na Lina Nacional Vodacom

. 

 

 

Este cruzamento, lembre-se, vem na sequência do regulamento da prova, em que o primeiro (Maxaquene) joga com o quarto (Ferroviário da Beira) e o segundo (Ferroviário de Maputo) com o terceiro (Desportivo).

 

 

Na décima quarta e última jornada, o Maxaquene venceu o Costa do Sol por 96-61. Por sua vez, o Ferroviário de  Maputo, num embate impróprio para cardíacos, derrotou o Desportivo, por 84-83, com 34-45 ao intervalo, a favor dos “alvi-negros”.

 

Crescêncio José

 

Fonte: O Pais

FIFA e chineses na inspecção do Estádio Nacional de Zimpeto

 

Semana passada, foi concluída a colocação da relva natural, no Estádio Nacional de Zimpeto, marcando assim o ponto final dos trabalhados considerados “pesados”. O tapete verde foi adquirido na vizinha África do Sul e foi colocado por uma empresa moçambicana, em duas semanas, conforme foi previsto no respectivo acordo.


Segundo José Pereira, responsável pelo empreendimento da parte moçambicana, neste momento, está no terreno uma equipa de inspectores do Ministério do Comércio da China, uma instituição que responde pelo financiamento do governo chinês, em África.

 

Conforme explicou Pereira, os referidos inspectores chineses estão a realizar uma avaliação geral ao Estádio Nacional, nas suas variadas vertentes de funcionamento, casos de canalização, electrificação, sistema audio-visual, segurança em caso de emergência, entre outros items.

 

Este trabalho vai decorrer até 15 de Novembro e, depois, o mesmo grupo de trabalho vai dizer se, efectivamente, a obra está em perfeitas condições para o seu uso ou há algo por corrigir.

 

Muito provavelmente poder-se-á dar nota positiva, desta vez, já que, na pré-triagem feita há alguns meses, apenas foi registada uma pequena fuga de água, tendo os técnicos pela área resolvido o “assunto” de imediato.

 

Assim, após este trabalho de inspecção dos chineses, o Estádio será entregue, provisioriamente, à parte moçambicana, ao que vai seguir-se uma nova inspecção, desta feita, dirigida pela FIFA.


Tal como na primeira, nesta segunda a instituição máxima do futebol mundial vai testar os sistema de segurança, iluminação, comunicação e, caso  se confirme a sua plena operacionalidade, o Estádio Nacional será considerado instituição desportiva aprovada para acolher oficialmente jogos internacionais.

 

Só depois desta inspecção é que se seguirá a entrega definitiva da obra ao governo moçambicano, estando a inauguração marcada para 11 de Dezembro, com o jogo Moçambique vs Tanzania.

 

O nosso interlocutor disse, na mesma ocasião, que terminados os trabalhos dentro do Estádio seguirão outros à volta do mesmo, inseridos no mesmo projecto, nomeadamente, a arborização e arrelvamente na zona reservada ao parqueamento e o melhoramento das vias de acesso.

 

Falando especificamente no arrelvamente da área do parqueamento, Pereira defendeu que a acção tem em vista evitar o levantamento de poeira, permitindo a circulação de ar puro independentemente do tempo que fizer.


Entretanto, à medida em que as obras vão terminando, o número de operários moçambicanos contratados vai diminuindo drasticamente.

 

Neste momento, apenas 19 moçambicanos ainda trabalham na obra, contra cerca de 70 chineses. Deste total de trabalhadores, alguns vão ficar até à entrega definitiva da obra, enquanto outros irão permanecer por mais algum tempo para garantir a manutenção de certos trabalhos antes que estes sejam feitos internamente.

Anexo ao Estádio Nacional ainda serão construídos uma piscina olímpica, campo polivalente, campo de futebol para treinos.

 

Fonte:O Pais

Jumisse continua em alta nas competições portuguesas

O internacional moçambicano foi o autor do tento de honra da sua equipa na derrota sofrida quinta-feira passada.

 

O internacional moçambicano Jumisse, a evoluir no Portimonense, foi o autor do tento de honra da sua equipa na derrota sofrida quinta-feira passada, 28 de Outubro, diante do Desportivo das Aves (3-1), em jogo inserido na Taça da Liga. Jumisse, que entrou aos 60 minutos no lugar de Pedro Moreira, facturou à passagem do minuto 84. Nesta partida, disputada no Estádio do Clube Desportivo das Aves, Hélder Pelembe, avançado moçambicano que também milita na formação algarvia, não foi utilizado por Litos. Tozé Marreco foi a grande figura da partida, apontando os três golos do Desportivo das Aves, conjunto que milita no segundo escalão do futebol “tuga”.

 

A decisão quanto à passagem à próxima fase da Taça da Liga fica agora para o jogo da segunda “mão”, a realizar no Algarve.

 

Mexer, jogador que foi emprestado pelo Sporting ao Olhanense, continua a não ser primeira opção para o luso-moçambicano Daúto Faquirá. O central não foi utilizado, domingo, no empate a uma bola entre o Olhanense e Marítimo, inserido na 9ª jornada da Liga Zon Sagres. Kléber (aos 7 minutos) marcou para o Marítimo, enquanto Yontcha (80 minutos) fez o empate.

 

Na África do Sul, Dominguez foi titular, sexta-feira última, na vitória do Mamelodi Sundowns (1-0) sobre o Vasco Gama, em jogo da sexta jornada da Premier Soccer League. O único golo da partida foi apontado por Mushewki no minuto 29. Com esta vitória, os “brasileiros” cimentaram a liderança, agora com 15 pontos.


Já o Platinum Stars, com Miro a titular, empatou com o Maritzburg United sem abertura de contagem. O Platinum Stars ocupa a 14ª posição com seis pontos.

 

 

Fonte:O Pais

Pág. 4/4