Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

Desportivo de Nacala corre risco de não jogar em casa

O DESPORTIVO de Nacala corre o risco de não realizar este ano os jogos do Moçambola no seu campo, em consequência dos atrasos que se verificam na colocação do piso sintético, a construção de balneários, sanitários públicos, tribuna condigna, túnel de acesso dos jogadores e árbitros e outras infra-estruturas que condicionam a efectivação de uma partida organizada pela Liga Moçambicana de Futebol, órgão que gere esta competição.



Esta constatação foi feita por uma equipa liderada pelo vice-presidente da Liga Moçambicana de Futebol que sábado findo efectuou uma visita àquele recinto com vista a inteirar-se das actividades decorrentes para a recuperação do campo da Bela Vista que, apesar de ter louvado o que está sendo feito pela direcção do Desportivo de Nacala, admitiu que o trabalho feito “ainda é cru” para acolher este ano jogos do Moçambola.



Nós deixamos algumas recomendações à direcção do clube e acreditamos que juntamente com o empreiteiro irão encontrar um meio-termo para resolver os problemas que ainda existem lá”, disse o vice-presidente da Liga Moçambicana de Futebol.



Entretanto, o presidente do Desportivo de Nacala, Mohamed Munir considerou aquela visita dos dirigentes da Liga, como sendo oportuna na medida em que trouxe alguns elementos que deverão ser incorporados no projecto que inicialmente não estavam planificados, dando o exemplo de sanitários públicos e túnel de acesso para segurança dos jogadores e equipa de arbitragem.



É nesse sentido que vamos acelerar com os trabalhos, esperando que até final do mês de Setembro próximo tenhamos o campo pronto e possamos realizar, pelo menos, os dois últimos jogos na nossa casa”, disse Munir.

Fonte:Jornal Noticias