Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

Liga GWM: Águias Especiais espreitam liderança

A FORMAÇÃO das Águias Especiais foi a única equipa a vencer na terceira jornada da Liga GWM realizada no último sábado. A vítima foi o Estrela Vermelha, que a jogar no seu campo, perdeu, por 0-1.

Com esta vitória, as Águias Especiais aproximaram-se da liderança visto que o 1° de Maio não foi para além de um empate a uma bola com o Mahafil.

As Águias somaram a sua segunda vitória consecutiva e isolaram-se na segunda posição com seis pontos, menos um que os “alvi-rubros” que se mantêm na frente.

A Académica continua a perder terreno em relação aos seus directos concorrentes. É que após a derrota com os “alvi-rubros” na jornada anterior, os “estudantes” cederam um empate a duas bolas em casa frente ao último classificado, o Beira Mar da Catembe. Sublinhe-se que a Académica é o actual detentor do título.

A Liga GWM é disputada num sistema de todos contra todos em duas voltas. O primeiro classificado qualifica-se para a “Poule” de apuramento da zona sul, tendo em vista a participação no Moçambola 2011.


CLASSIFICAÇÃO 


                                        J    V    E    D     G      P


1° DE MAIO                 3    2    1    0     7-2    7

Águias Especiais      3    2    0    1     3-2   6

Estrela Vermelha       3    2    0    1    3-2    6

Académica                  3    1     1    1   4-4   4

Mahafil                         3    0     1    2    2-5    1

Beira Mar                    3    0      1    2      3-7   1

Presidente da FIFA elogia África do Sul


NUMA cerimónia em Tshwane/Pretória na sexta-feira, o Presidente da FIFA, Joseph Blatter, disse ao vice-presidente da África do Sul, Kgalema Motlanthe, que o país tem motivos de sobra para se orgulhar do caminho que percorreu até chegar ao ponto de receber a primeira Copa do Mundo disputada em solo africano.

"Hoje é um dia histórico para nós e para a África do Sul", afirmou o presidente da FIFA. "Agora temos sete dias antes da Copa do Mundo, sete dias antes que os Bafana Bafana iniciem a sua campanha na Copa do Mundo para tentarem orgulhar a todos vocês. Quero parabenizar o Governo da República da África do Sul e o povo deste país."

"Sem o apoio que recebemos do Governo, não teríamos conseguido realizar esta Copa do Mundo. Também gostaria de agradecer a todas as províncias e cidades-sede que trabalharam incansavelmente para tornar este sonho realidade. Hoje, a família do futebol está comemorando com o povo da África do Sul. Nunca tive nenhuma dúvida de que vocês poderiam cumprir com as suas promessas."

Blatter também foi questionado sobre a presença do ex-presidente sul-africano Nelson Mandela na cerimónia de abertura da Copa. "Foi em 1992 que me encontrei pela primeira vez com Madiba, antes dele se tornar presidente. Também o encontrei brevemente ontem. Ele quer ir à cerimónia de abertura e ao primeiro jogo no Soccer City. Precisamos de rezar para que ele possa participar. É o desejo dele, e também é o nosso desejo."

Durante a cerimónia, Motlanthe, presidente interino na ausência de Jacob Zuma, aceitou o troféu em nome do Governo. Motlanthe ressaltou os esforços de Blatter para apoiar a África do Sul no seu caminho para receber o evento.

Nove feridos no “amigável” Nigéria-Coreia do Norte


NOVE pessoas, incluindo um agente da Polícia, foram levadas ao hospital depois de um tumulto ontem no encontro amigável entre Nigéria e Coreia do Norte realizado no estádio Makhulong, na África do Sul.A partida foi interrompida logo no início do segundo tempo em respeito aos feridos.

O problema começou quando centenas de pessoas que queriam entrar no estádio começaram a pressionar os portões.

"A Polícia pediu-me para interromper a partida", disse uma autoridade do futebol sul-africano. O jogo foi retomado cerca de cinco minutos depois.

Um agente da Polícia ficou gravemente ferido quando adeptos da Nigéria empurraram um portão contra ele na tentativa de entrarem no estádio com capacidade para 10 mil pessoas.

"Ele foi apertado pelos portões quando as pessoas o empurravam", disse um agente da Polícia à Reuters que estava também em serviço.

Entre os feridos há pelo menos uma criança, de acordo com outra testemunha.

Centenas de adeptos, que segundo a Polícia tinham ingressos falsos, tentaram entrar no estádio depois que a partida começou e os portões foram fechados.

Cerca de 500 adeptos permaneciam perto do estádio depois do tumulto. Dentro do estádio ainda havia muitos lugares vazios, já que nem todos os ingressos tinham sido vendidos.

Selecção Nacional parte hoje para RAS


A SELECÇÃO Nacional de Futebol segue hoje para a vizinha África do Sul, onde amanhã vai defrontar a sua congénere de Portugal, em jogo amigável e de preparação para os dois combinados que estarão envolvidos em várias frentes internacionais, com destaque para os portugueses presentes no Campeonato do Mundo.

Chiquinho Conde promete, no embate com os “tugas”, uma equipa bastante aguerrida, pois estará em jogo o prestígio dos atletas moçambicanos que quererão mostrar o seu potencial diante de um conjunto no qual militam alguns dos melhores jogadores do mundo, casos de Cristiano Ronaldo, Deco, Ricardo Carvalho, Simão Sabrosa, entre outros.

Esta será uma oportunidade para os moçambicanos defrontarem alguns “galácticos” e mostrarem que a sua presença no CAN de Angola, este ano, foi fruto da sua qualidade, apesar de não terem conseguido passar da primeira fase, a de grupos.

O encontro de amanhã entre estas duas selecções será o segundo na sua história, tendo no primeiro, em Portugal, os “Mambas” perdido por 1-2, com o único golo dos moçambicanos a ser apontado por Artur Comboio, na baliza de Victor Baía.

Jogo amigável com Portugal: "Mambas" em estágio

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5478510177829289618" />

A SELECÇÃO Nacional de futebol, que se prepara para o jogo amigável com Portugal, na próxima terça-feira em Joanesburgo, entra em estágio esta noite, no Hotel Rovuma, depois de ontem à tarde ter cumprido mais uma sessão de treino no Campo da Liga Muçulmana, na Matola.

Os “Mambas”, que vinham cumprindo um ciclo de treinos bidiários desde segunda-feira, não treinaram ontem de manhã como estava previsto para evitar sobrecargar os jogadores, sobretudo os internacionais, que vêm do defeso.

Para Chiquinho Conde, técnico escolhido para orientar os “Mambas” neste jogo, não se justifica muita carga de treino porque os jogadores já têm ritmo nos pés, sendo o mais essencial o controlo do seu estado de forma. Os “Mambas” vão continuar a treinar uma vez por dia até domingo, último dia de preparação do jogo com os “tugas”.

Chiquinho Conde disse à nossa Reportagem que nas sessões que se seguem serão aprofundados aspectos relacionados com a abordagem do jogo e a forma de estar da equipa no rectângulo do jogo.

Os “Mambas” vão treinar até domingo e viajam segunda-feira para Joanesburgo, onde defrontarão os portugueses às 16.00 horas do dia seguinte.


id="BLOGGER_PHOTO_ID_5478501693635280274" />
DOMINGUEZ CONTINUA FALTOSO


Entretanto, o médio-ofensivo Dominguez continua faltoso. No entanto, todo o lote de jogadores convocados internamente ficou completo ontem com a comparência dos cinco convocados da formação da Liga Muçulmana, que regressou no final da tarde de terça-feira de Lichinga, onde no domingo defrontou o FC local para o Moçambola. Trata-se de Binó, Fanuel, Campira, Jumisse e Mayunda.

Chiquinho Conde conta neste momento com 23 jogadores, nomeadamente os guarda-redes Lamá, Binó e Gervásio; os defesas Paíto, Armando Sá, Mexer, Zainadine Júnior, Fanuel, Campira, Mayunda, Tony Gravata; os médios Simão, Genito, Gonçalves Fumo, Danito Parruque, Momed Hagy, Whisky, Josimar, Jumisse e Diogo; e os avançados Mbinho, Jerry e Tony.

Estádio de Vilankulo terá “cara lavada”

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5478498355024822402" />
O ESTADO da relva do Estádio Municipal de Vilankulo está cada vez melhor, mercê da montagem do novo sistema de rega no âmbito das obras de reabilitação de todo o complexo em curso desde Maio passado.

A reabilitação consiste no aumento do sistema de abastecimento de água, bem como a colocação de doze estacões de irrigação que fornecem cerca de sessenta mil litros de água por dia. Cada estacão, segundo soubemos das autoridades locais, lança um jacto de água com capacidade de alcançar oito metros de raio e vinte centímetros de altura.

De acordo com Yassin Amugi, patrono de Vilankulo Futebol Clube, está igualmente em curso a construção de um furo de água nas proximidades do estádio visando reforçar o abastecimento de água para os actuais seis tanques conectados ao sistema de bombagem.

O sistema montado em Vilankulo é a primeira experiência no país, pois fica programado para arrancar às dez horas e funciona durante duas horas, todos os dias, menos os da realização dos jogos.

Nos próximos dias, segundo Yassin Amugi, e depois da conclusão doutro furo ora em obra, o sistema será programado para trabalhar de manhã e à tarde. A reabilitação do piso do estádio municipal, financiado pela multinacional SASOL, vai custar pouco mais de 2.250.000, 00 meticais.

Enquanto decorrem as obras de reabilitação e manutenção da relva, as da parte infra-estrutural danificada pelo ciclone “Favio”, estão igualmente a evolui satisfatoriamente. A vedação do campo poderá terminar nos próximos dias, assim como a substituição da rede de vedação do rectângulo do jogo com a colocação de uma estrutura moderna. Aqui, segundo constatou a nossa Reportagem, a rede vem já montada numa estrutura construída através de cantoneiras. A sua colocação dispensa o uso de tubos galvanizados.

Neste capítulo inclui ainda a reabilitação dos balneários, bancada VIP, entre outras actividades para refuncionalizar o parque destruído pelo ciclone de 2007 daquele estádio do norte de Inhambane, e vai consumir mais de sete milhões de meticais e será executada num período de sessenta dias.

Victorino Xavier

Jogo amigável com Portugal: "Mambas" em estágio



A SELECÇÃO Nacional de futebol, que se prepara para o jogo amigável com Portugal, na próxima terça-feira em Joanesburgo, entra em estágio esta noite, no Hotel Rovuma, depois de ontem à tarde ter cumprido mais uma sessão de treino no Campo da Liga Muçulmana, na Matola.

Os “Mambas”, que vinham cumprindo um ciclo de treinos bidiários desde segunda-feira, não treinaram ontem de manhã como estava previsto para evitar sobrecargar os jogadores, sobretudo os internacionais, que vêm do defeso.

Para Chiquinho Conde, técnico escolhido para orientar os “Mambas” neste jogo, não se justifica muita carga de treino porque os jogadores já têm ritmo nos pés, sendo o mais essencial o controlo do seu estado de forma. Os “Mambas” vão continuar a treinar uma vez por dia até domingo, último dia de preparação do jogo com os “tugas”.

Chiquinho Conde disse à nossa Reportagem que nas sessões que se seguem serão aprofundados aspectos relacionados com a abordagem do jogo e a forma de estar da equipa no rectângulo do jogo.

Os “Mambas” vão treinar até domingo e viajam segunda-feira para Joanesburgo, onde defrontarão os portugueses às 16.00 horas do dia seguinte.



DOMINGUEZ CONTINUA FALTOSO


Entretanto, o médio-ofensivo Dominguez continua faltoso. No entanto, todo o lote de jogadores convocados internamente ficou completo ontem com a comparência dos cinco convocados da formação da Liga Muçulmana, que regressou no final da tarde de terça-feira de Lichinga, onde no domingo defrontou o FC local para o Moçambola. Trata-se de Binó, Fanuel, Campira, Jumisse e Mayunda.

Chiquinho Conde conta neste momento com 23 jogadores, nomeadamente os guarda-redes Lamá, Binó e Gervásio; os defesas Paíto, Armando Sá, Mexer, Zainadine Júnior, Fanuel, Campira, Mayunda, Tony Gravata; os médios Simão, Genito, Gonçalves Fumo, Danito Parruque, Momed Hagy, Whisky, Josimar, Jumisse e Diogo; e os avançados Mbinho, Jerry e Tony.

Tico-Tico associa-se a "Abra os Olhos"

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5478490874445444594" />
O EX-CAPITÃO dos “Mambas” Tico-Tico rubricou ontem um memorando de entendimento com a Save the Children, organização internacional de defesa dos direitos da criança, tendo em vista o desenvolvimento de uma campanha de prevenção e combate ao tráfico de crianças.

A campanha lançada ontem na capital do país, com o slogan “Abra os Olhos”, surge no âmbito da realização do “Mundial” de Futebol na África do Sul, uma prova que vem mexendo com milhões de pessoas, e poderá ser usada para traficar seres humanos. É neste âmbito que a Save the Children aproveitou para iniciar a um novo programa de reforço das suas actividades na luta contra este flagelo.

Tico-Tico irá vestir durante aproximadamente quatro meses, período da duração do contrato, a camisola de uma figura importante no trabalho de advocacia e sensibilização para a protecção da criança migrante.

Actualmente a jogar no Desportivo, após uma longa passagem pelo futebol sul-africano, Tico-Tico mostrou-se emocionado por ter abraçado um projecto tão sério. Afirmou ser um apaixonado pelas crianças e estar disposto a dar o seu máximo para minimizar o índice de tráfico de crianças. “A minha paixão são as crianças. Assinei um acordo para colaborar no combate contra o tráfico de crianças, mas mesmo que não tivesse me aliado a este programa estaria sempre disposto a dar o meu apoio”.

Chris McIvor, director de advocacia da Save the Children, frisou a importância que Tico-Tico terá em todo este processo pela pessoa que é, enquanto jogador, e do exemplo que representa para milhões de crianças. “Tico-Tico é um participante activo em todo o processo. A sua imagem desempenhará um papel importante no contacto com as pessoas e no fortalecimento dos novos mecanismos de protecção às crianças”.

No dia 16 de Junho próximo, Tico-Tico desloca-se a Ressano Garcia onde fará a entrega de bolas de futebol a alunos de uma escola. Será uma das muitas acções que o futebolista vai pôr em prática.

MUNDIAL-2010 - Os 23 jogadores de cada selecção (1)

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5478489730633346322" />
AS 32 selecções que vão participar no Campeonato do Mundo da África do Sul já refinaram os seus plantéis e apresentaram os 23 jogadores que são exigidos pela FIFA. Se algumas estrelas tinham escapado na primeira fase, na segunda acabaram por ficar de fora. De salientar que ontem publicámos três selecções africanas, nomeadamente África do Sul, Costa do Marfim e Nigéria. Eis as listas dos convocados de cada equipa:

GRUPO A

MÉXICO

Guarda-redes - Memo Ochoa (América), Luís Ernesto Michel (Chivas/Estados Unidos) e Óscar Perez (Chiapas);

Defesas - Rafael Márquez (Barcelona/Espanha), Ricardo Osório (Estugarda/Alemanha), Hector Moreno (AZ Alkmmar/Holanda), Francisco Rodriguez (PSV Eindhoven/Holanda), Carlos Salcido (PSV Eindhoven/Holanda), Paul Aguilar (Pachuca), Efrain Juarez (Pumas UNAM).

Médios - Jonny Magallon (Guadalajara), Jorge Torres Nilo (Atlas), Gerardo Torrado (Cruz Azul), Israel Castro (Pumas UNAM) e Andrés Guardado (Deportivo/Espanha);

Avançados - Pablo Barrera (Pumas UNAM), Adolfo Bautista (Guadalajara), Alberto Medina (Guadalajara), Cuauhtemoc Blanco (Veracruz), Javier Hernandez (Guadalajara), Giovani dos Santos (Galatasaray/Turquia), Guillermo Franco (West Ham/Inglaterra) e Carlos Vela (Arsenal/Inglaterra).

URUGUAI

Guarda-redes: Fernando Muslera (Lázio), Juan Castillo (Deportivo Cali) e Martín Silva (Defensor Sporting).

Defesas: Martín Cáceres (Juventus), Maurício Victorino (Universidad de Chile), Diego Lugano (Fenerbahce), Diego Godín (Villarreal), Andrés Scotti (Colo Colo) e Jorge Fucile (F.C. Porto).

Médios: Álvaro Fernández (Universidad de Chile), Sebastián Eguren (Alk Estocolmo), Walter Gargano (Nápoles), Maxi Pereira (Benfica), Diego Pérez (Mónaco), Álvaro Pereira (FC Porto), Egidio Arévalo Ríos (Peñarol), Ignácio González (Valência) e Nicolás Lodeiro (Ayax).

Avançados: Diego Forlán (Atlético de Madrid), Sebastián Fernández (Banfield), Luís Suárez (Ajax), Sebastián Abreu (Botafogo) e Edinson Cavani (Palermo).

FRANÇA

Guarda-redes: Hugo Lloris (Lyon), Steve Mandanda (Marselha), Cédric Carrasso (Bordeaux);

Defesas: William Gallas (Arsenal/ING), Eric Abidal (Barcelona/ESP), Bakary Sagna (Arsenal/ING), Patrice Evra (Manchester United/ING), Gaël Clichy (Arsenal/ING), Marc Planus (Bordeaux), Anthony Réveillère (Lyon), Sébastien Squillaci (Sevilha/ESP);

Médios: Abou Diaby (Arsenal/ING), Alou Diarra (Bordeaux), Yoann Gourcuff (Bordeaux), Florent Malouda (Chelsea/ING), Jérémy Toulalan (Lyon);

Avançados: Nicolas Anelka (Chelsea/ING), Djibril Cissé (Panathinaikos/GRE), André-Pierre Gignac (Toulouse), Sidney Govou (Lyon), Thierry Henry (Barcelona/ESP), Franck Ribéry (Bayern de Munique/ALE), Mathieu Valbuena (Marselha).

GRUPO B

ARGENTINA

Guarda-redes: Sérgio Romero (AZ Alkmaar-HOL), Mariano Andújar (Catania-ITA) e Diego Pozo (Colón-ARG)

Defesas: Nicolás Otamendi (Vélez Sarsfield-ARG), Martín Demichelis (Bayern de Munique-ALE), Walter Samuel (Inter de Milão-ITA), Gabriel Heinze (Olympique de Marselha-FRA), Nicolás Burdisso (Roma-ITA), Clemente Rodríguez (Estudiantes-ARG) e Ariel Garcé (Colón-ARG)

Médios: Verón (Estudiantes-ARG), Mascherano (Liverpool-ING), Jonás Gutiérrez (Newcastle-ING), Angel Di Maria (Benfica-POR), Javier Pastore (Palermo-ITA), Mário Bolatti (Fiorentina-ITA) e Maxi Rodríguez (Liverpool-ING)

Avançados: Lionel Messi (Barcelona-ESP), Gonzalo Higuaín (Real Madrid-ESP), Carlos Tevez (Manchester City-ING), Sérgio Agüero (Atlético de Madrid-ESP), Diego Milito (Inter de Milão-ITA) e Martín Palermo (Boca Juniors-ARG)

COREIA DO SUL

Guarda-redes: Lee Woon-Jae (Suwon Bluewings), Kim Young-Kwang (Ulsan Horang-i), Jung Sung-Ryong (Seongnam Ilhwa).

Defesas: Lee Young-Pyo (Al-Hilal), Kim Dong-Jin (Ulsan Horang-i), Cha Du-Ri (Friburgo), Oh Beom-Seok (Ulsan Horang-i), Cho Yong-Hyung (Jeju United), Lee Jung-Soo (Kashima Antlers), Kim Hyung-Il (Pohang Steelers), Min-Soo Kang (Suwon).

Médios: Kim Nam-Il (Tom Tomsk), Park Ji-Sung (Manchester United), Kim Jung-Woo (Gwangju Phoenix), Lee Chung-Yong (Bolton), Ki Sung-Yong (Celtic), Kim Jae-Sung (Pohang Steelers), Kim Bo-Kyung (Oita Trinita).

Avançados: Lee Dong-Gook (Jeonbuk Motors), Ahn Jung-Hwan (Dalian Shide), Park Chu-Young (Mónaco), Yeom Ki-Hoon (Suwon Bluewings), Lee Seung-Ryul (FC Seoul).

GRÉCIA

Guarda-redes - Michalis Sifakis (Aris), Alexandros Tzorvas (Panathinaikos) e Kostas Chalkias (PAOK Salonika);

Defesas - Giorgos Seitaridis (Panathinaikos), Loukas Vintra (Panathinaikos), Evangelos Moras (Bolonha), Socrates Papastathopoulos (Génova), Sotiris Kyrgiakos (Liverpool), Avraam Papadopoulos (Olympiakos), Vasilis Torosidis (Olympiakos), Nikos Spiropoulos (Panathinaikos) e Stelios Malezas (PAOK Salonika);

Médios - Kostas Katsouranis (Panathinaikos), Alexandros Tziolis (Siena), Giorgos Karagounis (Panathinaikos), Sotiris Ninis (Panathinaikos), Christos Patsatzoglou (Omonia) e Sakis Prittas (Aris Salonika);
Avançados:Dimitris Salpingidis (Panathinaikos), Theofanis Gekas (Francfort), Giorgos Samaras (Celtic) Pantelis Kapetanos (Steaua Bucareste) Angelos Charisteas (Nuremberg)

GRUPO C

INGLATERRA

Guarda-redes - Joe Hart (Manchester City), David James (Portsmouth) e Robert Green (West Ham);

Defesas - Jamie Carragher (Liverpool), Ashley Cole (Chelsea), Rio Ferdinand (Manchester United), Glen Johnson (Liverpool), Ledley King (Tottenham), John Terry (Chelsea), Matthew Upson (West Ham) e Stephen Warnock (Aston Villa);

Médios - Gareth Barry (Manchester City), Michael Carrick (Manchester United), Joe Cole (Chelsea), Steven Gerrard (Liverpool), Frank Lampard (Chelsea), Aaron Lennon (Tottenham), James Milner (Aston Villa) e Shaun Wright-Phillips (Manchester City);

Avançados - Peter Crouch (Tottenham), Jermain Defoe (Tottenham), Emile Heskey (Aston Villa) e Wayne Rooney (Manchester United).

EUA

Guarda-redes: Brad Guzan (Aston Villa, ING), Tim Howard (Everton, ING) e Marcus Hahnemann (Wolverhampton, ING);

Defesas: Carlos Bocanegra (Rennes, FRA), Jonathan Bornstein (Chivas, EUA), Steve Cherundolo (Hannover, ALE), Jay DeMerit (Watford, ING), Clarence Goodson (IK Start, DIN), Oguchi Onyewu (Milan, ITA) e Jonathan Spector (West Ham, ING);

Médios: DaMarcus Beasley (Glasgow Rangers, ESC), Michael Bradley (Borussia Monchengladbach, ALE), Ricardo Clark (Eintracht Frankfurt, ALE), Clint Dempsey (Fulham, ING), Landon Donovan (Los Angeles Galaxy, EUA), Maurice Edu (Glasgow Rangers, ESC), Benny Feilhaber (Aarhus, DIN), Stuart Holden (Bolton, ING) e Jos Torres (Pachuca, MEX);

Avançados: Jozy Altidore (Villarreal, ESP), Edson Buddle (Los Angeles Galaxy, EUA), Robbie Findley (Real Salt Lake, EUA) e Herculez Gomez (Puebla, MEX).

ARGÉLIA

Guarda-redes: Lounes Gaouaoui (ASO Chlef), Faouzi Chaouchi (ES Setif), Raid Ouheb Mbolhi (Slavia Praga)

Defesas: Abdelakder Laifaoui (ES Setif), Madjid Bougherra (Rangers), Carl Medjani (Ajaccio), Rafik Halliche (Nacional Madeira), Antar Yahia (Bochum), Habib Belaid (Boulogne-sur-Mer), Nadir Belhadj (Portsmouth), Djamel Mesbah (Lecce)

Médios: Hassan Yebda (Portsmouth), Medhi Lacen (Racing Santander), Yazid Mansouri (Lorient), Adlene Guidoura (Wolverhampton), Riad Boudebouz (Sochaux), Djamel Abdoun (Nantes), Foued Kadir (Valenciennes), Karim Ziani (Wolfsburgo), Karim Matmour (Borussia Monchengladbach)

Avançados: Abdelkader Ghezzal (Siena), Rafik Djebbour (AEK Atenas), Rafik Saifi (Istres)

ESLOVÉNIA

Guarda-redes - Samir Handanovic (Udinese), Jasmin Handanovic (Mantova) e Aleksander Seliga (Sparta Roterdão);

Defesas - Miso Brecko (Colónia), Bostjan Cesar (Grenoble), Branko Ilic (Lokomotiv Moscovo), Matej Mavric-Rozic (Koblenz), Bojan Jokic (Chievo), Marko Suler (Gent), Suad Filekovic (Maribor) e Elvedin Dzinic (Maribor);

Médios - Andraz Kirm (Wisla Cracóvia), Robert Koren (sem clube), Valter Birsa (Auxerre), Andrej Komac (Maccabi Tel Aviv), Dalibor Stevanovic (Vitesse Arnhem), Aleksander Radosavljevic (Larissa) e Rene Krhin (Inter).

Avançados - Forwards: Milivoje Novakovic (FC Cologne), Zlatko Dedic (VfL Bochum), Zlatan Ljubijankic (Ghent), Nejc Pecnik (Nacional Funchal), Tim Matavz (Groningen).

GRUPO D

GANA

Guarda-redes: Richard Kingson (Wigan), Daniel Agyei (Liberty Professionals), Stephen Ahorlu (Hearts of Lions)

Defesas: Samuel Inkoom (FC Basel), Jonathan Mensah (Grenada), Lee Addy (Bechem Chelsea), Rahim Ayew (Zamalek), Hans Sarpei (Bayer Leverkusen), John Mensah (Sunderland), Isaac Vorsah (Hoffenheim), John Paintsil (Fulham).

Médios: Sulley Muntari (Inter), Derek Boateng (Getafe), Anthony Annan (Rosenborg), Kwadwo Asamoah (Udinese), Andre Ayew (Arles), Stephen Appiah (Bolonha), Quincy Owusu Abeyie (Al Sadd), Kevin-Prince Boateng (Portsmouth)

Avançados: Matthew Amoah (NAC Breda) Asamoah Gyan (Rennes), Prince Tagoe (Hoffenheim), Dominic Adiyiah (AC Milan).

ALEMANHA

Guarda-redes: Manuel Neuer (Schalke), Tim Wiese (Werder Bremen), Jörg Butt (Bayern).

Defesas: Philipp Lahm, Holger Badstuber (Bayern), Arne Friedrich (Bayern), Jerome Boateng, Dennis Aogo, Marcell Jansen (Hamburgo), Per Mertesacker (Werder Bremen), Sedar Tasci (Estugarda).

Médios: Bastian Schweinsteiger (Bayern), Marco Marin, Mesut Özil (Werder Bremen), Sami Khedira (Estugarda), Toni Kroos (Bayer Leverkusen), Piotr Trochowsi (Hamburgo).

Avançados: Thomas Muller, Miroslav Klose, Mario Gómez (Bayern), Lukas Podolski (Colónia), Cacau (Estugarda) e Stefan Kiessling (Bayer Leverkusen).

AUSTRÁLIA

Guarda-redes: Adam Federici (Reading-ING), Eugene Galekovic (Adelaide Utd), Brad Jones (Middlesbrough-ING) e Mark Schwarzer (Fulham-ING);

Defesas: Michael Beauchamp (Al-Jazira-EAU), David Carney (Twente-HOL), Scott Chipperfield (Basel-SUI), Shane Lowry (Aston Villa-ING), Mark Milligan (JEF United-JAP), Craig Moore (sem clube), Lucas Neill (Galatasaray-TUR), Jade North (Tromso-NOR), Luke Wilkshire (Dínamo Moscovo-RUS) e Rhys Williams (Middlesbrough-ING);

Médios: Mark Bresciano (Palermo-ITA), Tim Cahill (Everton-ING), Nick Carle (Crystal Palace-ING), Jason Culina (Costa do Ouro Utd), Brett Emerton (Blackburn Rovers-ING), Richard Garcia (Hull City-ING), Vince Grella (Blackburn Rovers-ING), James Holland (AZ Alkmaar-HOL), Brett Holman (AZ Alkmaar-HOL), Jedinak Mile (Kulubu Antalyaspor-TUR), Tommy Oar (Utrecht-HOL), Carl Valeri (Sassuolo-ITA) e Dario Vidosic (Nuremberg-ALE);

Avançados: Josh Kennedy (Nagoya Grampus-JAP), Harry Kewell (Galatasaray-TUR), Scott McDonald (Middlesbrough-ING) e Nikita Rukavytsya (Twente-HOL).

SÉRVIA

Guarda-redes: Vladimir Stojkovic (Sporting), Bojan Isailovic (Zaglebie Lubin), Andjelko Djuricic (U. Leiria).

Defesas: Branislav Ivanovic (Chelsea), Antonio Rukavina (Munique 1860), Nemanja Vidic (Manchester United), Neven Subotic (Borussia Dortmund), Aleksandar Lukovic (Udinese), Ivan Obradovic

(Saragoça), Aleksandar Kolarov (Lazio).

Médios: Dejan Stankovic (Inter), Gojko Kacar (Hertha Berlim), Nenad Milijas (Wolverhampton), Zdravko Kuzmanovic (Estugarda), Radosav Petrovic (Partizan Belgrado), Milos Krasic (CSKA Moscovo), Zoran Tosic (Manchester United), Milos Ninkovic (Dínamo Kiev), Milan Jovanovic (Standard Liège).

Avançados: Nikola Zigic (Birmingham), Marko Pantelic (Ajax), Danko Lazovic (Zenit St. Petersburgo), Dragan Mrdja (Vojvodina).

Inter “namora” Benítez

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5478485764856016450" />
O INTER de Milão quer Rafa Benítez para substituir José Mourinho e o presidente “nerazzurro”, Massimo Moratti, até já terá iniciado conversações com o treinador espanhol, segundo o jornal inglês “The Sun”, na sua edição de terça-feira.

Benítez é um treinador por quem sempre tive uma grande consideração, mas está comprometido por agora”, afirmou o dirigente italiano.

Uma fonte italiana citada pelo “The Sun” afirma que “o Inter tem enganado toda a gente ao dizer que quer Capello, de modo a desviar as atenções de Benítez”.

Já de acordo com o diário italiano “Corriere dello Sport”, o Inter pretende ainda adquirir o passe de Fernando Torres, também ele ligado contratualmente ao Liverpool, isto na eventualidade de Diego Milito abandonar o clube para assinar pelo Real Madrid.