Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

Vilhete revalida título nacional

VÂNIA Vilhete revalidou o título nos Campeonatos Nacionais de Xadrez que quarta-feira terminaram em Chimoio, ao dominar a prova feminina (escalão único). Com este feito consecutivo, a xadrezista da cidade de Maputo elevou para três o número de títulos conquistados na categoria.Vânia Vilhete sagrou-se virtual campeã a duas jornadas do fim da prova, ou seja um dia antes do término do campeonato. A célebre xadrezista não sofreu derrota em 11 jogos.



Empatou na derradeira ronda com a zambeziana Nuzela Zacarias, terminando com 10,5 pontos. Pela primeira vez, nos últimos tempos, Vânia Vilhete foi confrontada com uma realidade menos comum na sua trajectória retumbante, a nível de competições internas ao sofrer uma forte oposição das zambezianas Neusa Castro e Nuzela Zacarias, que tiveram uma estreia e exibições surpreendentes e promissoras. Ficaram em segundo e terceiro lugares, respectivamente, com oito e sete pontos, portanto com direito a prémio. Enquanto isso, Ana Malenda, de Sofala, e Malena Namaela, da Zambézia, ocuparam os restantes dois lugares que lhes conferiram vagas na Selecção Nacional, ambas com 6,5 pontos.



 

MARIANO SAGRA-SE PELA PRIMEIRA VEZ CAMPEÃO 


 

Mariano Maia entrou na história do xadrez nacional ao conquistar o seu primeiro título em seniores masculinos. Mariano, de Sofala, cometeu a proeza na derradeira ronda da Liga “A”, destronando o conterrâneo Wilton Calicoca, que era o detentor do título de seniores masculinos.Aliás, Maia teve de ir ao desempate com Calicoca, depois de terminarem a prova empatados com 6,5 pontos, tendo ganho por 4-3. 


 

Miguel Maconi (cidade de Maputo), que a uma jornada do fim da prova estava a um ponto do título, perdeu na última ronda, terminando com seis pontos, os mesmos que Person Abrantes, de Sofala. Ambos foram ao desempate para o apuramento do terceiro classificado, tendo Maconi ganho duas e empatado uma das quatro partidas.O quinto lugar, que dá direito à selecção, pertence a Mateus Viageiro, da cidade de Maputo, que terminou com 5,5 pontos.



 

O campeão de juniores masculinos é Avertino Sande, que superou, também no desempate, o irmão Kelven Sande, depois de igualados por 7,5 no culminar da prova. Avertino ganhou três das quatro partidas em disputa sagrando-se campeão.O precioso terceiro lugar ficou com Adolfo Felipe, de Cabo Delgado.



Os vencedores foram premiados, no mesmo dia do término dos campeonatos, com troféus e valores monetários. Os melhores da Liga “A” receberam 12, oito e sete mil Meticais. Os de femininos oito, cinco e três mil. Por último, os primeiros classificados de juniores amealharam respectivamente cinco, três e dois mil Meticais. 





Fonte:Jornal Noticias

Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.