Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

08.Out.13

Vilankulo FC, 1-Liga Muçulmana, 1: Acabou aos tiros!

O DESAFIO entre o Vilankulo e a Liga Muçulmana acabou aos tiros, com a Polícia a procurar dispersar a multidão enfurecida com o trabalho da equipa de arbitragem, por ter concedido um minuto a mais do estabelecido no prolongamento. E foi precisamente nesse minuto (97) que a Liga chegou ao empate (1-1) na conversão de uma grande penalidade marcada por Sonito.


 

Os adeptos dos “marlins” não gostaram e cercaram o túnel do estádio, pedindo a cabeça do juiz da partida, Sérgio Lopes, por ter supostamente influenciado o resultado final do jogo.Não houve invasão do campo, tudo aconteceu fora das quatro linhas, com os furiosos a procurarem cercar o túnel da saída dos árbitros.


 

De referir que o golo de penalte surge na sequência de vários pontapés de canto, alguns até “oferecidos” pelo primeiro árbitro auxiliar, Salomão Filipe. Num desses cantos a bola bate com uma violência no braço de Osvaldo. Logo após o empate obtido pela Liga o árbitro dá por concluído o encontro, ao que se seguiu uma veemente contestação.

 


No cômputo geral, o árbitro do jogo, Sérgio Lopes, foi largamente prejudicado pelo seu auxiliar, Salomão Filipe, ao tomar decisões que acabaram influenciando no resultado final.

 

O jogo iniciou-se com os líderes da prova pressionantes, tendo faltado frieza para violar a baliza à guarda de Martinho.


 

Mas com o decorrer do jogo o Vilankulo “acordou”, ganhou confiança e acreditou que era possível jogar de igual para igual com a poderosa Liga. Matlhombe foi o primeiro a criar perigo. Minutos depois Santos cabeceou à figura do guarda-redes e a terceira foi de vez. Aos 40 minutos Fernando colocou o Vilankulo a vencer.



 

Para dar a volta aos acontecimentos, Litos fez entrar Muandro, Rachide e Imo, mas a Liga continua a jogar muito longe da área, mercê do esforço redobrado da equipa da casa, que enchia por completo o seu meio terreno, deixando apenas Santos na frente. A defesa anulou completamente os perigosos avançados da Liga Sonito e Reginaldo.

 



FICHA TÉCNICA


 

ARBITRO: Sérgio Lopes; auxiliado por Salomão Filipe e Bento Chengernao. Salvador Cumbe foi o quarto árbitro.


 

VILANKULO FC:Martinho; Norberto, Ali Cadre, Cumbula e Madeira; Abílio, Gildo (Osvaldo), Pires e Matlhombe; Sérgio (Félio) e Fernando (Luís).


 

LIGA MUÇULMANA: Milagre, Cantoná (Rachide), Miro, Chico e Eusébio; Liberty (Imo), M. Hagi, Josimar, Josephy (Muandro); Sonito e Reginaldo.


 

ACÇÃO DISCIPLINAR: Cartão amarelo para Félio, do Vilankulo FC.


 

GOLOS: Fernando (40 min.) e Sonito (97 min.)




Fonte:Jornal Noticias